.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

No passeio com a poesia!




O dia se despedindo

O dia vai se despedindo
Uma tarde tristonha
Vai chegando.
Em frente à casa
Uma serra nebulosa
Entristecida.

Quase noite
Chuvisco fino
Um pássaro voando baixinho
Outro encolhido
No galho da primavera


Noite
Silenciosa...
A escuridão da serra
Assusta-me...
O pássaro emudeceu.
Escuridão!

Eu quero que essa noite acabe
Quero ver a aurora
Quero que o dia chegue
Cheio de sol!
Quero ver os pássaros enfeitando
A minha primavera
Quero ouvir todos cantando
Para o meu dia encantar.

Terezinha C Werson

A CAIXA E O POETA

Por acaso, na manhã,
quase diante de minha porta,
descubro uma caixa fechada.
A caixa não tem chave,
nem tampa aparente,
parecendo com sua
impenetrabilidade,
o próprio coração da gente.

E esse gosto amargo
traz mais um dia inerte
rebatendo em contramão;
e no caos das horas tristes
o poeta anoitece
desprendido do novelo,
mas se perdendo na ilusão...

JL Santos e Marçal Filho
Rio/Minas



Crer!


Não creio mais nos sorrisos vesgos que se calam em valas rasas quando lhes convém,
Não acredito nos apertos de mão que se tocam de raspão para depois se esmurrarem,
Não creio nas falácias explicativas de soluções fáceis para a erosão do caráter geral,
Não acredito nas benesses de quem da o peixe e aumenta o gás de cozinhar e o feijão,
Não creio na causa partidária, meretriz ordinária vendida de déu em déu no maior bordel,
Não acredito mais na honestidade, obra de caridade, para vencer a desonra festiva,
Já não creio mais em tantas coisas que tenho medo de contar nos dedos quantas me faltam descrer,
Já não sei mais definir o certo e o errado, tudo se apresenta demasiado pardo,
Não sei se sou só eu a sentir, mas algo me parece feder enquanto as hienas uivam,
Só sei que apesar de não crer me resta a fé que me da o poder de ainda me indignar e escrever!




Santaroza


MEU MUNDO,

Meu mundo é feito de emoções,
Meu mundo é feito de razão!
Anseios múltiplos,
Ensejo único,

Meu mundo pertence a você,
Sou apenas o criador.

Por enquanto é um mundo de utopia,
Mas já o imagino repleto de flor.

A flor que brota em meu peito
É a mesma que germina em meu mundo,
Uma flor bonita e rara, de uma raiz profunda
Onde o principal alimento é o amor!

(Flávio Cardoso Reis)

“Colar de Pérolas”

Pérolas silenciosas
Percorrem meu interior
Brotam da alma rasgada
São as lágrimas de amor

Pérolas saltitantes
Dentro do coração
Escorrendo pelos olhos
Espalhando-se pelo chão

Pérolas se unindo
Formando um imenso colar
É alma se diluindo
Olhos que vivem a vazar

Pérolas silenciosas
Enchem-me de emoção
É meu colar de amor
É meu colar da paixão

Jane Rossi


Virtuais Amores


Aqueles que amam, virtualmente,
Em sonhos, é que vivem, realmente.
Da vida, tão mesquinha, desgrudados,
Vivendo seus amores, deslumbrados.

Amores, pela vida, só sonhados
Que, assim, eram, somente, idealizados,
Se tornam, virtuais, realidades,
Embora que não sejam, reais verdades.

Conhecem seus amores em retratos,
Seus papos alimentam ilusões
Que enchem, de esperanças, os corações.

Alguns que, com coragem, em novo trato,
Permutam, o virtual, por amor real,
Saudades vêm a ter do virtual!

Manoel Virgílio



POETA MENINO

Te digo...

O quanto me vejo pequena
Diante de tanta beleza
Que tem o teu versejar

E a tua fala tão calma
Aquece e embala minha alma
Me pondo assim a cantar

Ao ver teu olhar de menino
Me atrevo a compor-te este mimo
Suave qual pluma a voar

Falar de você não me canso
O teu poetar é remanso
É luz e perfume no ar.

