.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Por Antônio Poeta!

REAL OU VIRTUAL... QUAL O MAIS LESIVO?
(09-08-2009)

Confesso que não raras vezes me surpreendo por cá, com um sobressalto desses que acomete a todos nós, tipo assim: ‘Que dia é hoje?’. ‘Não foi hoje que eu combinei com fulano de (...)?’. A partir daí é que eu vou filtrar se esse compromisso assumido era do meu mundo real ou do virtual. Ultimamente os meus todos têm sido compromissos de web. Por mais que eu tente comparecer menos por aqui (net), não consigo, pois são muitas as obrigações assumidas em nome do Portal Antônio Poeta.

Mas, voltando à análise do melhor (pior se o real ou o virtual?), vou-me restringir a falar das coisas adversas, nocivas, e de suas causas, pois das coisas boas não precisamos falar, bastante apenas o que delas já temos sorvido.

As duas ferramentas de maior uso hoje ofertadas para relacionamento virtual são o “MSN” e o “ORKUT”. O MSN é usado depois de se supor que já se conhece a pessoa (como se tal fosse possível). O Orkut oferece uma segurança falsa ou um pseudocertificado de certeza quanto ao conhecimento das pessoas, seja a segurança de que “alguém existe”, a considerar a aparente existência de um álbum de imagens ou fotografias supostamente verdadeiras, assim como “inúmeras informações pessoais aparentemente plausíveis”.

Mas na verdade, em qualquer destes “bancos de dados virtuais” é teoricamente possível a ocorrência de ‘burla’, ‘fraude’ ou ‘simulação’ que podem levar ao crime virtual mediante a 'criação de criar' perfis falsos ou fraudulentos, como se autênticos fossem.

São inúmeros os transtornos causados por crimes praticados pelos fackers e hackers nesta área, elevando cada vez mais o índice de insegurança existente na vida dos internautas autênticos ou reais. A Polícia Federal já há algum tempo vem tentando retirar definitivamente o Orkut do Brasil, pois ele é responsável por 90% dos delitos virtuais hoje produzidos no nosso Espaço Web. Mas, por que ainda não conseguiram?

De imediato, eu diria que pelo fato de se tratar de um país como o Brasil, onde os desmandos dos que detêm o poder do capital nas mãos sempre prevalecem, em detrimento dos interesses socioeconômicos que prestigiam o ordenamento legal vigente. Não se pode esquecer de que a dona do Orkut é a mundialmente conhecida e poderosa Google.

As autoridades públicas – embora exijam tão somente controle por parte da Google no tocante a quem navega pelo Orkut – não conseguem êxito, e não o conseguem exatamente porque isso não interessa a Google comercialmente, ou melhor, isso vai de encontro aos interesses mercantilistas desse holding no mercado da informática.

Esse controle seria por demais simples, bastando que para abrir uma conta que dá acesso aos serviços oferecidos por eles, como o Orkut, o gmail, o blogger, o picasa e outros, fosse obrigatório o fornecimento do CPF, que seria cruzado com as informações da Receita Federal, confirmando ou não a existência daquela pessoa, e ainda, impedindo que uma mesma pessoa tivesse mais de uma conta em qualquer desses serviços on line.

Então, o amigo leitor dirá: “Mas, de fato, se parece ser algo tão simples, porque a Google, não adota tais medidas?”. Tanto a Google (Orkut) quanto a Microsoft (MSN), quando sentam com outra empresa para negociar a veiculação de publicidade em seus Sites, vêm municiadas de estatísticas, sendo a principal para esse tipo de negócio (publicidade), a carteira de clientes que essas empresas de web possuem. O Google e a Microsoft mentem aos seus anunciantes, mostrando a estes o total de clientes de suas respectivas carteiras, só que entre esses milhões de usuários que aparecem por lá, muitos nunca irão ver o comercial da empresa anunciante, pois são pessoas que saíram e não excluíram seus perfis (contas) e, principalmente, aqueles de caráter duvidoso, que mantêm 10, 20 ou 30, e alguns até mais dos chamados perfis fackers.

Recentemente, o Orkut vem dificultando e limitando a troca de scraps entre seus usuários, bloqueando seus perfis para tais envios, óbvio, que sabiam eles (que de bobos não têm nada), que imputar esses bloqueios à ação de terceiros, conduziria as pessoas a criarem novos perfis. E para fugirem de tais limitações impostas e, com isso, mais e mais aumentaria a sua “carteira de assinantes”.

Esse ‘negócio’ de bloqueios para troca de scraps e a conseqüente corrida de todos nós orkutianos a criar novos perfis, aumentou tanto o número dos supostos clientes do Orkut, que ele já começou a veicular constantemente anúncios em nossas páginas... Já imaginaram a grana que está rolando para o bolso do império da Google? Grande jogada de marketing, não acham?

