.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Saudades


Saudades

Saudade que foi um sonho...
mas que acordei.
Saudade que me fez voltar ser criança,
moleque travesso que mil travessuras fez

Saudades de você menina,
doidinha de olhos azuis,
cabelos loirinhos e cacheados...
A menina do pote de mel.

Saudade que retrocedeu no tempo...
Levou-me á moleque outra vez,
que voltou a sorrir e brincar...

Saudade de quantas loucuras
jamais imaginadas e risadas gostosas
viagens sem fim pela infância...

Saudade de ter que mergulhar
em realidades vividas...
Porém de ter que acordar
para viver o meu presente...

Saudade de saber que são saudades...
Lembranças de um tempo feliz,
sonhos apenas e nada mais.
Saudades de um menino que cresceu.

Acordei...

Não sonharei mais saudades...

(Joe Luigi)

Marcadores:

3 Comentários:

  • Obrigado pelo carinho amiga Marta.
    Sinto - me honrado de mais estar aqui entre grandes poetas e poetisas.

    Beijos

    Joe

    Por Blogger Joe, às 7 de julho de 2009 19:15  

  • Marta,
    Como sempre,as postagens são maravilhosas, o poema "Saudades" é lindo.

    Joe luigi,
    Parabéns!!!

    beijos, beijos,!

    Por Blogger Mary, às 7 de julho de 2009 20:41  

  • Bélissimo o Poema "Saudades",estas de Parabéns como sempre Joe!
    Teus Méritos em relação
    a esse Poema como em todos que ja li,sendo
    reconhecido se traduz numa grande verdade...És
    um Poeta Simgular e Nato!
    O desfecho desse Lindo
    Poema é Lindo!
    bjossss....
    Vânia Z.

    Por Blogger Vânia, às 9 de julho de 2009 04:51  

Postar um comentário

<< Home