Simplesmente Teresa*
(Poema dedicado ao poeta LUPI)


O Rio

É encanto do rio, as espumas,
que nas pedras saltam felizes,
Encanto que passeia em minh'alma,
em uma correnteza de luz...

Em que levas minha poesia,
Meu poema sentido e faceiro,
Nos pés dos pássaros enrroscando,
dos galhos levando sementes...

É encanto e magia,
da vida que há em mim...
é o gesto divino passeando
no meu ser, em forma de poesia...

Lavando minhas memórias,
semeando meus desejos,
nos recôndidos dos sentidos,
se me lembro, são lampejos...

O mesmo rio que brota em mim,
como lágrima feliz,
derram-se em cascata,
nos meus sonhos de criança,

Carrega minha mais profunda emoção!


Mando Mago Poeta 17:15 4/10/2009

Amar Você É Bom Demais

Em noites calma
O calor do teu corpo envolto ao meu
Na mesma ternura e paixão
No compasso do coração
Entre beijos e carícias ardentes
Encontro de sentimentos
Chama acesa de um puro amor
Em lealdade
Em alquimia
Na intimidade

Imersos
Embalados
Embriagados

Nos amamos

Felicidade autêntica...

Silvia Costa



Amo

Amo, com toda a força do meu peito,
e é por amar assim que sou feliz.
construí, aos poucos, este amor perfeito,
que sabe ser amor, sabe o que diz.
Amo, com um amor todo ele feito
para nunca acabar pois sempre quis
ter um amor assim, tão do meu jeito,
e para tê-lo, tanta coisa fiz!
Amo, como se o amor - coisa tão doce -
fosse maior que tudo o que eu aspiro,
fosse melhor que tudo o que já trouxe.
Amo, e até meu último suspiro
vou amar este amor como se fosse
a água que bebo e o ar com que respiro

(Théo Drummond)



VOLTO

Há tempos não volto.
Volto agora...
Há tempos não corro.
Corro agora.
Há tempos não escrevo!
Escreverei, já!
E, basta à luz irradiar
O céu azul despontar
O sabiá cantar
O filhote bocejar
O cântico motivar...
Que neste momento volto!
Sigo firme
Sigo em frente
Sigo presente.
E se alguém perguntar:
Meu nome é passado repente, futuro presente.
De tempos em tempos
Volto.


JRA (o poeta da verdade).

ALMAS IRMÃS

Quando te vi pela primeira vez
um clarão de luz
envolveu todo meu ser

Empatia tão intensa
e verdadeira
entre nós se fez.

Descobrimos afinidades
como se nossas almas
fossem irmãs,
unidas pelos laços
do amor fraterno
que mesmo atravessando
eras,
continuam em sintonia
no pulsar dos nossos corações...

Regina Azenha


QUEM ME DERA!

Quem me dera ser mais louca!
Ousaria nas escadarias,
de uma Matriz qualquer...
despejaria minha bolsa de
pouca fé,sem receio.
Tomaria um banho de chafariz,
com um sapato novo...
Quebraria algumas vidraças
com meu grito ou com socos.
Rasgaria esta vestimenta...
ela tranca minha alma sedenta.
Soltaria os bichos!
Reviraria o lixo...
pra encontrar um paradigma perdido.
Comeria algo diferente,
não ligaria pra fala dessa gente...
beberia daquele veneno
oferecido aos incompreendidos...
faria um verso insatisfeito,
contra a dor do meu peito.
Levantaria a poeira ao sacudir as besteiras
que moram na minha cabeça.

JULENI ANDRADE



Em outra vida

No êxtase profundo do meu amor,
Nesse frenesi vibrante de ansiedade,
Diante de todo este esplendor,
Dou-te a minha alma por vontade!

Trago-te junta a ela uma bela flor
Colhida no jardim da mocidade...
Nela contêm o aroma e todo vigor,
Que é o bálsamo da minha lealdade!