Resumindo, moralizar esse setor é supostamente anticomercial para esses gigantes da Internet e, sendo assim, assim permaneceremos à mercê desses piratas virtuais do mal (fackers e hackers), que continuarão a lograr êxito de conveniência nas costas da população do bem, violando suas quietudes emocionais e, algumas vezes, até lhes causado prejuízos materiais e morais.

Concluindo: Do jeito que estão as coisas hoje no virtual, eu me sinto bem menos lesado e mais seguro no mundo real, pois lá ao menos eu vejo meus inimigos cara-a-cara!

Antônio Poeta

Marcadores:

17 Comentários:

  • Oi!

    Poeta Antônio,
    Infelismente é nossa realidade virtual.

    Tenho as mesmas preocupações.

    "ALERTA"
    Um relatório Real de nossa Vida Virtual!

    Parabéns!

    Beijos!!!

    Por Blogger kate_kate, às 19 de agosto de 2009 11:42  

  • Boa Tarde Poeta!
    O que disse é de fundamental importância.
    Somos lesados, somos invadidos, um abuso sem limites, por pessoas de má índole e que nos fere profundamente.
    Não estou mais presa ao mundo virtual e quando isso acontece,a primeira coisa que pleiteio é ver o rosto de quem fala comigo.
    Não mais frequento msn e ando mto desanimada com a net.
    Quero cumprimentá-lo por tão necessária iniciativa.
    Parabéns meu poeta e amigo!!!
    Márcia

    Por Blogger Márcia, às 19 de agosto de 2009 12:16  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger Maria Barros, às 19 de agosto de 2009 13:05  

  • Há muito estou sabendo dessas informações aqui lidas e confesso que estando eu impedida há um tempinho de comunicar-me continuamente com meus amigos ditos virtuais, os quais tenho muito respeito e que, costumo antes de adicionar um pedido, pesquisar o máximo de informações possíveis..., até hoje não tive dores de cabeça com meus amigos, mas já presenciei atos que me fazem ter certeza que aqui é tão real tanto quanto. Porém, tenho a absoluta certeza que saberei esperar e se caso perder meu perfil, não penso em abrir outro, pelo menos enquanto houver essa pouca vergonha e desrespeito com quem está aqui para ter amigos, divulgar arte e ser feliz.Também não era para esperar outra atitude, dos donos..., do mundo! rsrsrs
    Canso de receber scraps com vírus, não os abro, é claro..., mas o orkut não os manda para o spam... Essa é a maior prova das más intenções deles...
    Amei o que Você escreveu Antônio!!! Gostei mesmo e você está de parabéns com seu texto muito bem estruturado!

    Bjinhusss da amiga, Maria Barros

    Por Blogger Maria Barros, às 19 de agosto de 2009 13:07  

  • Meu lindo Grande Poeta ANTÔNIO POETA!
    REAL OU VIRTUAL...QUAL MAIS LESIVO?
    Bravo!Lí e reli algumas vezes.Texto bastante reflexivo.É realmente tudo que acontece nesse mundo,quer REAL OU VIRTUAL,penso que tudo isso deve-se a falta de valores tão frequente nos nossos dias.Acredito no SER HUMANO...que é o que é...não há fugir...infelismente o valor do SER...vem sendo substituido pela sede insaciavel do TER.isso é triste e nocivo para o mundo.
    Meu lindo!O bom é saber que dentro de tudo isso...existe pessoas como vc!Obrigada por ser meu amigo!Te adoro!Beijos no coração!Lutemos!Parabéns com louvor!

    Por Blogger Marisa, às 19 de agosto de 2009 13:12  

  • Minha linda Grande Poetisa MARTA PERES!
    Parabéns pelo seu trabalho e por nos presentear com Textos de tão profunda reflexão!
    Te adoro!Beijos na alma!

    Por Blogger Marisa, às 19 de agosto de 2009 13:15  

  • Aí poeta, concordo em número e grau, tudo ocorre para engrandecer o mundo dos'negócios', e nós, inocentemente alimentamos este golpe. Mil vezes parabéns pelo texto. Abraços poéticos. Joana Rodrigues

    Por Blogger O DOM DE AMAR - Fagulhas de Amor, às 19 de agosto de 2009 13:32  

  • parabens poeta. fundamental, real, reflexivo. infelizmente a musica toca e muitos dançam. eu sempre dei minha cara a tapa, por instinto de lealdade aos grandes amigos que neste dois veículos citados. não escondo quem sou nem a que vim. sempre digo aos amigos, se queres a verdade pergunte pois eu não sei mentir. esta pouca vergonha do orkut já passou do ponderável. enfim poeta que seu grito ecoe grandemente. beijo-te as mãos pela arte de poetar e gritar.

