.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Sarau Poético!

RETORNELLO

Nunca mais retornemos ao jardim
como rosas ou lírios ou alegres girassóis
nem como ave celebrando no cipreste
o renascimento infinito da plumagem
em forma de uma flor qualquer.

Soldados armados de ventos uivantes
passariam por lá como nuvens explosivas
e arrastariam nossas almas renascidas
para a invernada dos espinhos.

Retornemos ao jardim em forma
de esperanças e sonhos e quimeras
porque os ventos ceifariam apenas
nossas flores...
Mas não saberiam como levar
as nossas primaveras...

Julis Calderón



VERDADEIRO AMOR

ESSA ESSÊNCIA
É A BUSCA
ESSA REFLEXÃO
É A LUTA
ESSA EXPRESSÃO
É A REALIZAÇÃO
ESSA HISTÓRIA
É A POESIA
ESSA LIBERDADE
É A ALMA
ESSA FRATERNIDADE
É A FAMÍLIA
ESSA IGUALDADE
É O HUMANISMO
ESSA MENTALIDADE
É A LUZ
ESSA APREENSÃO
É O BEM
ESSA COMPREENSÃO
É A PAZ
ESSA RAZÃO
É A VIDA
ESSA LOGICA
É A ESPERANÇA
ESSA DECLARAÇÃO
É CORAÇÃO
ESSA CRIAÇÃO
É PAIXÃO
ESSA GRATIDÃO
É VERDADE
ESSA MANIFESTAÇÃO
É AMOR VIVO

CLAUDINHA POETA


Meu coração
Está cheio de ternura
contemplando
a vida que brota
ao meu redor...

É primavera.

É o renascimento da natureza,
Época de acordar para a vida,
de semear,de amar e se renovar...
sair do casulo, igual a borboleta,
voar na imensidão e admirar o
esplendor da vida desabrochando
no ar...

É época de amar!...


Maria Bonfá


Proseando...

Nos verdes

Campeio
Sem descanso
Zelando
Pelos campos
Que tem flores
Em arranjos
E letras
De encantos
Nos pássaros campineiros.
*
*
*
Sabor

Reza
O amor
Que sublime
É o beijo
Embalado
Na canção.
*
*
*
Vitória

A vitória
Traz-me conquistas
E a lembrança
Traz-me
Vitória.
*
*
*
Transito

A capital
Ta complicada
Mas eu tenho
A solução
Tu podes
Pedir uma pizza
Ou pegar um avião.

...........” Catarino Salvador “.


CONCHA E PÉROLA

Você cresce dentro do meu silêncio.

Se torna gigante e raro no meu peito
ocupando o vazio
que mora em mim.

Somos concha cúmplice
de aconchego quente...
metades que se completam.

Ando a vagar seu seu estar.
Fica perdido sem meu querer.

Ir e vir de apegos renovados.
Vazio de solitárias pegadas já apagadas.

Me rendo à suave entonação de seus cuidados
na gota do olhar
onde se entrelaçam luzes
e se encontram rotas de cintilação.

E é tão leve o brilho que nos acolhe e nos une
onde o meu sêr e o seu
não são senão pura concha e pérola
unidas no fundo do oceano.

Rosy Moreira


ESPERA -ME ATÉ AMANHÂ

No meio do nada
Da minha alma
Vago em sucessivas
Camadas de ilusão

Sinto seu amor de outras vidas
Silêncio repentino,calafrios
Prostrada nessa sua ausência
Que chora.

Só o vento embala me
Beijando meus cabelos
E nessa valsa de devaneios
Afino as cordas do meu peito
Grito em sons
De sinfonia maior

Espera- me
Espera me até amanhã

ManyPallo


Por cada coisa da vida.

Por cantar com os pássaros
aprendi a voar
Por namorar a Lua
aprendi a sonhar

Por chorar com a chuva
aprendi a viver
Por cair como as folhas
aprendi a levantar

Por correr com os ventos
aprendi a ser ágil
Por quebrar-me como as ondas
aprendi a recompor-me...