Amar-te por toda vida nunca pude,
Nem mesmo na minha juventude...
Ao teu lado eu nunca fui ninguém!

Agora, amor, depois de tanto ainda...
Velho, cansado, mas com a alma linda,
Entrego-te o meu coração no além...

(Poeta- Dolandmay)


Pensando em ti!



Meu pensamento voa feito gaivota, e pelo ar passei levado pelos ventos soprados dos pólos ,
São meus sentimentos que me enxáguam a alma, que não conseguem calar todo o amor que sinto,
Por isso, inconseqüente, pranteia meu peito em busca do consolo da lua que inda tarda a surgir,
E na brisa que me toca perfumada, pareço sentir mesmo que de passarem a aragem dos perfumes teus,
Vagas lembranças que inda me circundam orvalhando meu olhar que busca novas estrelas para mirar,
Mesmo que em nova nebulosa desconhecida, não há tempo a perder a brisa esta de partida,
Inflando de novo as velas de minha nau, pois amar demais é meu destino e partir às vezes é necessária,
Parte meu corsário, parte pra mar aberto, longe te sinto perto, distante sou pensamento, em lamento, como o vento!



Santaroza


ESPERANÇA

Conserve o calor
de um amor já vivido

Calcule o tempo
que não foi perdido

Reserve uma parte
do que a vida ensina

Coloque no canto
de tua lembrança

Viva os momentos
em plena alegria

Solte do teu intimo
uma nova esperança!

Autora: Lúcia Biazetto


OUÇA... RICAS NOTAS NO AR

Fique aqui e ouça
A melodia na praça.
Ricas notas no ar;
Que faz o amor brilhar!

Fique atento
No belo sentimento.
Neste florido canteiro.
Os anjos são companheiros.

Fique em evidência
Com amor e paciência.
Desperta em coro.
A felicidade vale ouro.

A paz no caminho
Com amor e carinho.
A boa ação;
Alegra o coração.

Fique com a esperança
Cresça com confiança.
Cante e ofereça para o seu amor
Que partilha a emoção e ardor!

Fique sorridente
Caminhe contente.
Ouça a voz que te chama.
E diz seja feliz! Eu te amo!

Hortência Lopes




Sabor de Você
.
Ser por mim imaginado...
Que chega com a escuridão
vindo de um mundo encantado!
Toma meu corpo amortecido,
me acordando com seus beijos
molhados, ardentes e ousados;
e me entorpecendo de desejos,
faz de mim louca sem o ser!
Tocando minha alma...
Me fazendo renascer...
.
E saboreio você...
Fruto doce do pecado,
da luxúria e tentação!...
Sabor de Amor-proibido
que me causa tontura
desorientando todo meu ser!
Vem sem pudor ou censura,
e me dominando com fúria,
tira de mim toda minha razão!
E me sufoca de prazer!...
Quando coloca sobre o meu
o seu corpo quente e suado
e me devora com paixão!
.
Insano paladar de tesão...
Fruto do amor incontrolado!
Sabor que sinto somente
quando degusto você!...
.
(Ginna Gaiotti®)



Setembro

Nas doces manhãs de setembro
eu quero voar nas asas do vento
do pensamento,
subir colinas
molhar as asas no riacho
colher boninas
e tangerinas
me misturar no azul do céu
lá onde as nuvens descansam
e as estrelas dormem de dia...

By £una


NÃO DA PARA CONTER

Como é bom te ver,
Estar com você,
E ouvir tua voz.

Com certeza,
Você é o meu viver,
E sem dúvida alguma,
O amor está em nós.

Já nã da para fingirmos,
Nem fugirmos,
Nem eu e nem você.

Está em nosso olhar,
Pois quando nos olhamos,
Simplesmente nos amamos.

E a gente tenta esconder,
Mas não da para conter,
E o beijo vem a acontecer,
Ai então, nos entregamos...

Elciomoraes

Alegria na Esperança

E outra vez é dia
Dia de graça
Dia de recomeçar
Dia de esvaziar-se de tudo aquilo
que ontem não foi bênção...
Dia de olhar mais alto
Enxergar mais longe
Alargar as tendas do coração
Firmar as estacas
Olhar aos céus
Alegrar-se na ESPERANÇA!

