.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Coração Bendito


Coração Bendito

Tenho em mim um coração
Que a vida devora, horas
Um ser nostálgico, outras amor
Que vive alegria, que vive dor
Nas entranhas da vida
Nas rosas, nos cantos, vãos!

Tenho a canção, rara vida...
Aos céus a erguer saudosas mãos.
Vai vida, espero-te aqui a rogar
Sozinho, nas sombras do sol...
A mim queima, as noites todas
Em mim só existe, por te amar!

Canto, revivo, serenata chora...
Minha voz, estranha em ti,
Porta da alma num além, outrora
Passagem às trevas também —
Elemento que vive e canta
Melhores dias do corpo, e vive!...

Estranho ser de ilusão, bendito
Ramados traços de afeto aflito
Tu és de mim o amor que (tive!)

(Poeta- Dolandmay)

Marcadores:

1 Comentários:

  • Meu lindo GRANDE POETA QUE AMO DE PAIXÃO DOLANDMAY!"CORAÇÃO BENDITO!"
    Inteiramente lindo de uma beleza única e inigualável!Parabéns sempre!Adoro te ler!Te amo muito!BEIJOS MEUS!

    Parabéns GRANDE MARTA PERES por nos presentear com essa maravilha!Beijos!

    Por Blogger Marisa, às 5 de fevereiro de 2010 10:20  

Postar um comentário

<< Home