Por imaginar como as crianças
Aprendi a ser Mago
Por acreditar como o crente
aprendi a ter fé

E, por falar com o coração
aprendi a ser poeta...



Mando Mago Poeta



IN VERSOS

Meu amor não tem fronteiras
Nem esbarra em obstáculos.
É tramado sutilmente como
A mais perfeita das teias.
Abrange em ti o universo
Ao se exalar por meus sentidos
Quando me excede sem bloqueios.
Acende em mim a chama
Do que julgo meu inverso.

Não há inversos, são facetas.
Meu amor não tem reversos na medalha.
E quanto mais se agiganta, o meu amor,
Mais inversamente estas facetas
Se transformam em migalhas...

MARIA VALÉRIA REVOREDO



Arco íris da vida...

Se eu quiser que o céu seja cor de rosa
Vou morrer querendo
Não entendo,o céu é meu
É da cor que estou vendo

A rosa...não tem que ser cor de rosa
Pode ser vermelha,amarela ou branca
Não importa a cor...ela é bela
Perfuma e encanta

O sol então é amarelo?
No meu olhar,é da cor que eu quero
Pode ser um erro de cálculo
Com ou sem cor,é um grande espetáculo

O mar que cor será?
Azul,verde ou vermelho?
Guarda tantos mistérios
Pode ser amarelo

O luar...que belo luar
Em cada fase que está
O luar é dos apaixonados
Quando olha pra mim
Sua cor é carmim

O amor é incolor,você escolhe a cor
O meu tem cor desconhecida
Vou pintar o meu amor
Com a cor mágica da vida

Marisa de Medeiros



MÚSICA ALTA

Viver moldado e em grades
faz da vida forma inútil.
Os olhos do prisioneiro
inventam demônios da sorte má.
Encontra-se , na pousada dos tolos,
a liberdade da fala.
O que engasga o sábio,
é livre na mente do simplório.
Também... todo saber é provisório.
Dos rebuscados e metódicos escritos,
sobrou o que era grito.
Ninguém se lembra da conta
feita nos versos de alguém.
Somente...
o prisioneiro sabe quantas sílabas tem
o tal soneto perdido na poeira.
Quando grita, a palavra arranha a garganta.
É, assim...
cai com consonantais cantos grosseiros.
Dos ébrios, que sobem a escada,
o bafo é sentido ao longe.
Enquanto na alta montanha inatingível...
morre o sábio monge.
As femininas emoções estão revirando
os muros da impaciência...
dos antigos soberanos.
E, o prisioneiro reclama da música alta.

JULENI ANDRADE


Almas prontas.

não a teus olhos,
não verás nem ouviras,
a este, só meu coração,
e o som de Vida...

renascidos,
Almas prontas...

assistir?
não...

olhos a beber,
nossos...
surgindo por fim,

sem borrões,
divisões,paredes,
sem chaves,

sem gritos escondidos,

virás ...
sonho tão guardado,
tão rico,
tão sonhado,

luz,
no fim da tarde,
onde vivi ,
ali estive,

verdade saída do mar,
tocando a areia...
marcando...
é o sinal...
de teus pés presentes ali...

com umidade nos cabelos,
fios de ouro banhados...
o ruído do riso...
no presente!

vou morrer respirando ainda,
no primeiro calor de tuas mãos
e voltar a vida...no beijo,
fim de saudades!

depois?
ah...
a Nossa casa !

Leninha.Sol


Dueto- Descoberta

O dia parece tranquilo, de repente...
Nem os pássaros incomodaram o amanhecer
Com sua cantoria estridente
Creio que algo novo está para acontecer...

Um cheiro forte de flores no ar
Uma brisa suave que agita o jardim
Sol forte, céu azul reflete no mar
Um verdadeiro cenário sem fim...

Não é comum a calmaria no meu dia
Essa mansidão é de assustar
Talvez o cenário já houvesse
Eu, em minha turbulência, não pude notar...