(Arnalda Rabelo)



Mel

Entrego-me ao teu perfume,
colorida flor do campo...

Deito-me em tuas pétalas,
para levar o teu pólen...

De forma alva e cristalina,
o sol coloriu minhas asas, asas
afagadoras de vento leve, vento
que passa deitando a alta grama...

Em mil visões circenses, vejo o
colorido mágico, contraste
que banha toda face verde
do jardim das acácias...

Cheguei em meu destino
depois de uma doce viagem,
dormirei com o brilho da lua,
vigiando meu mel...

Farei da minha casa
um lar-doce-lar!


Pergentino Júnior

Voz do silêncio

Na boca inda o sabor dos derradeiros dias,
quintal mostrava sinais do final da temporada,
folhas e cascas jogadas ao chão, esparramadas
nem gemiam para morrer, lembranças apenas.

E rastelos iam juntando o que viam pela frente,
misturando à terra eram levadas a locais abrigo,
resguardadas para adubo. O céu claro cobria
rosto de suor, à tarde certamente viria chuva.

Dezembro dentro das lembranças abria portas
fechadas, olhos rodavam casa e quintal,
folhas vermelhas caídas na cozinha certamente
carregada pelo vento que soprava todos os dias.

Meu mundo ali dentro das minhas mãos, mesmo céu,
mesmo ar, casa mais velha, menos cuidada, dentro
do coração recordações passavam em cenas
cinematográficas, tenho de estar só na multidão.

Velha jabuticabeira sentia minha presença,
balançando os galhos deixava palavras
em meus ouvidos, sabia de minha partida,
nada dizia, deixava a voz do silêncio falar.

Marta Peres




Pétalas

No meio do caminho encontrei pétalas
e elas abriram o caminho por onde passei,
pétalas coloriram a vida, deixaram luz
carregada de firme esperança no amanhã.

O bem feito a outrem impregna de pétalas
cada jardim da existência, o amor
transbordado jorra chuvas delas caídas
dos céus, mãos de anjos entornam...

E no ajuste de contas, amor oferecido, bem
praticado ficam por conta do Pai, Ele como
credor não se importa em arcar com despesas
pagando com juros, e jorram pétalas...

O que guia sua vida ouvindo o coração, dentro
da verdade prescrita pelo Pai, haverá de nadar
em mar de pétalas perfumadas, a vida lhe será
segura pois mesmo que lhe atirem pedras,

encontrará em seu caminho fonte de pétalas,
e há de revigorar forças, curar feridas e dores,
sentindo-se superior às pedras do caminho.

Marta Peres





Careço da tua graça

Meu senhor:
Careço da tua graça!

Sei que não mereço
Mais a ti posso pedir,
Porque tu sabes
As angustias da minha alma
A causa eu não sei...
Mais tu sabes
Os meus sentimentos escondidos!

Careço da tua graça!

Neste despertar tristonho
Este peito explodindo
Pensamentos turbulentos
Vem me ajudar!

Careço da tua graça!

Neste dia, nesta hora
Enquanto eu viver!
Nesta terra sem amor
Ninguém pensa em ninguém
A ti eu venho pedir!
Porque conheço as tuas promessas
Tu não vais me abandonar.

Careço da tua graça!
Vem meu Deus
Vem logo me socorrer.

TEREZINHA C WERSON

Complicada?!



Eu? Não sou uma mulher
tão complexa assim...
Tu que és uma pessoa
muito óbvia, simplória,
comum e previsível demais
para decifrar-me!
Por que queres
entender quem realmente sou?

Desista!
Talvez não seja tão fácil como pensou!
Outras pessoas
já tentaram em vão me definir,
mas desistiram rápido
_ antes de se magoarem.
Deixa adormecido o que
guardo dentro de mim...
Pois, só de fato me conheceu,
quem um dia me amou!

