.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Pequeno Sarau!


Coração sem juízo

Meu coração é como pássaro
Voa livre. É feliz em sua liberdade
Está sempre a repousar
De galho em galho,
Faz seu ninho em cada estação.

Meu coração é como beija-flor
Vive de flor em flor a beijar
Dando a elas o prazer do amanhecer
Que ficam na espera do outro dia nascer
Para o beijo de seu amor.

Meu coração é um barco
Não tem leme, nem bussola,
Navega orientado pelo infinito
Percorre mares sem direção
Seu cais é a emoção.

Meu coração não tem juízo
É menino travesso
Puro sentimento.
É como vento
Muda de lugar a cada momento.

Meu coração é estrela errante
É livre e desvairado
Não vive aprisionado

Ataíde Lemos


Carência


Sem perceber
me descobri carente
senti-me impotente
não sei se de carência
ou a solidão presente em mim

Sei que me senti só
sem carinho...
Sem alguém com quem falar
trocar carinhos...
Fiquei em pânico!

Lembrei de amores vividos
amores por mim perdidos...
Senti falta de brigas
ocasionadas por ciúmes
do aconchego, colo gostoso...

Em minhas narinas
cheiro de vários perfumes
passaram como uma nuvem
me atordoando...
Tantos...Que nem soube identificar

Sonhos e saudades
de alguém que marcou
a dor do amor me apavora
mas só...

Sim!

Quero brigas de ciúmes, perfumes
quero com alguém estar
sem medo, temores...
Hoje sei que dor de amor
dói menos que a solidão

Abri meu coração
quero viver, amar, sonhar...
Que venha para mim os amores
perdi o medo das dores
sozinho não quero ficar!

(Joe Luigi)

"AMOR?"


Por que nós gostamos tanto
De apreciar o luar
Será que la existe
O que vivemos a procurar?

O significado do amor
Que é uma incógnita para nós
Um sentimento tão profundo
Não um sentimento atroz.

O amor paixão,
É loucura, devastador,
Nos faz cometer de tudo
Por este sentimento avassalador

O amor, simplesmente amor,
É sublime e afetuoso,
Guardamos no coração
Este sentimento valioso.


(POETA MINEIRO)


Nas asas da paixão

Se eu pudesse agora, com num toque de magia,
voar para seus braços, me entregar e ser só tua
Fundir nossos corpos, nos amarmos com fome e ternura,
eu voaria.

Com desejo e loucura você me faria
a mulher mais feliz e amada
Mas o destino, por capricho
Fez-nos distantes, embora amantes

Sou sua Fada ousada, louca, abusada, atrevida
Sei que nos seus braços me tomaria
E eu me entregaria com paixão
Nos amaríamos feitos loucos cheios de tesão

Sou sua Fada, sua Ninfa mais amada
Que de longe te deseja e clama
Que com minhas asas prateadas,
se eu pudesse voaria pra você.

Paty Padilha



Medo...

Olha nos meus olhos
E vê o amor que
Transborda...
Lágrimas teimam
Em querer sair...

Tenho medo de
Estar amando sozinha...

Olhe nos meus olhos
Decifre, leia meu olhar
Meu amor esta
Querendo você...

Maria Bonfá


SOU IMPERFEITA

Sou ser humano, por isso sou imperfeita
Tenho defeitos, mas não almejo a perfeição
Não me vejo sem amar...sonhos e projeção
Essa é a minha receita

Analiso-me, e procuro corrigir cada ação
Amo a vida, e amo amar o amor
Vaidade , fantasias, sonhos e projeção!
Fizeram de mim um ser sem temor

Que almejou sempre a realização
Se por ventura, não alcançei
Perder ou ganhar, faz parte da história
O importante é vencer, mesmo com decepção

Se o meu modo de pensar causar impacto
Não importa... sigo firme com meus ideais
Para aquele que discordar, faça seu pacto
Trace suas metas , viva sem construir rivais

Viver exige tática, cada cabeça é um universo
Na complexidade humana... quantas barreiras!
Saber conviver exige tolerância e muito tato
Se tudo fosse tão fácil, a vida seria uma asneira

Diná


ALMA PARTIDA

Eu tenho a alma partida
por duendes da loucura
por causa da despedida
entre o amor e a ternura...