Vivemos em um tempo agitado
Só buscamos a razão do ser
O encanto e a magia deixamos de lado
Olha que lindo mundo pra viver!...

Hoje, ao acordar decidida ao amor
Encontrei, na vida, alegria
Assustei-me com a beleza e sabor
Que posso ter em meu dia...

Agora, tempos antigos ficaram para trás
Está consumado o que iria acontecer
Descobri, farei o que o mundo não faz
Vou Sonhar, sentir, Amar e viver!...

(Juleni Andrade & Dolandmay)



Pétalas de Carinho


Falei à flor
De Sua beleza
E quis saber o mistério
Do seu perfume...
Uma pétala
Ela abriu sorrindo
Como quem diz:
Ame o jardim
Que te rodeia
O sol que te ilumina
Faça o outro feliz
E deixe que seu perfume
Contamine...
Esqueça os espinhos
Que estiverem por perto
Receba seus amigos
Como recebo
Os passarinhos
Ame-se!
Faça de sua alma
Pétalas de carinho.

(Sirlei L. Passolongo)



No céu o arco-íris
Embrulho em
sonhos rosa
Fitas verdes de esperança
Dou dois laços
de alegria
Para colorir teu dia!

Verluci Almeida


“ Esses seus lindos olhos meus ”

Olhos que me fitam e num sorriso
Beija a minha face e acaricia
Como se fosse uma profecia
Leva-me ao éden... ao paraíso

De um brilho fulgente, chamejante,
Abarcado de desejos sensuais
Insaciável como os procelosos vendavais
Labeiam-me de um modo excitante

De um castanho que entorpece
Que me acolhe e me abraça
Repleto de indulto e graça
Como a inscrição de uma prece

Esses seus lindos olhos meus
Encandeiam o meu ser
Como o sol no alvorecer
És mais uma obra de Deus

Sérgio Murilo


ME FAÇO EM PEDAÇOS,
PARA TE AMAR POR INTEIRO!!!

(POR:RAUL DIAS)



Todo o meu carinho...


Vem aconchega-te,
Te direi em segredo
Aonde leva este meu doce encanto...

Aprecie meu sorriso...
E doce olhar que te lanço,
Mas cuidado para não se apegar muito...

Cada palavra,
Cada gesto,
Cada toque...
Serão dados com muito carinho.


Paty Padilha


VIDA DA MINHA VIDA

Me acompanhas dia e noite tuas lembranças que atiça
Saibas que meu pranto é um julgamento
Sempre que choro estás sendo julgado por Deus pela injustiça
Perder é aceitar o sofrimento,é morrer cada momento
Chorar é bater à porta de Deus pra buscar as esperanças e a justiça

Trago o coração petrificado pela dor da solidão sem limite
A noite trás a tristeza que não se deve atravessar a sós sem norte
Sua ausência aumenta minha saudade e penso em te ver embora o evite
Que desaba sem que eu possa segurar numa fantasia que nada aborte

Sucede que mesmo distante estás sempre presente
Em meu coração e no meu pensamento
Toda vez que eu digo nunca mais falo impunemente
Não resisto e volto atrás pelo sofrimento
Se não voltar, vida da minha vida,o que vou fazer tão carente?

(Maria de Fátima A.Guimarães)



Conectados de Corpo e Alma


Aguardo avidamente,
Pelas suas mãos experientes,
Percorrendo todos os meus contornos.

Sua voz deliciosamente maliciosa,
Sua boca úmida e sedenta,
Almejo ser tua amada.

Nosso encontro já foi marcado,
Meu corpo estremece inteiro,
Imaginado nos dois nos amando.

Entregando-nos completamente,
Conectados de corpo e alma.


Paty Padilha



“Minha vida sem você”

Não consigo sobreviver
Sem ter você ao meu lado
O coração descompassa
O mundo fica muito complicado

Minha vida sem você
é uma noite sem luar
é ter olhos e não enxergar
é ter amor e não poder amar.

