.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Poetisa Rosangela Lopes


Sonhos de amor! Rosangela Lopes ( Rô Lopes )
descreve nos versos com leveza e encantamento.
Sonhos de amor! Quem não os tem?
Nos sonhos de amor nos alegramos indefinidamente.
Lendo Rô Lopes sentimos a fragrância do perfume
que o amor espalha.
Parabéns Poeta!

Marta Peres





PERDA DA ILUSAO
.
Meu corpo te deu prazer
Fiz-te nas nuvens navegar
Soube tanto te_envolver
Somente por muito amar
.
Você fez-me sonhar
Enveredando minh_alma
Ensandeci sem questionar
Meu corpo teu prazer
Teu corpo minha calma
.
Em frenesi fez-me sonhar
Acreditar não ter fim nosso amor
Para em seguida abandonar
Sozinha abraçada com a dor
.
De tristeza minh_alma sangrou
Fustigou-me fracionando coração
Meu mundo em tropeço desmoronou
Minha companhia é a desilusão
.
Entrega... Corpo.. Alma...
Navegar no mar da destruição
Guiada pela ressaca
Sem prazer...
.
Desilusão!
.
Rô Lopes





SOPRO DA SOLIDÃO
.
Nesta noite quente
faz frio em minha alma.
Os olhos não abrem,
não brilham como antes
As pálpebras pesam
cerrada pelo peso
da pena do “meu eu”.
.
Dentro de mim chove
saraiva.
.
Está um frio gélido
onde rosas congelaram
na essência.
Sem perfume... Cálida...
.
O vigor da mulher
chora pérolas rubras pelo
frio da paixão
que morreu sem amar...
Nevando dentro d_alma
O sopro da solidão
.
Rô Lopes



AS PÉROLAS E A SOLIDÃO
Choveu pérolas
No pranto dos meus olhos
Onde tentou recolher
Com o perfume
Dos teus lábios
Já sem tempo...
Lágrimas desdobradas
Pelas ranhuras da solidão
Que angustiante teima
Em fazer morada
No silêncio da memória
E onde sombras
Concentram-se na penumbra
De flores que não se abriram.
A solidão ficou...
As pérolas... De tão só...
Nas asas do pássaro sem rumo...
Esvaíram!
Rô Lopes




BAILAR DOS SONHOS
Meus sonhos dançarão
Na retina dos seus olhos
Como a brisa da manha
Acaricia as flores nos jardins
Para que nunca se esqueça
Que o mais lindo
E o mais colorido dos sonhos
Está onde muitos enxergam
E só eu posso ver
É tão somente o mais cândido...
E esperado sonho
O sonho... Sonhado...
Desejado...
Você!
Rô Lopes


ECOS DO PASSADO
.
Tempos idos eu sentava
no banco da praça e alegre
olhava para os viandantes.
Via tudo com o olhar da graça,
feliz, alegre e radiante...
.
Brincava com os raios do sol,
sentia a ternura das estrelas,
bronzeava-me com o clarão da lua
apanhava flores no jardim
e saia cantarolando pela rua.
.
Entrava no coreto
tentava imitar um menestrel
Sorria de mim
Porque eu recitava
“A media luz”
De Carlos Gardel
(gosto semelhante)
O tango e o chapéu
...
Repentinamente meu corpo
era acariciado pela chuva,
a brisa sorria mansamente
dando lugar ao vento,
serenamente via as horas
no relógio da praça,
mas... Não tinha pressa,
vivia intensamente
estes momentos.
.
Ecos do passado...
Ingênuas recordações a contento
Na introspecção de mim
Senti descortinar
Que posso ainda ter
Diferentes matizes
Lindos...
Eternos momentos
Felizes.
.
Rô Lopes