(Ginna Gaiotti®)



Nitidez


É essa certeza
com que me habitas
o corpo e alma
que sobrevivo.
Essa força
acompanha-me
e toma-me inteira.
É inevitável
vivo e sinto.
É amor puro
Que nasceu,
cresceu
e criou raízes.

Paty Padilha




Reflexos

Vejo o brilho das estrelas no céu,
encontro nele, a luz do teu olhar;

vejo o mar, num incessar constante,
pressinto o teu corpo me amando;

vejo a gaivota cruzando o infinito,
imagino-te ,durante nossos vôos,
conquistandoa liberdade;

vejo um casal enamorado, à luz do luar;
sonho...
vejo nós dois, em plena madrugada,
a amar;

defronto-me a um espelho,
e qual surpresa me espanto!
Vejo tua imagem refletida, a brilhar...


Regina Azenha
do livro Fragmentos & Mutações- 1997

“Vou viver novamente com a saudade”

Quando te vi, me apaixonei
Não foi só paixão... foi amor,
Sentimentos, sonhos, ilusão,
E depois foi também sofrimento e dor,
Que atormentou meu coração.

Você sabia o quanto te amava,
Pois vivemos uma linda história,
Caminhamos juntos por diversas estradas,
Tivemos grandes derrotas...
Mas também muitas vitórias na nossa caminhada.

Ficamos afastados durante vinte anos,
Você foi manipulada e explorada,
Enquanto seu corpo permaneceu lindo, impecável,
Depois veio a realidade... você foi esquecida,
E abandonada.

Retornastes a minha vida,
Trazendo muita tristeza e solidão,
Dei-te uma nova vida
E semeei um jardim no seu coração

Nesses trinta anos que fique regando
Você me fez e se fez um ícone do amor
Esse amor que não é só construído de sexo
Mas de sentimento, cumplicidade,
Compreensão, de poesias e versos,
Do côncavo e do convexo.

Hoje você partiu para a eternidade,
Olhou-me... sorriu...fez um afago e



VOU MUDAR...

Se um dia eu ousei sonhar,
desisto _ quero acordar!...
Lavarei minha alma ferida
e esquecerei as promessas,
que iludida, quis acreditar!

Jogarei fora os presentes
que me fizeram aceitar...
Principalmente as chaves!
Chaves de corações vazios
e feridos, que como o meu,
também a muito perderam
a capacidade de amar...

Cansei de sofrer e lamentar!
Quero paz no meu caminhar.
Pois prometi a mim mesma,
que jamais novamente
me deixarei enganar!...

(Ginna Gaiotti®)


Eu jurei...
Precisava te esquecer!
Mas como se fosse um lamento
o vento me acorda me sacode
ressuscitando o passado,me trás você.

Nas canções que ouço eu te encontro
nos rabisco que eu escrevo, também.
Quero dormir profundamente,te sonho!
Não sei mas o que fazer,ambos sofrem.

Tua ausência em mim dói mais que mais
dói tanto, mais até que a própria dor...
Por orgulho bobo nós morremos aos
poucos, nem um dos dois reconhece...
Estamos sofrendo por este amor!

E nosso amor é mais que lindo
A natureza se tornou cúmplice de nós
nos oferecem dias de céu azul e com sol
noites estreladas e o mais lindo luar...

Vamos ficar juntos,
nascemos para nos amar!...

(Joe Luigi)



.....NESTA NOITE EU QUERO ...
EM NADA PENSAR!!!
VIAJAREI ATÉ AS ESTRELAS...
SOMENTE PARA TE ENCONTRAR !!

.......IVY MARTINS...

DÁ-ME TUA MÃO...

Sinto uma chama ardendo
no fundo do meu coração
é como se acendesse o fogo
faíscas que me dão força
para abraçar meu medo
e continuar a sonhar!

Sou um barco à deriva
Venha ...resgate-me!
sinto frio
tenho sede
preciso ter fé e coragem
acreditar que não estou
perdida no tempo...
.
Ja não acreditava
mais no amor
tantas dores
traições
mentiras e abandonos...
pensei então queria ser livre
não sofrer
não chorar!