    Por Blogger >>CASSIA DA ROVARE<<, às 19 de agosto de 2009 14:05  

  • Bom dia Poeta!!!
    Parabéns pelo texto...concordo quando vc se refere a nossa vulnerabilidade à insegurança virtual a qual nos deparamos a todo momento.Devemos redobrar a atenção com o que chega pra nós e ocupar cada vez mais os espaços virtuais com atividades culturais que venha somar para o cohecimento dos usuários. Assim como vc fez criando o Portal Antonio Poeta!
    Parabéns mais uma vez Poeta!
    Luz sempre para vc!

    Por Blogger Gotas de Poesia, às 20 de agosto de 2009 03:18  

  • CONCORDO E ASSINO EMBAIXO DE TUDO QUE VC DISSE MEU POETA QUERIDO! INFELIZMENTE A SOLIDÃO ESTÁ FAZENDO COM QUE MAIS E MAIS PESSOAS CONFIEM CEGAMENTE NAS CILADAS DA INTERNET EM TODOS OS SETORES! NÃO SEI SE EXISTE POSSIBILIDADES DE MELHORAR E CONTER AO MENOS UM POUCO OS VIGARISTAS DE BURLAREM A CONFIANÇA ALHEIA POIS O MUNDO VIRTUAL É TÃO GRANDE QUE ACHO DIFICIL SABER COMO CONTER OS ABUSOS! MAS VAMOS CONFIAR QUE UM DIA CHEGAREMOS LÁ! BEIJOS
    HELENA LINS!

    Por Blogger HELENA, às 20 de agosto de 2009 14:51  

  • Excelente texto. Bem fundamentado e calcado em situações reais que explicam toda engtrenagem e funcionamento desta máquina virtual chamada internet e seus doois maiores donos -Google e Msn. Mais uma vewz amigo vc mostrou que poeta também tem que ter informação e quer pode ser um formador de opinião.
    Parabéns pelo seu texto.
    Parabéns ao jornal O Rebate que abriu espaço pra quer vc publicasse seu texto.
    Um grande beijo.

    Por Blogger Vera Helena, às 20 de agosto de 2009 17:03  

  • Caro Poeta hoje em dia posso dizer que me desapeguei um pouco desse mundo virtual,pois diante de tantos absurdos acabei desanimada.
    Perdi meu perfil e tudo que havia na comunidade postado ja alguns anos,tentei procurar ajuda e nao consegui respostas,me senti lesada...diante disso venho cda vez mais me distanciando deste mundo virtual.
    Parabens pelo teu texto,consegues traduzir o nossos sentimentos,um pedido de socorro as autoridades....abs poeticos

    Por Blogger Nolivia, às 22 de agosto de 2009 03:20  

  • Parabens tambem a minha querida Marta Peres,és uma pessoa incrivel,dedicada aos amigos e a esse mundo poetico ,tenho muito carinho e respeito ao teu trabalho....abraços de sua amiga de sempre

    Por Blogger Nolivia, às 22 de agosto de 2009 03:24  

  • Meus parabéns amigo Antonio Poeta!
    Engraçado, ainda hoje eu coloquei o assunto no forum do Luabella sobre os cuidados que temos que ter na net. Relatei casos que aconteceu comigo e pedi que quem tivesse sido logradas que relatassem para que todos fiquem sabendo e aprendam a se defender.
    Me desculpe meu amigo, mas vou roubar essa sua cronica e vou inteirar aos meus pupilos(as) RSRSRS.
    BEIJOS
    DULCINEIA EXEL
    LUABELLA SEMPRE AMANDO

    Por Blogger LUABELLA, às 28 de agosto de 2009 21:46  

  • Graça e paz!

    Precioso Poeta Antônio, meu nobre amigo, é de se lamentar uma série de fatos que ocorrem no mundo virtual. No entanto, nós podemos fazer a diferença no exercício de nossa nobre postura.

    Belo e expressivo texto, o qual no seu âmago mostra a realidade presente.

    Que Deus permaneça abençoando a sua vida, em todos os sentidos, e que sempre possa nos contemplar com mensagens de real valor.

    Deus seja louvado1

    José Bonifácio

    Por Blogger josebonifacio, às 31 de agosto de 2009 23:00  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger hortencialopes, às 1 de setembro de 2009 16:40  

  • Meu amigo talentoso Antonio poeta
    Li o seu texto e achei muito significativo.Pois relata fatos que acontecem e causam danos e prejuízos no contexto virtual.
    E nos alerta sobre inúmeros perigos.
    Mas por outro lado nos possibilita
    interagir e levar cultura e difundir conhecimento.
    E auxilia o real e tranforma e amplia a visão.
    Todavia, temos que ter cuidado tanto no mundo real como no virtual!

    Parabèns!

    Beijos

    Por Blogger hortencialopes, às 2 de setembro de 2009 11:44  

Postar um comentário

<< Home