NO SILÊNCIO... SOLIDÃO
Sem perceber...
Fechei no silêncio de mim,
As portas do meu ser,
As janelas de minh'alma.
Sem perceber...
O silêncio da solidão,
Vagarosamente,
Absorveu meus sonhos,
Tomando lhes o lugar.
Solidão... Companhia amarga... Fiel.
No silêncio de mim mesma,
Ouvi o sussurro do vento,
Como uma voz querida,
A me chamar...
Os passos das folhas secas,
Como que caminhando,
Em minha direção.
O murmúrio do ribeirinho,
Como que entoando sonatas
Ao luar...
No silêncio de mim...
Ouvi o som da chuva,
Mas...
Eram lágrimas do silêncio.
Tão distante,
Dentro do meu eu,
Não senti que dos meus olhos,
Saiam as lagrimas
Que buscavam acordar-me,
Fazendo cócegas no coração.
No meu silêncio de mim.
Medo de voltar à vida...
Sofrendo a dor da solidão!
Rô Lopes



UMA JANELA
Fez-me prisioneira
e cativa do seu amor.
Minha alma foi
subjugada a sua alma.
Fez tudo que desejou
...
E se foi
Hoje... solitária
Fico diante das grades
de uma velha janela
para reconhecer o mundo,
vendo a possibilidade de
reaprender a ser feliz!
Rô Lopes

TAL COMO O VENTO
.
Sinto-te tal como sinto o vento
Suave, intenso, ágil, ameno
Depende do momento
Assim também é meu amor por ti
Meu sentimento
.
Seu silencio, sua fala, suas ternas mentiras
Mechem comigo assim como o vento
Num redemoinho de constante conquista
Arrasta sonhando tal qual pensamento
.
Sou tua ou não sou,
É uma incerteza quase um enfado
Pois é vulnerável tal qual vendaval
Mesmo assim te amo...
Desejo-te a meu lado
.
Se um dia mudares ao rumo norte
E te fores para longe de mim,
Volúvel qual folhas ao vento forte
Sonharei contigo ate meu fim
.
Lembrarei dos seus beijos das carícias
Nossos momentos
Trocados na brisa e no embalar do vento
Com certeza é o que levarei do passado
Será companhia de todo momento
.
Você... Será uma saudade!
Meu único amor...
Minha mais linda ilusão...
Tormento e pecado
Você... Constante em meu pensamento
E... No coração para sempre
Como vento...
Meu amado!
.
Rô Lopes



TENTEI VOCE
Minha alma ajoelhou-se!
Curvou diante da sua
Clamando por amor
E você...
Com um ar Arrogante
Olhou-me pelo espelho do desprezo
Como que ignorando
Deixando-me a sós.
Esboçou um sorriso
E com passos indecisos
Como uma névoa acinzentada
Sem luz... Sem brilho...
Sem amor... Sem chances...
Sem rumo... Sem caminho
Se foi de nós!
Rô Lopes

NÃO ME PERMITO

Cultivo que durma
Dentro do meu coração
Para que não se vá de mim

Entro nele junto com você
Para velar seu sono...
Atenta a seus movimentos

Apesar de inquieta e ansiosa
Minha candura transcende...
E cuido para que não se acorde

Eu não me permito
Perdê-lo
Eu não me permito
Esquecê-lo

Rô Lopes







MÁSCARA... ESCUDO DA DOR

Vertendo lágrimas dos olhos
Deslizando pela rubra face
Imbuída de ternura e dor
Permiti-me
Apesar da relutância
Uma máscara que escondesse
O brilho do dissabor

Assim...
Ninguém vê que choro
Nem o porquê do pranto
Tão pouco questionará
A expressão do desencanto

Irei seguindo com máscara
Buscando veredas e guarida
Ate que desapareça
Os sulcos da tristeza
E feridas abertas em minha vida

A máscara agora, minha aliada
Entre encontros... Desencontros...
Com ou sem nexo
Porém... Nada sem fragmentos
Também nada complexo

Máscara é superfície (escudo)
Entre a face as lágrimas e a dor
Subterfúgio de sobrevivência
Não desmascarando o amor

E assim... Seguirei
Como tantos mascarados
Que usam diferentes máscaras
Compassos... Compassados
Mascarando... desafetos...
Dissabores... Desilusões...
Fracassos...
Mascarada... Sem máscara
Sobrevivente... Sem passos
Entre tantos mascarados

