.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Arte da Poesia!


Carência

Quando nasce a manhã e o sol
ardente entra pela janela deslumbrando
o olhar, precinto visão de nova aurora.

E o medo desaparece, já não existe
e a tristeza acaba, dúvidas se transformam
em certezas. Docemente renova a alma
desabrochando a emoção, assim como

o desabrochar de uma flor. Encantamento
no sentir um vivo pulsar do coração batendo
feliz, na convicção de que o amor é mágico
e carregado de luz.

Momentos felizes a quem carente se um bem
chega inesperado, brota alegria e agradecimento
mudo transformando lágrimas de dor em sorriso
de plena felicidade.

Marta Peres



Deixa Que Eu Lhe Fale

Escuta, deixa que eu lhe fale,
sempre lhe amei e ainda lhe amo,
não com arroubos da juventude
mas com a calma da maturidade.

Fomos felizes eu sei, nosso amor
admirado por muitos causava elogios,
e era tão bom andarmos de mãos dadas
pelas ruas. Onde foi que nos perdermos?

Tudo fiz para fugir da rotina pois meu amor
por você me deixava feliz sorrindo todo
instante. Onde foi que errei? Foi a vida
a causar nossa separação? Eu lhe amo.

Ouça nossa canção, é tão linda! Quando
a ouço pronuncio seu nome e meu coração
se enternece, todo espaço ao meu redor
se envolve em melodia, a solidão se vai.

Marta Peres



Viva a Primavera

O mundo vestiu-se de flores
das mais diversas cores, coloriu,
enfeitou-se, corações sorriram
felizes, na entrada da primavera.

E a primavera deu sinal...sorriu
em verdura, a rosa lilá se abriu
perfumando o jardim, o som
de uma melodia encheu o lugar.

Soluços graves de um violino
na tarde de inverno caíram
no meu jardim, a rolinha
lá no ninho esticou o pescoço

acariciando seus dois filhotes.
E a primavera vinha chegando,
a vida se abria em sorriso,
felicidade solta no ar.

É primavera a chegar!
Viva a Primavera!

Marta Peres




Amo-te!

Ah, amor, bem amado meu, amo-te
com toda força da min’alma, acredite,
é o que lhe peço. É um amor tão grande
que chega doer no peito de tanta alegria.

Sinto-me feliz e forte para continuar
minha caminhada quando está comigo,
se diz que também me ama ou sorrindo
toma minhas mãos e beija meus lábios.

E minha vida se desperta de contentamento,
meu corpo treme de emoção, acredite, amo-te
ser adorado, vejo meiguice em seu olhar
e bondade em seu coração quando me fita.

Amo-te, e quero lhe dizer que é meu único
e verdadeiro amor, sou feliz assim com você
e jamais me cansarei de lhe dizer: Amo-te
e minha vida perde o sentido sem você, amo-te!

Marta Peres


Embarcação

Nesta noite o mar estava calmo,
do convés sentia sua solidão olhando
o flutuar da lua por sobre as águas,
extravagante e bela, terna mostrava-se
sentindo alvo das atenções. Suspirava
de amor entoando melodia nas cordas
de sua lira. E eu implorava, mendigava
um pouco de amor, rogava aos seus pés
gemendo de dor. E você não me ouvia!
A dança das águas cadenciava embarcação,
a lua flutuando no meio do mar já não cabia
em si de contentamento, sentia-me enjoada
por pedir a esmola do seu beijo. Minha alma
em retalhos chorava o desejo dos seus braços
num abraço quente, um olhar doce, ardente...

Marta Peres




Que Abandono!

Chuva mansa caiu toda noite, uma indolência
serenava deixava-me ouvir sem no entanto
conseguir levantar-me, mansamente chovia
lá fora, tranqüila tentava acalmar-me, a chuva.

Doce cantilena dos pingos numa conversação
fastidiosa, arenga me deixava mole estirada
ao leito. Que abandono! Solidão dentro
da noite fazia em pedaços o coração.

Solenemente me virava sobre lençóis alvos,
sonho tentava envenenar a alma e eu evocava
seu nome sem vontade de me levantar, apenas
muralha via entre nós, em névoa lhe pressentia.

O vento estrondava as janelas dizendo: o mundo
inda gira, o tempo corre. Minha vontade amolecia,
agarrava-me ao leito sem ânimo apenas ouvindo
cantiga enfadonha, da chuva mansa que caía.

Marta Peres

Marcadores:

2 Comentários:

  • MINHA LINDA GRANDE POETISA MARTA PERES!
    Viajei com vc num show de beleza e arte que é te ler...Vc disse:O "AMOR É MÁGICO E CARREGADO DE LUZ"...eu digo: VOCÊ É O AMOR!Tenha certeza disso.Nada diria o respeito,admiração e amor que sinto PELA POETISA E PELO SER HUMANO RARO QUE É A MARTA PERES.Obrigada por vc existir e fazer acreditar que vale a pena viver!Parabéns!Te amo!Beijos na sua alma clara!

    Por Blogger Marisa, às 4 de setembro de 2009 12:19  

  • LINDO TODO TEU VERSEJAR MARTA!
    "ABANDONO" MEXEU TOCOU-ME A ALMA...
    AGRADEÇO-TE PELO BELO TRABALHO INCANSÁVEL COM A GENTE. MUITA LUZ E MUITAS LINDAS INSPIRAÇÕES NESSE BELA ALMA TUA.
    UM ABRAÇO COM CARINHO E ADMIRAÇÃO.

    Por Blogger D'Flor, às 13 de setembro de 2009 19:57  

Postar um comentário

<< Home