.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Saudade


Saudade

Por te querer tanto, por ainda te amar
é que sinto saudades. Uma ternura
imensa me invade se lembro do nosso amor...
do que vivemos...do que foi nossa vida...
Vivemos um grande amor! Essa melancolia
aperta o peito, machuca a alma, me sinto
perdida dentro desta solidão que arrasa.
Extenuada, não vejo beleza na rosa. O
mundo é feio e é escuro, sinto-me deprimia!
Sabe, foi tão bom viver esse amor! Me senti
tão feliz! Bem sei, tudo acabou, outra tomou
o lugar que era meu, neste coração não há
mais lugar para mim. Me resta pedaços,
retalhos, fragmentos que tento remendar,
sinto saudades, solidão, melancolia de dar dó!

Marta Peres

1 Comentários:

  • Olá Marta poeta, a convite de minha amiga Betânea Uchôa vim conhecer este espaço maravilhoso, onde encontramos belas mensagens q. fala tanto de Saudade quanto de Natal. Sua poesia ficou linda, um pouco dorida... mas expressa sentimentos sinceros. Parabéns e beijo grande pra vc!

    Por Blogger Meire, às 2 de dezembro de 2008 13:33  

Postar um comentário

<< Home