Rô Lopes


CICATRIZES
.
Viajei para dentro de mim
Tentei limpar as feridas
Coisas tristes e antigas
Independente do meu sim
.
Odores de saudade
Lembranças incrustadas de ilusão
Desamores da flor da idade
Folhas secas de solidão
.
Viagem profunda em segundos
Onde tentei soprar
A nostalgia da minha alma
Pensando em me livrar

Risos...
.
Com pálida cor de interrogações
Aumentou minhas incertezas
Não levando a nada
Instantes bucólicos infelizes
Constatei mais cicatrizes
.
Meus olhos rasos d_água
Lágrimas azuis e seus matizes
Sentei nas asas do vento
Resolvi-me dar um tempo
.
... Um bom tempo
Sonhando por dias felizes
.
Rô Lopes


RESQUÍCIO DE VOCE

Conheci você
Quando entristecido...
Decepcionado...
Por um falso amor
Ludibriado

Meu coração em festa
Sonhando em amar
Sem nunca ter amado

Foi entre confete...
Serpentina
Folia... Beijo...
Entrega... Euforia...
Fantasia... Abraços
Magia... Sedução...
Labaredas da alma
Em plena evolução

Tal como te conheci...
Perdi

Foi-se o amor
Dissipou ilusão...
Sem alegoria...
Triste emoção
Restando na alma
Resquício de você
Saudade...
Desalento...
Solidão...

Rô Lopes

33 Comentários:

  • Saber ler poesia é ler com os olhos da alma... Ler os poemas da Rô me faz sentir um doce perfume no ar.
    A alma poética desta pessoa maravilhos me abriu o coração a novas formas de Ler e Escrever, e a sua forma de escrever, cria um ambiente mágico, faz-nos ver um senário mágico e viajar em pensamentos e sentimentos...

    Parabéns Rosangela Lopes Poeta da Alma!

    Por Blogger Mando, às 16 de abril de 2009 19:17  

  • Graça e luz!

    Rô Lopes é algo imponderável no cenário poético nacional. Enfim, é de uma sutileza incrível as suas obras.

    Confesso que suas composições causam grandes êxtases, o que alegra profundamenre a minha alma.

    Fantástico!

    José Bonifácio

    Por Blogger josebonifacio, às 16 de abril de 2009 21:40  

  • Marta, qual a surpresa em chegar aqui e encontrar tantos textos meus, com fotos de eventos... Voce me emociou menina.
    Feliz demais sempre que venho aqui e vejo um texto meu, mas agora voce conseguiu lágrimas dos meus olhos e lágrimas de alegria.Uma homenagem para mim!!! Nossa
    Linda voce viu.
    Obrigada poetisa pela alma linda e generosa que voce tem.

    Beijos

    Por Blogger Dra Rosangela, às 17 de abril de 2009 04:12  

  • Parabéns Rô! Seu trabalho poético é maravilhoso... A literatura agradece.
    Seus versos expressam a beleza e a sensibilidade de sua alma. Obrigada por ter sua amizade!

    Um beijo linda!

    Por Blogger Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução!, às 17 de abril de 2009 05:31  

  • Marta, qual a surpresa em chegar aqui e encontrar tantos textos meus, com fotos de eventos... Voce me emociou menina.
    Feliz demais sempre que venho aqui e vejo um texto meu, mas agora voce conseguiu lágrimas dos meus olhos e lágrimas de alegria.Uma homenagem para mim!!! Nossa
    Linda voce viu.
    Obrigada poetisa pela alma linda e generosa que voce tem.

    Beijos

    Deixando meu registro em dobro, mas com as mesmas palavras.

    Por Blogger Rô Lopes, às 17 de abril de 2009 08:38  

  • OLA RO PARABENS + UMA CONQUISTA FICO FELIZ POR VC GDE BEIJO

    Por Blogger EDUARDO, às 17 de abril de 2009 08:57  

  • Estou encantada com tudo o que li aqui,só poderia ser sim dessa escritora maravilhosa,que hoje se tornou minha amiga.Deus fez esse encontro por acaso,e hoje já sabemos que nossa amizade se torna sincera.Parabéns a artista e amiga Rô...

