.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

A Poesia de Denise Pires!


Namorados

Quem verdadeiramente ama
Se entrega com paixão
Aprecia o bem amado
E lhe dá toda atenção

Gosta de sair juntinho
Num amasso bem jeitoso
Quando pára num escurinho
O beijo é pra lá de gostoso.

As mãos sempre atrevidas
Deslizam naturalmente
Provocando no amado
Um desejo bem ardente

Olhares, carícias e beijos
Coisas de apaixonados
Algo lindo de se ver
Um casal de namorados.

Denise Pires



Saudade

Fecho meus olhos
e me sinto em teus braços
Meus pensamentos voam
nas fantasias
Chego a sentir teus beijos
e teu perfume
Nesse momento nada me satisfaz
A saudade me devora
e meu coração chora
Me imagino com você
o passeio de mãos dadas
os afagos e o carinho
do teu abraço
Mas rapidamente sou tomada
pela ânsia
E na mais pura realidade
Apenas percebo a distância.

Denise Pires



Ontem

Ontem, foi dia de amor,
Foi dia de alegria,
Dia de paixão.
Mas ontem ,
Foi ontem,
passou.
Hoje, é dia de saudade
É dia de lembranças
É dia de recordações
Vivas, presentes, ainda.
Amanhã, é amanhã,
Não me pertence,
Não te pertence.
E nós?
Nos pertenceremos?

Denise Pires 19/09/09



O Amor

O amor é tudo na vida
É o riso sem sentido
É o frio na espinha
É a alegria desenfreada

É o brilho no olhar
O falar descompensado
É viver no mundo
da lua.
É sonhar mesmo acordado

O amor é belo
Feito um jardim em flores
Tempestada e calmaria
É um arco-íris
Com mil cores.


Denise Pires







Pedaços de mim

Retalhos que junto
e costuro
formando colcha
pedaços de mim
fragmentos
coloridos
pretos e brancos
porém unidos
com arte e dor
as vezes escolhidos
outras vezes impostos
mas todos reais
Pedacinhos de mim.

Denise Pires - 11/04/09



Sou mulher, meio menina

Sou mulher, meio menina
Faço mil coisas ao mesmo tempo
Canto, brinco e trabalho
Jogo palavras ao vento

As vezes, sou muito indecisa
Ciumenta, mas cheia de amor
Sou mulher, meio menina
Me entrego com muito ardor.

Falo o que penso, sou brava
Mas me derramo em carinho
Perdôo com facilidade
Sempre dou o meu jeitinho
Sou mulher, meio menina...


Denise Pires


AMO-TE

Amo-te e nem sei como aconteceu,
existem coisas que não se explica.
Só sei que você preencheu
todo o vazio de minha vida.

Revelo, como um segredo
que só pertence a nós dois.
Amo- te e nem sei como aconteceu,
quero amar-te agora e depois.

Meu coração te entreguei
transbordando inteirinho de amor.
Você chegou e me envolveu
com seu jeito encantador.
Amo-te e nem sei como aconteceu. . .

Denise Pires




Compro um Jardim

Cecília vendeu o dela
Eu quero comprar um pra mim
Um jardim com muitas flores
Com verde e todas as cores
Compro um jardim bem tratado
Com coqueiros e samambaias
Com cercaduras bonitas
Feitas de pingo de ouro
Nossa! Será que encontro?
Deve valer um tesouro.
Quero que tenha pedrinhas
Pequenas e também maiores
Também que tenha banquinhos
Para acolher os amores.

Denise Pires

Marcadores:

5 Comentários:

  • Minha linda Grande Poetisa DENISE PIRES!Parabéns pelo encantamento do Cantinho especialmente lindo"A POESIA DE DENISE PIRES!".Uma viagem encantada que adorei fazer,maravilhoso adentrar nas tuas poesias e percorrer junto esse caminho lindo!Beijos meus!

    Parabéns Grande Poeta MARTA PERES!VC É GENTE QUE BRILHA E FAZ BRILHAR!BEIJOS NA ALMA!

    Por Blogger Marisa, às 26 de fevereiro de 2010 18:43  

  • Prezada senhora,

    sou um homônimo, ou seja, meu nome é Denise Pires. Devido ao fato de não gostar do gênero, nem da qualidade das poesias desta pessoa, solicito gentil e encarecidamente que coloque algo referente a esta poetisa, como: local de nascimento, idade, etc que a desvincule de mim. Em tempo: sou Carioca e tenho 52 anos. Não dedico-me à poesia.

    Grata.
    Denise R M Pires

    Por Blogger DP, às 30 de maio de 2010 14:11  

  • Prezada senhora,
    Queira receber meus parabéns e meus pêsames!
    Os parabéns são pelo belo nome que tens. Tiveste a sorte de receber tal nome, nunca o desvalorize.
    Meus pêsames são por não se dedicar a poesia e desperdiçar tanta pompa ao falar. Teria sucesso se tentasse escrever algo útil. E, claro, por ter tido a infelicidade de gastar seu preciosíssimo tempo em requisitar meu perfil sendo que ele se encontra no jornal.
    Mas, como sou uma pessoa educada e de bom senso não me custa informar que resido em Itaperuna, estado do Rio de Janeiro, cidade por demais acolhedora, que, com certeza, a senhora ficaria apaixonada se conhecesse. Talvez até resolvesse começar a escrever poemas.
    Por fim, agradeço seu comentário, mesmo não sendo muito agradável e desconexo.
    Obs. Se a senhora não escreve, não consigo ver o canal que alguém faria entre o seu nome e minha poesia.
    Denise Pires

    Por Blogger Denise Pires, às 6 de dezembro de 2010 05:22  

  • Dêêêêê! Que foi isso, filha? Teve o azar de encontrar uma louca com seu nome, e por escolha ainda por cima. VC escreve bem demais pra ser confundida com alguém que nem escreve. Ela deveria estar orgulhosa de poder, um dia, por motivo nenhum, ser vinculada a vc, fofa.

    Por Blogger Bruna Geovanini Varniër, às 6 de dezembro de 2010 05:26  

  • E VC, SUA DENISE PIRES (PARAGUAI)...DEVERIA TER ORGULHO DE UM DIA, POR NENHUM MOTIVO, DE FORMA INJUSTA E TOTALMENTE ENGANADA, PODER SER VINCULADA AS LINDAS POESIAS DE MINHA FOFA DENISE PIRES *(SUPER DEMAIS)... LOUCA!

    Por Blogger Bruna Geovanini Varniër, às 6 de dezembro de 2010 05:27  

Postar um comentário

<< Home