Loucura de amor jurado
pela jura não cumprida
do lado compromissado
da ternura prometida...

De súbito foi o instante
em que tudo se perdeu...
Mas era tempo bastante
de viver o que morreu...

E tudo o que era presente
foi tempo tão esquecido
que a ternura impaciente
não viveu o amor perdido...

E assim a alma partida
por duendes da loucura
ser causa da despedida
entre o amor e a ternura...

A. Estebanez

" Uma promessa de amor..."


Pensamentos que são teus,
Sussurram teu nome em
Contínuo sentimento de amor.

Amor que não morre,
Que na ausência dorida,
Transforma-se em desejo
De ser eterno...

Amor que conhece somente
A direção do teu olhar,
Do teu cheiro,
Do teu jeito de fazer a felicidade
Acontecer...

Amor que provoca uma lágrima
De saudade para aliviar a força
Que domina o coração por
Amar demais...

Amor entranhado
Nas nossas almas
E assim somos nós todo
O tempo...
Eu e Você...
Uma promessa de Amor...

(© Cida Luz)


Sou o sol
A refletir o brilho do teu sorriso
Sou o calor
Que aquece teu corpo
Sou luz
A clarear teus caminhos
Sou o mar
Que a beija no impulso das ondas
Sou refúgio
Teu abrigo seguro
Sou sabedoria
Que a faz compreender a felicidade
Sou alegria
Resposta a sua vontade de ser feliz
Sou crença
A tua crença na vida
Sou paz
A calmaria que reina em teu coração
Sou carícia
Ao afagar teus cabelos e te fazer dormir.

Não se aflija!
Sou o amor... Sou a vida!
Que acontece na intensidade do seu querer
Sou o teu amor
Verdade presente
E em meus braços te prendo quando assustada quer fugir!

Enemércio de Moura


BEM-AVENTURADO

Ah! bem-aventurado o amor mesmo finito.
Ah! bem-aventurado esse infinito instante
da eternidade efêmera desse inconstante
amor eterno entre os instantes do infinito...

Ah! bem-aventurado o desditoso amante.
Oh! bem-aventurado o coração proscrito
Ô! todo o amor cativo sem a paz do grito
que entoe no infinito seu amor constante...

Ah! bem-aventurado esse pastor de rios.
Ah! bem-aventurado o som dos calafrios
do amor baldio tantas noites indormidas...

Ah! bem-aventurado o pobre de ventura.
Porque ele alcançará no vale da ternura
o amor edênico das deusas pertencidas...

A. Estebanez



Senso em Almas

Do pó ao tempo
De uma natureza singela
Destinado a missão existir
De uma existência a cumprir
Uma alma impar e a metades
Que deveriam se encontrar

Da terra a pedra
De uma alma que emerge
Das cinzas de minha presença
Daqueles dias que se seguem
Em tons brutais de um grito
Intenso sem dor, mas a vida segue

Da areia ao vento
O sopro de divina presença
Daquelas almas que se encontram
De tempos em tempos presente
Senso em gêmeos de almas
Fotografias de meu espírito

Davi “El Brujo™” 12-10-2008!



FAZER AMOR

Paixão é amor e desejo incontido
É atração e se entregar com doçura
Deixando aflorar o libido

Amar é entrelaçar corpo a corpo
É se entregar sem pudor
Porque amar é também fazer amor

Amar é sentir o beijo fulgente
Levando a pessoa amada
A não ficar indiferente

Fazer amor é ter paixão
Entregar- se com ternura
Unindo corpos com desejo e sedução

Fazer amor é poder sentir o toque desejado
O respirar ofegante e satisfeito do outro
E saber onde e como deseja ser tocado

Fazer amor é levar o outro ao prazer
Sentir orgasmos múltiplos e planar
Porque fazer amor é totalmente se envolver.