    Por Blogger Maria Alicia, às 17 de abril de 2009 09:24  

  • Marta, grande mulher, grande alma.
    Soube realmente tocar em minha essencia com sua demonstraçao de carinho para comigo e amor para com a poesia.
    Voltei agora mais recomposta para agradecer esta linda pagina que voce com desvelo me presenteou, reconheceu, me deu além do que mereço, me honrou como escritora.
    Voce veio com este gesto selar a felicidade que esta imbuida dentro de mim desde o dia em que recebi o diploma na Academia de Letras.
    Beijos e muitos beijos em sua alma como afago.
    Deus abençõe seu caminho, sua estrada florida onde regou com sementes dos céus.
    Até mais...

    Por Blogger Rô Lopes, às 17 de abril de 2009 10:13  

  • FALAR DE ROSANGELA LOPES PARA MIM É UMA GRANDE ALEGRIA E SATISFAÇÃO...É UMA POETISA QUE COMO POUCAS SABE DESVENDAR A ALMA HUMANA ATRAVÉS DE SUAS POESIAS...COM DOCES PALAVRAS TRANSFORMA A DOR DA SAUDADE E DO AMOR NUM SENTIMENTO ÚNICO...PARABÉNS PELO LINDO DOM DE TRANSFORMAR OS SENTIMENTOS EM PALAVRAS QUE CALAM EM NOSSO CORAÇÃO. PARABÉNS!!!

    Por Blogger RAY NONATO II, às 17 de abril de 2009 11:12  

  • Querida Poeta

    Parabens pela sensibilidade e o bom gosto em escrever poemas que nos tocam a alma
    beijos

    Conceição

    Por Blogger Conceição, às 17 de abril de 2009 11:30  

  • Parabéns lindas poesias
    Gostei da poesia Perda da Ilusão
    Todas são lindas
    Muitos sucessos para você
    Beijos

    Por Blogger elisa, às 17 de abril de 2009 11:31  

  • Rô Lopes, amiga poetisa que transforma sonhos em poesias e aqueles que não se transformam ela joga na tela com lindas pinceladas. Sou sua fã de carteirinha e me delicio com seus trabalhos poéticos. Pra mim foi uma honra indicar Rô Lopes na AILA pois é merecedora de todo o nosso reconhecimento...Parabéns Marta, adorei ver aqui os textos da Rô

    Jane Rossi

    Por Blogger Sonhos, às 17 de abril de 2009 11:36  

  • Olá Grande Poetisa amiga RÔ LOPES!
    Fico sempre muito encantada em te ler.Tua alma Poética nos transporta junto com a magia das tuas poesias que eleva a alma com rara beleza,única e singular.Parabéns!Te adoro!

    Por Blogger Marisa, às 17 de abril de 2009 12:08  

  • Oi Rosangela kkk Parabéns querida lindíssimas postagens bjos de luz n'alma! showwwwwwwwwww sucesso"
    Márcia

    Por Blogger MÁRCIA RAMOS, às 17 de abril de 2009 13:01  

  • A poesia de Rô é uma teia de aranha numa emboscada sutil para o leitor.
    Uma vez preso nos seu versos, aos poucos o veneno sutil da poesia que os contêm te embriaga.Uma poesia que já está fadada a ficar!
    Parabéns RÔ!!!! Você merece.

    Por Blogger Jaak, às 17 de abril de 2009 13:04  

  • Sim...Ro Lopes é poetisa até no olhar.
    Ela é muito boa em tudo que faz. Ela tá de parabens, linda como esta ou mesmo com um bone ou um chapéu, que ela adora usar...
    Ela escreve muito, e so dei conta que ela escrevia quando li no livro Antologia Alimento da Alma, ai eu fui na real, que ela é uma poetisa mesmo...
    Ela ri, chora, dança, brinca... e faz poesia com tudo... eu nao sabia que era tao poeta assim.
    Conhecia este lado dócil da ro lope, mas como mae...
    Agora vou vir sempre neste album lindo de poesias e ver de outros poetas... e as fotos também estao lindas. Vlw mae e vlw dona Marta Peres, colunista deste jornal
    Parabéns mãe, sucesso para senhora sempre.
    Seu fã eterno

    Alexandre Lopes

    Por Blogger Alexandre, às 17 de abril de 2009 13:13  

  • Poetisa Rô Lopes... estou encantada com tua poesia!

