.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

BALADA PARA ZILDA ARNS





BALADA PARA ZILDA ARNS

Hoje eu poderia morrer por tua causa
eu poderia até morrer de amor por ti.
Mas teu amor aflito me dá uma pausa
para morrer de amor maior por Haiti.

Só uma dor profunda sente tanta dor
maior que todo sofrimento que senti:
é a solidão da morte de não ter amor
o new apocalypse que varreu o Haiti.

Nós hoje poderíamos mudar o sonho
eu a dogmática verdade que aprendi
e tu a biografia obscura do medonho
apartaid racial que segregou o Haiti.

Hoje eu deveria viver por uma causa
que celebrasse a glória de viver aqui.
Porém a dor é tanta que parece rosa
sob os escombros ardilosos do Haiti.

Afonso Estebanez

Marcadores:

2 Comentários:

  • Marta, sua coluna é um capricho! Fico lisonjeada quando voc~e escolhe um poema meu e avisa que aqui está. Acabo de parabenizar Afonso Estebanez pelo belíssimo poema dedicado á Zilda Arns. Parabéns por suas lindas escolas!
    Um beijo doce

    Por Blogger Maria Valéria Revoredo, às 26 de janeiro de 2010 10:17  

  • Parabéns meu Grande Poeta AFONSO ESTEBANEZ!"BALADA PARA ZILDA ARNS"O mundo te agradece por tão merecida Homenagem.Inteiramente linda,comovente e real!Rendo Homenagem a vc!Amo te ler!Beijos meus!

    Parabéns Grande MARTA PERES por nos presentear com jóias raras como essa!Beijos!

    Por Blogger Marisa, às 29 de janeiro de 2010 12:06  

Postar um comentário

<< Home