Mas não posso viver sem
esse sentimento
que trago dentro do peito
Forte ...avassalador...
que está sempre em meus sonhos
nas minhas fantasias e nos meus
delírios e a cada dia
na luz dos teus olhos!

Dá-me tua mão
para que eu possa segurá-la
este toque talvez supere
meu silencio
preciso alcançar as estrelas
ter alguém a quem amar!

celina vasques




Maré

Paira no ar um perfume
E é aí que sinto sua ausência
Você na cabeça
E neste meu peito
se agigantou a solidão
E em meu coração existe um vazio
Você fugiu de mim
Nem sei, acho que fui eu que fugi de você
Você em meus pensamentos
Mas o medo toma conta de tudo
Acho tudo impossível
E então sinto esta dor
Tão forte!
Que não existe nada pior
Como uma maré
Que arrasta todos meus sonhos.

♥ Geninha ♥

Insignificante

Por ti, curvando a minha fronte,
rendo-me à tua grande ternura.
Triunfante, luz no novo horizonte,
beleza tal e qual, de uma pintura...

Nos devaneios, ensandecidos,
torna-se fugaz a enorme emoção.
Mesmo com os desejos abatidos,
nada define essa enorme paixão...

Tudo se torna fraco, vil e inerte,
talvez por aquele medo cortante,
resistente em tão pequeno flerte...

Sobra, a saudade, único consolo,
nas atitudes, burlar o que será dolo,
tornando tudo, mais insignificante...

Oswaldo Genofre




Que o abraço
não seja só
o abraçar
de quatro ombros,
mas sim o abraçar
de dois corações
e duas almas
Autora:Iza*bel Marques


AH! AS Flores

A amplidão do peito se espalha
pelo chão da casa,
e sei que vomito rosas
cada vez que me lembro
do meu mamilo na tua boca.

Ouço um piano que funde azuis
de vários tons com os pássaros
do nascer do dia.

Da minha janela,
a cúpula da catedral
se tinge de talvez
e a emoção molha a pálpebra da janela.

Faz frio, mas não em mim.
Faz frio no mundo
e sinto pena do teu corpo tão longe do meu.
Olho ao redor e sorrio.

Daqui a pouco não saberei mais onde colocar
tantas flores...

Maria Flor

Quando me perdi de você
eu não sabia como voltar, era uma rua estreita.
Foram momentos sofridos ao longo do tempo
Noites longas em claro, falta de tua ternura.
Me assustei e senti medo, eu queria você!
Você está em cada parte de meu eu
está em minha respiração e no pulsar do coração.
Entre meus erros e minhas certezas eu te quero
Eu te quero muito, mais que a mim mesmo.
Não posso mais ficar sem você em mim
Sem você amore mio, descobri nada ser
por isto eu a quero comigo por inteiro
unir nossas vidas e vestirmos uma só pele
sermos apenas um.

Eu te amo!

(Joe Luigi)


Diversamente igual a tantos distintos...
Amei de igual ao diferente!
Sou diferente a todos
Como todos são diferentes a tantos
Tanto quanto a mim.
Pois sou único, e todos são.

...........” Catarino Salvador “.


Perfume dos meus versos

Cheiro gostoso de versos
Limpos...
Versos amados ao nascer.
Indiferentes talvez...
Mas meus versos têm perfume.

Exalam de alma simples em
Seu contentamento ou penar...
Amante do sublime, do eterno.
Versos contidos na ternura
Do desabrochar da flor em botão...

Das paixões que singram o peito,
Dos amores sufocados na saudade...
Das ilusões desfeitas e do encontro
De almas perfeitas...

Importa que meus versos
Roubam-me a essência...
Tudo que pode arranca
Do âmago...
Das memórias...
Do que é bonito!...