    Adorei... MÁSCARA... ESCUDO DA DOR.

    Parabéns pra voce também Marta... belíssimas imagens! Belíssimo Jornal!

    Verluci Almeida

    Por Blogger Verluci Almeida, às 17 de abril de 2009 13:44  

  • Parabéns minha poeta, que faz transbordar as almas de paz, encantamento, ternura, meiguice e carinho.
    sou seu fã
    obrigado
    beijosss

    Por Blogger elciomoraes, às 17 de abril de 2009 14:13  

  • .....É maravilhoso aqui chegar e encontrar RO LOPES!.. ela faz brilhar....ELA BRILHA!....essa meiga menina q escreve e descreve sentimentos tao intimos...tao nossos, de uma forma suave e profunda ao mesmo tempo.....RÔ sabe como mostrar sua alma ...RÔ LOPES sabe como tocar nossas almas!....
    bjos cheios de paixao!...rsrsrs..

    Por Blogger Enemércio de Moura, às 17 de abril de 2009 14:15  

  • Obrigada poetisa Marta !
    Seu espaço é encantador .

    Aplausos ! Aplausos ! Aplausos !

    Ler Rô Lopes é ter meus sentidos aflorados .
    Parabéns querida amiga,e grata por compartilhar as sua belas " Pérolas " .


    Beijos e flores !
    Lete Dias

    Por Blogger Rabiscos, às 17 de abril de 2009 14:26  

  • Rosângela expande beleza em seus traços marcantes e em seus versos impregnados de sentimentos entretecidos no calor das emoções mais puras do coração. Parabéns poetisa dos sonhos!Beijos, Guida

    Por Blogger Guida Linhares, às 17 de abril de 2009 14:28  

  • Querida Rô...adorei seus versos e as belíssimas imagens.
    Que eles continuem assim, roubando sentimentos, nos fazendo viajar nesse rítmo sensual e tocante.
    Ahh Adorei!
    Em especial: Bailar dos sonhos!
    bjos Rô.Parabens querida!!!

    Por Blogger Dulce, às 17 de abril de 2009 14:36  

  • POSTANDO A PEDIDO DO MESTRE AFONSO ESTEBANEZ.....................

    ""Venho acompanhando virtualmente o trabalho da Rosângela há algum tempo. Nele estão refletidos, a par da beleza da colocação poética extraída da alma, o esforço e a determinação no pleito de superação dos obstáculos naturais do ofício. É uma promessa feliz no campo santo da poesia. Em sendo oportuno, devo ressaltar o belíssimo trabalho que vem sendo elaborado pela poetíssima Marta Peres, verdadeira pescadora de pérolas nesse oceano luminoso do sentimento humano revelado pela arte poética em todos os seus níveis. Parabéns para a poesia brasileira e para seus leais oficiantes. Estebanez"."

    Por Blogger Enemércio de Moura, às 17 de abril de 2009 15:09  

  • Olá Ro
    A poesia deve sempre ser assim
    leve, suave e enobrecedora de sentimentos.
    Ao ler sua escrita senti uma dimensão poética que me fez sonhar
    Poesia que me encanta!
    Amor que transcende através da palavra.
    Parabéns!
    bjos
    Maria Emilia Genovesi

    Por Blogger maria emilia genovesi, às 17 de abril de 2009 15:10  

  • OLÁ AMIGOS(AS)FALAR DA RÔ LOPES PARA MIM É UMA GRANDE HONRA E SATISFAÇÃO...É UMA POETISA QUE COMO POUCAS SABE DESVENDAR OS MISTERIOS DA ALMA HUMANA ATRAVÉS DE SUAS LINDAS POESIAS...COM DOCES PALAVRAS TRANSFORMA AS DORES DAS SAUDADES E DO AMOR NUM SENTIMENTO ÚNICO...MEUS PARABÉNS MINHA LINDA PELO SEU LINDO DOM DE TRANSFORMAR OS SENTIMENTOS EM PALAVRAS QUE CALAM EM NOSSOS CORAÇÔES EU SOU, E SEMPRE SEREI O SEU FÁ RÔ EU LHE DESEJO MUITOS SUCESSOS EM SUA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL AMIGA BEIJOS TE AMO. PARABÉNS!!! WALTER LIMA SÃO PAULO CAPITAL