Amor
É entregar sem pudor
É intensamente amar


Rô Lopes


Os teus olhos azuis bonito.

É esse azul dos teus olhos,
Que faz do mundo mais bonito.

O azul sempre será azul,
como o azul do mar,
e do céu infinito...

O azul sempre será azul,
se claro, celeste, escuro
de um azul bonito...

E se eu for falar do azul
dos teus olhos...
direi que nem acredito,
como pode haver assim,
um reflexo perfeito da alma,
de um azul , tão azul?...
De um azul tão bonito!

Então sei que já disse
mas repito;
Nada se compara a esse azul
dos teus olhos...
A esse azul tão bonito!
(valquíria Cordeiro)
14/10/2008_11.57

(Dedico ao meu amigo e poeta Oswaldo Antonio Begiato)


Saudades pingando...

Com saudades, o silêncio
reclama sua ausência...


Feito gotas, de orvalho
quando o sol aparece
nas folhas, ao amanhecer
vai pingando devagar
gota por gota, em meu coração...
Dói demais!

Sentimento verdadeiro
nasceu da vontade
de ter você comigo
brotou da sensibilidade
de minha alma
ancorou no cais, de meu coração...

Vem?!...
É amor!

(Van Albuquerque)



A ESCADA DA VIDA...

Nossa vida é como a escada,
Seguimos no ritmo do degrau,
Cada etapa uma subida,
Ou uma queda fatal.

Para galgarmos os degraus,
Dessa vida turbulenta,
Devemos ter muito amor,
Só assim a gente agüenta.

Tanto desgosto e miséria,
Que nesta vida existe,
Só mesmo a força do amor,
Suprime os momentos tristes.

Nessa vida já passei,
Por alegria e tristeza,
Tive amargura e amei,
Nessa vida de incerteza.

Já estive no abismo,
Mas um anjo me salvou,
Foi enviado pela graça,
Do Supremo Criador,

Pelas trevas já passei,
É horrível e arrepiante,
Foi o amor que me salvou,
De uma bela retirante.

Hoje a vida é valiosa,
Como antes não sentia,
O amor que a tudo vence,
Devolveu-me a alegria...

Autor: Poeta Mineiro...

As Flores das Fadas

Cada Fadinha encantada
Tem uma flor
Com nome e cor:
A Fada Azul tem a Comigo Ninguém pode Roxa!
A Fada Melada, uma Orquídea matizada.
A Fada Ruiva gosta de ser chamada de Rosa Vermelha
A Fada Verde tem as flores da floresta inteira
Já a Lilás adora Gérbera amarela
No Jardim da Fada Vileta só tem Jasmim
A Fada Rosa adora a Margarida rosa choque
A Arco-Íris prefere Camélias multicores
A Fada Branca o Lírio da Paz
A Cristal ama o girassol
Elas oferecem suas flores
Espalhando as cores
Na Primavera da amizade

(Paty Padilha e Bernadette Moscareli)



Solidão Acompanhada

Rosa ferida,
punhal deixado
sobre a mesa,
solidão acompanhada!

Ilusão refletida no espelho,
medo, lágrimas derramadas
manchando rosas amarelas,
semblante afogueado

inflamava a solidão,
calado,
tudo a dizer,
nada dizia

lamentando no olhar,
afiado
como o fio de espada,
aliança largada

fazia correr sangue
do coração,
quieto,
seguia com os olhos,

naquela cadeira,
olhos vermelhos
sentia a distância,
já não havia nada a dizer!

Marta Peres


Vingança

Em moldura vi teus olhos,
coração batendo descompassado
sentiu saudades,
vingo-me delas
buscando na memória
este amor
que queima a carne,
dizendo: não te amo mais!

Marta Peres



Ao som de violinos


com você, quero dançar
uma música lenta e romântica...
Abraçados de olhos fechados
ser feliz contigo, sonhar...
Dançaremos, como se estivéssemos
sobre nuvens macias
coladinhos, sentirei teu perfume
calor de seu corpo...
Ao som do violino
terei você em meus braços
te direi palavras de amor
Abraçados, fingiremos
que estamos num castelo...
Você será a princesa mais bela
eu o teu príncipe apaixonado
te declararei meus sentimentos
meu carinho, amor por você...
Ao som do violino
direi te amo!

