.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

A MOÇA DO VIOLINO RESPLANDECIA


A MOÇA DO VIOLINO RESPLANDECIA

O violino era seu refugio
Com o piano faziam um trio.
Suspirava cheia de magia;
A moça do violino resplandecia.

Piano e violino
No belo cotidiano.
Com som de arcanjo.
Tocado por um lindo anjo,

A emoção brincava e brindava
Caia como uma chuva
Encanto e fantasia;
Com divina maestria.

Elegância e bom gosto
E um caráter justo.
Encontrou um charmoso rapaz.
Que a trouxe amor e paz.

O amor era a autêntica razão
Corda e teclado de emoção.
O amor cantava ao livre ar.
Por ambos se amar.

Hortência Lopes

Marcadores:

2 Comentários:

  • Querida amiga Marta!Confesso para você.Fiquei emocionada e feliz...
    Por ter o meu poema nesse maravilhoso jornal!!Que lindo jardim de emoção!
    Você é uma grande amiga uma pessoa especial!Obrigada
    BEIJOS CARINHOSOS

    Por Blogger hortencialopes, às 5 de fevereiro de 2010 04:22  

  • Minha linda grande Poetisa HORTÊNCIA LOPES!"A MOÇA DO VIOLINO RESPLANDECIA!Tão lindo como resplandece vc!Lindíssimo!Adorei!Parabéns!Beijos meus!

    Parabéns GRANDE MARTA PERES!
    Beijos!

    Por Blogger Marisa, às 5 de fevereiro de 2010 10:14  

Postar um comentário

<< Home