    Por Blogger walter, às 17 de abril de 2009 19:56  

  • Parabéns! Rô, você escreve com a alma, vivendo esse amor com intensidade, Linda poesia e até mesmo quando termina sobra palavras
    lindas de um coração em RESQUÍCIO DE VOCE. Bjos Vick

    Por Blogger Vick -Sol, Céu e Mar, às 18 de abril de 2009 17:16  

  • Por RENATA ROCHA

    QUERIDA AMIGA!
    Rô creio que depois de ler suas “Belas Poesias” com respeito e admiração eu possa chamá-la de AMIGA.rs...
    Desculpe-me não ter o dom maravilhoso que Deus lhe deu, mas na simplicidade das palavras escritas espero que você sinta o quão são verdadeiras.
    Parabéns por ser Uma Pessoa humana, carismática, humilde e repleta de energias positivas!
    Seus poemas são contagiantes e escritos com VIDA. Que Deus continue abençoando seus caminhos.
    Agradeço o seu carinho e o convite para ler seus Poemas Maravilhosos.
    Tenha uma semana iluminada!

    Beijos no seu coração.
    RENATA ROCHA.
    Publicitária,Colunista
    Consultora Mkt/Mídia.

    Por Blogger rrocha, às 19 de abril de 2009 20:29  

  • Obrigada Marta por mais esse presente dado a todos nós, dando-nos oportunidade de conhecer mais dessa menina mulher que vem me emociando a cada dia com seus poemasque bem sei ,vem da alma ..
    Linda você Ro Lopes

    Por Blogger Ignez, às 20 de abril de 2009 17:58  

  • Rô, Parabéns minha linda eu amo ler vc, ter alma poética , alma linda!
    Me identifiquei com seu jeito logo
    de imediato, e vc sabe , né?
    Continue sendo a Pérola que sempre foi , te dollo viu!

    Por Blogger Valquíria Cordeiro, às 21 de abril de 2009 08:08  

  • As Perolas e a solidão e Não me permito é lindo.
    Parabens querida o Rebate esta d++++ com essas ppoesiasBjão no coração

    Sandra Stabile

    Por Blogger Antologia Alma Brasileira., às 22 de abril de 2009 05:48  

  • A Rô Lopes é uma poetisa que merece nossa atenção, pois quando paramos para ler suas lindas poesias nos surpreendemos com tamanho talento e sutileza. Sua energia nos contagia e nos faz felizes por sermos seus amigos.
    Rô, parabéns, minha linda! Que o Senhor te abençoe profundamente. Um beijo em seu coração.

    Dyandreia Portugal
    Artista Plástica Comendadora

    Por Blogger Blogger, às 22 de abril de 2009 08:15  

  • CONHECER A RÕ ESTE ANO FOI UM MARCO PARA MIM... SINSERAMENTE!!
    QUE PESSOA FANTÁSTICA É ESTA AMIGA!!! TE AMO RÔ!!!
    VOCÊ É DIGNA DE TODO AMOR E CARINHO
    BJKS A AMIGA DE SEMPRE
    BY: ZNAIDE AZEVEDO

    Por Blogger Zenaide Azevedo, às 25 de abril de 2009 07:41  

  • Tão feliz de após tanto tempo retornar aqui e ver comentários de amigos queridos, que estão na minha caminhada, outros que se foram mas estão aqui em meu coração e no carinho dos comentários...Pude me emocionar novamente como se fosse a primeira vez.
    Saudade de todos, vontade de todos.
    Obrigada Martinha, você sabe das coisas. Saudades

    Por Blogger Rô Lopes - Poetisa do Amor, às 10 de agosto de 2014 06:49  

Postar um comentário

<< Home