Como é triste ficar triste
Sem fazer a vida acontecer
Estou quase perdendo você
Não sei mais o que fazer.

Meu coração agoniza
Isolado do amor e esquecido
Não respeitaram meus sentimentos
estou abandonado, ferido...e traído.

(amaropereira)

Marcadores:

9 Comentários:

  • MARTA,
    PARABÉNS PELA PÁGINA!
    SINTO-ME HONRADA...
    POR MEUS ESCRITOS COMPARECEREM EM TAL ESTADIA.
    AGRADEÇO O CARINHO.
    ABRAÇO.

    Por Blogger JULENI ANDRADE, às 4 de setembro de 2009 12:02  

  • MINHA LINDA GRANDE POETISA MARTA PERES!
    É sempre indescritível a emoção que sinto ao vir no O REBATE e me deparar com a beleza que você proporciona aos leitores...um Festival de Encantamento...me toca profundamente de ler tanta gente linda...inenarrável a felicidade de estar entres eles.Obrigada!Esse carinho não tem preço...como não tem preço o SER HUMANO incrível que vc é.Que Deus continue te iluminando e que vc seja muito feliz!Vc é um arco íris de amor.
    Parabéns pelo incansável trabalho e o brilho que carrega no coração!Te adoro!Beijos na alma!

    Por Blogger Marisa, às 4 de setembro de 2009 12:04  

  • PARABENIZO DO FUNDO DA ALMA A TODOS OS POETAS E POETISAS QUE ENCANTARAM LINDAMENTE ESTE "SARAU POÉTICO" E A GRANDE MARTA PERES QUE TORNOU POSSÍVEL ESSE ESPETÁCULO! BEIJOS MEUS!

    Por Blogger Marisa, às 4 de setembro de 2009 12:25  

  • "...Por cantar com os pássaros
    aprendi a voar
    Por namorar a Lua
    aprendi a sonhar..."

    Marta Peres; grande poeta e Ser humano a quem aprendi a respeitar e admirar...
    Os versos do Mando Mago Poeta, são para ler e flutuar (não querendo rimar, mas já rimando rsrs)
    Prabéns a todos os poetas que lí aqui; suas escolhas sempre indescritíveis...
    Obrigada linda Pessoa por tamanha sensibilidade!
    E por este espaço impar!
    Beijos n'alma querida.

    Nil

    Por Blogger Nilzinha Nil, às 4 de setembro de 2009 14:34  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger Nilzinha Nil, às 4 de setembro de 2009 14:46  

  • enquanto a lua iluminava o quintal,
    meus sonhos iluminavam meus olhos,
    Esqueci de tudo ao meu redor,
    e escrevi alguns versos...

    Não imaginava que o som
    de uns versos singelos
    alcançassem tantos corações,
    e viessem ser iluminados aqui,
    la luz dessa constelação!

    Mando Mago Poeta 21:56 4/9/2009

    sinto-me honrrado e feliz.
    Grande abraço fraterno
    Minha adorável amiga poeta!

    Por Blogger Mago, às 4 de setembro de 2009 17:58  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger Dolandmay, às 4 de setembro de 2009 20:35  

  • Minha Amada Poetisa Marta Peres!
    Amo seus Carinhos!!! Tão feliz!
    Obrigado!


    O beijo!

    “... Dou-te beijos na alma,

    porque à boca, com o tempo,

    esquece o gosto...!”


    (Poeta- Dolandmay)

    Por Blogger Dolandmay, às 4 de setembro de 2009 20:37  

  • É sempre um enorme prazer, vizitar este espaço de carinhos e conhecer mais e mais talentos, parabéns aos poetas e poetisas presentes, por embelezar novamente este sarau, grato marta, adoravel poetisa e linda amiga, por dar-me esta honra.
    abraços a todos...
    C. ..

    Por Blogger Catarino, às 5 de setembro de 2009 07:28  

Postar um comentário

<< Home