.

sábado, 29 de agosto de 2009

Constatação


Constatação

Assomava aos meus olhos uma lágrima
e da boca palavra de perdão. Distância
tapou ouvidos, orgulho machucou coração.
E o pranto jorrou do peito explodindo
soluços! Calada deixei passar o tempo
e suavizar a dor. Nada poderia ter dito.
Por que calei naquele dia? Pensamentos
mudos passavam pela cabeça, só ouviu
o que quis. Caminhos bifurcaram
e não se encontram.

Marta Peres

Marcadores:

1 Comentários:

  • Graça e amor!

    Marta Peres, minha preciosa poetisa, como amei "Constatação"; onde a pureza dos sentimentos é delineada com maestria.

    Amo esse estilo de composição. Sim, porque o mesmo nos conduz a instantes de grandes êxtases poéticos.

    Parabéns! Fantástico!

    José Bonifácio

    Por Blogger josebonifacio, às 31 de agosto de 2009 23:14  

Postar um comentário

<< Home