(Cida Luz)



FUSÃO COM A LUA



(para Reggina Moon)

Tenho tanto que agradecer a presença
da lua...
Pois o que é vital
reclama defesa...
lua,
que protesto em uma conexão aceita...
sem conflitos...
É um vicio de mão dupla
nos meus devaneios...
E por verdade
dependência minha...
Há fantasia minha sempre
quando falo de você...
Sigo o direito natural
em senso que foge médio
de produzir provas
contra mim...
fica fácil apontar para mim
e diagnosticar que vai aqui um louco...
Pois surge em magnetismo perfeito
o mais irracional de mim...
Não há como disfarçar
minha cobiça
de achar que você
é qualquer órgão meu
como minhas asas...

E essa lua cheia que somos hoje
estamos com outros loucos
como nós
gostam de ser...
só poesia...

LUPI



Eu jurei !...

Eu jurei...
Precisava te esquecer!
Mas como se fosse um lamento
o vento me acorda me sacode
ressuscitando o passado,me trás você.

Nas canções que ouço eu te encontro
nos rabisco que eu escrevo, também.
Quero dormir profundamente,te sonho!
Não sei mas o que fazer,ambos sofrem.

Tua ausência em mim dói mais que mais
dói tanto, mais até que a própria dor...
Por orgulho bobo nós morremos aos
poucos, nem um dos dois reconhece...

Estamos sofrendo por este amor!
E nosso amor é mais que lindo
A natureza se tornou cúmplice de nós
nos oferecem dias de céu azul e com sol
noites estreladas e o mais lindo luar...

Vamos ficar juntos,
nascemos para nos amar!...

Joe Luigi


Eu vou! Aprimorando o amor...


Ando!

Escondo-me
Dos assombros
Dos escombros
Nos meandros.

Onde estou?

Nos segredos
Dos meus medos
Nos mistérios
Que não quero
No trauma
Que não passou.

Pra onde vou?

Nos caminhos
De carinhos
Nas pedras
Nos espinhos
Ou na flor.

Quem sou?

Uma eterna aprendiz
Buscando evolução
Aprimorando o amor.

Eu vou!



Marisa de Medeiros

PONTAS DE ESTRELAS
Regina Xavier

Tu te tornas poesia
Nas noites plenas irradiadas
Pelo brilho de tua presença.

Imantado em mim ,
cultivas versos estrelados.

Madrugada chega...
E cada estrofe se completa
Paulatinamente...repleta.
Como o encontro das manhãs
Com os primeiros raios de sol.

E o manto cintilado que se descortina
Rasgando véus para deixar incendiar
A luz que me alucina
Assina versos molhados
com os beijos teus.


A folha balança no galho
Do lado de dentro da porta
E os sonhos vingam lá fora
Crescendo com o vento que sopra.

São sonhos colores
Ditos sonhos, que são flores...
E sonhos complicados
Ditos sonhos que são aços.

E o vento é brisa
E às vezes fúria
Que leva e traz (os sonhos)
Medindo a loucura.

...........” Catarino Salvador “.



Bagagem

Inquietações do porvir,medos, inseguranças,
rancores, pensamentos negativos
e todas as outras manifestações contrárias
à evolução espiritual são bagagens desnecessárias
para o aprendizado enquanto aqui estamos
nesse orbe terrestre.
Faz-se necessário por vezes diminuir um pouco
a bagagem interior despojando-se de velhos fardos
refaser-se de tempos em tempos...
revendo valores, jogando fora o desnecessário
empacotando em pacotes menores oque ainda
se faz necessário...
pois a caminhada pode ser longa porém teu jugo
pode ser suave, se souberes despojar-se do
que te faz mal.

Rosane Silveira

Marcadores:

11 Comentários:

  • Oi amiga querida obrigado pelo teu carinho sempre pra comigo, toda paz e todo amor do mundo a ti
    beijos na alma

    Por Blogger VIDA EM POEMAS, às 6 de outubro de 2009 06:04  

  • Minha Poetisa Amada!

    Como tu me fazes feliz!!!

    Apenas dizer-te obrigado minha Amada
    Seria pouco demais! Dizer-te que te gosto!
    Também é muito simples! Palavras...
    Não tenho palavras pra agradecer teus Carinhos!
    Tu Poetisa, merece mais que isso!...
    Obrigado! Obrigado! Obrigado!
    De todo o meu esplendor Obrigado!
    Obrigado por selecionar este humilde aprendiz
    A tantos Poetas e Poetisas maravilhosos (as)
    Obrigado pela escolha de tantos Poemas lindos
    Que são de um deleite puro pra alma!
    Obrigado “Marta Peres” por tua existência!