(Joe Luigi)


Um Lindo Amor

Estou ansioso, preciso ter paciência
esperar para ver o cair da tarde
quando você chegar, quero abrir meu coração
falar de minhas saudades...
Preciso despertar recordações
há muito tempo, guardadas em mim.
Preciso acalentar meus sonhos,
dizer que amo você, meu lindo amor...
Preciso ganhar sorrisos sinceros
como os de criança,
assim como você me sorri...
Sentaremos no alto da montanha,
veremos o por do sol, falaremos de nós!
Direi que, os sons barulhentos
que haviam em mim
sem você, estavam em silêncio absoluto.
Senti saudades, nada ouvi e só pensei em ti,
sinto que tua ausência é a minha doença...
Que na sua ausência, me senti carente meu amor.
Como criança tu brincas comigo
eu grito volte!
Agora, não dá para eu viver sem ti...

Te amo!

(Joe Luigi)



[navy]
Recordações

Ando de um lado para o outro,
inquietação,
coração palpitante,
recordações...

Acaba-me a saudade...
Sem chão continuo vagando,
tento fechar portas e janelas,
sei, aquele lugar sempre traria

recordações...
suave perfume nas matas
me enche de esperança,
coração lentamente acalma,

fecha portas e janelas,
deixa esquecidas
recordações...
para quando o sol brilhar!

Marta Peres



E passou!


Trazia o bronze na pele,
E um sorriso na cara.
Um olhar de menina,
Em formato de muleque.

Tinha o andar sinuoso,
Como o balanço do mar,
Cabelos soltos ao vento,
Sem pressa e sem medo.

Sabia que era o enredo,
Do poema que eu compunha,
E nem assim se enredava,
Apenas vivia e sorria.

Não tinha orgulho ou paixão,
Pelo formato que tinha,
Apenas era o que era,
E sabia ser o ser.

Era e é uma lembrança
Que em mim ficou,
Não pelo formato que tinha,
Mas pela mulher que passou!


Santaroza

Meu Grande Amor


Tentei escrever-lhe, falar de minha saudade
mas cadê inspiração?!
falar de meu amor, da falta que você me faz
contar do livro, que ainda está sobre a mesa, inacabado...

Queria te falar que troquei as flores
coloquei rosas vermelhas, são suas preferidas
dizer-lhe que minha vida sem você, não tem sentido
mas eu não consegui escrever...

Sem você, eu não sei viver
sinto-me perdido, um vazio me invade
volte logo, preciso do seu colo
de seu aconchego para deitar meu cansaço

Preciso no calor de teus braços, adormecer
sentir o sabor adocicado dos lábios teus
preciso de teus abraços gostosos
de seu carinho, de teus beijos gulosos...

Quem sabe amanhã, na minha saudade
porque hoje, faltou-me inspiração
eu consiga escrever e te dizer tudo o que sinto
dizer, que eu te amo e preciso de ti!

(Joe Luigi)

14 Comentários:

  • Marta,
    obrigado pela força que nos dá,
    mostra o enorme ser humando que és.
    Quero agradecer-lhe mais uma vez pela sua gentileza em postar meus poemas, meu muito obrigado.

    Joe Luigi

    Por Blogger Joe, às 14 de outubro de 2008 14:06  

  • Joe meu adorável poeta.
    Fico cada vez mais encantada.
    Cada poema lido demonstra a sensibilidade maravilhosa contida em vc.
    Vc simplesmente é o máximo.
    Vc escreve aquilo que vem da alma e toca fundo no coração de quem os lê.
    O DIVINO lhe presenteou com este dom.
    Parabéns!
    Obrigada por vc existir e tornar a vida mais agradável.
    Beijos carinhosos.
    Maristela.

    Por Blogger maristela, às 14 de outubro de 2008 14:35  

  • Joe, como sempre seus poemas são de uma grandeza inesgotável, suas doces palavras tocam o que temos de mais belo em nosso coração.
    São como fonte de luz que nos direciona aos sonhos de amor.
    Admiro a sua sensibilidade e a forma como expressa docemente.
    Não me canso de dizer que amo seus poemas.
    Continue sempre assim levando amor por onde passar!!!!!
    Adoro vc meu grande e adorável poeta!!!

    Beijos enormes
    Com muiiiiiiiiiiiiiiiiito carinho
    Lu

    Por Blogger Nefertiti, às 14 de outubro de 2008 15:33  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger Pérola, às 14 de outubro de 2008 16:04  

  • Marta minha querida poetisa...
    Obrigada pela oportunidade a mim concedida.
    Voce é realmente um ser iluminado que deseja dar oportunidade a nós poetas menores... para que possamos sentir que ainda temos a caminhar e podemos prosseguir.
    Obrigada Alma de Poeta.

    Rô Lopes

    Por Blogger Rô Lopes, às 14 de outubro de 2008 16:16  

  • Parabéns Marta pelas escolhas...
    Parabéns Rô Lopes...
    Parabéns Enemércio de Moura...
    Blog lindo, belas poesias
    Sucessos.
    Beijos

    Por Blogger Pérola, às 14 de outubro de 2008 16:18  

  • Marta, mais uma vez eu aqui pra lhe felicitar pela imensa bondade que tem com nós poetas menores..
    Parabéns pelas oportunas escolhas dessa leva...Rô, Luigi, Ataíde, Poeta Mineiro, A fadinha Ruiva...puxa vida, tantos, tantos talentos..
    Parabéns...
    abraços a todos..
    Oswaldo

    Por Blogger Oswaldo Antônio Begiato, às 14 de outubro de 2008 17:14  

  • Marta é sempre um prazer ver meus poemas publicado por voce querida amiga poetiza no jornal O Rebate, é uma honra para mim,abraços

    Por Blogger lguns poemas com fundo, às 14 de outubro de 2008 17:41  

  • Marta,

    Amiga, sempre lindo seu carinho com todos poetas e poetisas, que estão aqui, iluminando seu jornal.
    Sendo reconhecidos por sua
    ALMA DE POETA.

    Parabéns!

    Por Blogger kate_kate, às 14 de outubro de 2008 19:33  

  • Joe,
    Lindo seus poemas, escreve sempre com muito amor...
    Deixando seu brilho no coração de quem ler.
    Suas poesias acalenta a alma e aquece o coração.
    Você...É SÓ AMOR...

    Parabéns!!!

    Beijos!!!

    Por Blogger kate_kate, às 14 de outubro de 2008 19:49  

  • ___Querida Marta!......"Eu Sou",.rsrs...terno e eternamente agradecido por mais esta oportunidd de aqui estar...
    Juntamente com tantos nomes que expressam a beleza da poesia!...
    _um bjo em seu coração!.
    Obridago!......

    Por Blogger Enemércio de Moura, às 15 de outubro de 2008 02:26  

  • lindo ficou amiga, beijos no seu coração. Adorei o sarau. Abraços aos amigos poetas que fazem parte e obrigada a vc pelo carinho.

    Por Blogger Kedma O'liver, às 16 de outubro de 2008 14:31  

  • Marta
    Sua sensibilidade, suas escolhas para mim é encantador, sempre que posso venho ler estas postagens.
    Deixo um grande abraço à todos e a você Marta por ser essa maravilhosa pessoa desejo todo o sucesso do mundo e que Deus sempre a ilumine.
    Abraços Poéticos
    Carlo Magno

    Por Blogger Imaginação, às 16 de outubro de 2008 18:19  

  • Olá Marta minha linda.Esse blog está lindo demais e muito delicado!
    Belas postagens de belos poetas!
    Obrigado por me conceder essa oportunidade de estar nesse pequeno e adorável mundo poético.

    bjos com mto carinho e admiração
    por sua conduta!

    Denise Flor

    Por Blogger Denise Flor©, às 19 de outubro de 2008 17:16  

Postar um comentário

<< Home