    AMO VC!

    Dolandmay.

    Por Blogger Dolandmay, às 6 de outubro de 2009 09:05  

  • MINHA LINDA GRANDE POETISA MARTA PERES!Obrigada!Muito obrigada!"NO PASSEIO COM A POESIA!"CANTINHO MÁGICO!Adentrei numa viagem onde fala o amor...e vou aprimorando o amor.Tanta inspiração juntas...um brinde a vida e o amor em várias matizes...todas lindas.Finalizando com o AMOR MAIOR-O SEU...que encantadoramente e permanente,faz brilhar os corações e faz-nos acreditar em valores nesse mundo tão conturbado,literalmente o mundo é melhor porque vc existe!A emoção me invade da forma de agradecimento a você.Te adoro!Beijos no coração!Obrigada!

    Por Blogger Marisa, às 6 de outubro de 2009 10:14  

  • PARABÉNS AOS POETAS E POETISAS QUE FIZERAM BRILHAR "NO PASSEIO COM A POESIA!"UM PASSEIO AO PARAÍSO,com destino a felicidade de ler todos que arrasaram com amor!BEIJOS MEUS!

    OBRIGADA MINHA LINDA MARTA PERES!BEIJOS!

    Por Blogger Marisa, às 6 de outubro de 2009 10:18  

  • Celina,

    Minha amada amiga,sempre lindos seus poemas.

    Parabéns!
    Beijos!!

    Marta,

    Beijos,Beijos!

    Por Blogger Mary, às 6 de outubro de 2009 12:17  

  • Joe,
    Amei ver seus lindos poemas aqui, escolhido p/ nossa amiga,
    Marta Peres.

    Parabéns!
    Beijos!

    Marta,

    Beijos, Beijos!

    Por Blogger Mary, às 6 de outubro de 2009 12:22  

  • Olá Marta,
    obrigado mais uma vez pelo carinho que demonstra sempre me colocando entre grandes nomes.

    Um beijo enorme no cuore.

    Joe

    Por Blogger Joe, às 6 de outubro de 2009 13:51  

  • Querida e amada poetisa Marta Peres.Que satisfação estar aqui
    no seu lindo Jornal.É uma imensa alegria! Quero de coração te agradecer por proporcionar essa emoção!
    Sempre está dedicando o seu carinho
    e consideração! Te admiro muito e sou sua fã!
    Só Deus poderá te recompensar com benções em abundãncia!

    Beijos carinhoso!

    Por Blogger hortencialopes, às 6 de outubro de 2009 15:06  

  • Nem mesmo as ondas do mar, podem de mim levar, o imenso contentamento! Nos vastos campos de letras e melodia, nos odores que lembram as flores... alguns poemas cheiram como flor, outros brilham como estrelas... Sinto, verdadeiramente, meu coração bater acelerado, sinto arrepios, me emociono!!! Bebo poesia,
    respiro palavras e rimas, durmo e acordo poetando... sei também, que essas obras, perpetuarão a emoção.
    Queria que coubesse tudo aqui, que sinto agora... obrigado e parabéns, novamente.

    Por Blogger Armando, às 6 de outubro de 2009 18:27  

  • O espaço necessário da alma do escriba segue firme e a mantenedora do manifesto é luz forte , que acolhe sempre os diversos dons deste país ... forte abraço a todos os colegas da escrita e a Marta Peres o meu sincero obrigado... DEUS ILUMINE SEMPRE CADA MOMENTO DE INSPIRAÇÃO!

    Por Blogger "o poeta da verdade", às 6 de outubro de 2009 19:33  

  • Obrigada amiga!
    Deus ti abençoe.
    Beijo

    Por Blogger Poesias, às 7 de outubro de 2009 05:12  

Postar um comentário

<< Home