.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Poesia é Arte!


Coração Sofredor

Meu coração já não encontra razão,
não pode esconder toda paixão,
Sofre e padece sentindo grande aflição.
Meu coração anda descontrolado,
e tenta fugir e fazer desencontro com o amor.
Mas teme que o amor perca todo encanto.
E quando acontece reencontro,tudo é pranto.
Sofrendo mais, descontrolados vão ao encontro,
do firmamento, não querem mais saparar.
O amor fortalece, e tudo emudece.
Os corações entram em contentamentos.
Autora: Marina Nunes



Um Poema de amor
.
Quando eu puder um poema
na tua pele deixar...
Quando eu puder
toda essa
emoção que sinto,
demonstar
Saberá como o
meu amor por ti
é verdadeiro
Como a distância
dói e machuca
Essa ausência
Mas em teus beijos terei
a recompensa, e
entre os sussurros
dos versos que te fiz
Encontrarás que te fará feliz!
.
Paty Padilha e
Bernadette Moscareli

Ensina-me


Ensina-me a falar de amor;
Enxugar as lágrimas
E não lembrar da dor?!

Ensina-me a ser feliz;
Esquecer o que de ruim vivi
E escrever coisas que nunca fiz?!

Ensina-me a falar em prosa;
Rimando Luz com escuridão
E vendo a vida em cor-de-rosa?!

Ensina-me a acreditar em Fada!
Leva-me ao seu mundo encantado;
Para que eu sinta como é ser amada?!

Ensina-me?!

(Ginna Gaiotti®)


O Dia

Hoje o dia acordou bem cedo,
bocejou fazendo vento!

Lavou o rosto na garoa que caia,
depois espiou o mundo com
um olho só, por trás do monte!

Hoje ele está bem disposto, pra
correr na linha reta do horizonte,
suando sua camisa branca e, fazendo
chover pra banhar as flores do mundo!

Ele parou pra beber água do mar,
aproveitou e deu um mergulho pra relaxar,
ali ficou esperando o tempo passar!

O tempo passou por ele, lhe dando
boa noite e, seguiu a andar!

O dia, antes de dormir, deu uma
paquerada na lua que já servia
de abajur, para a água do mar!


Pergentino Júnior



"Aprendi que ao seu lado,
qualquer lugar desse mundo
me basta...
e com o seu abraço eu consigo
ir mais longe do que nós dois
juntos possamos imaginar."...

(Valquíria Cordeiro)


Viajante

Segue viajante
A mulher faceira
De pele trigueira
Sorriso contagiante
Olhar de amante.
Segue viajante
Contando ao acaso
Seus sonhos e planos
Boca rubra rosa, ocaso.
Segue viajante
Escrevendo seus versos
Levando consigo
A bagagem dos anos
Admirando a paisagem
Refazendo a viagem.
Segue viajante
Esta mulher corajosa
Que transforma o caminho
De quem passa por ela
Viajante mulher
Que jamais perde a graça.

Cássia Da Rovare


Sem você...


Sem você aqui
eu fico assim
meio perdida...

Meu coração
vaga sem rumo
nas lembranças
de nós...

Sinto que falta
um pedaço de ti
em mim!...

(Van Albuquerque)



Menina flor

És tão pura
Tão imatura
Tão inocente
Inocência tirada a força
Arrancada da terra
Matarem seus sonhos
Seus desejos
Adormeceram sua alma
Calaram seu amor
Na cabeça
Apenas a incerteza
O sonho no peito
Apenas a dor do amor
E desilusão
Seu amor
Foi como a flor
Lindo, verdadeiro, frágil
Beleza tão rápida
Tão frágil...
Frágil como foi... Frágil como é
A flor do mandacaru.

Kátia Claudino Caetano Pereira
Kátia pérola


Quando eu voltar
Trarei flores
Enfeitarei o caminho
E... se você regar,
Doçura colherá.

Arnalda Rabelo



CÉU DO NOSSO AMOR


Gira vida
nesse planeta que habita
o céu do nosso amor.
E leva pra longe
tudo que ainda esconde tristeza
e que possa existir somente perfeição
no coração de quem ama.
Para que cada pessoa
consiga ver apenas os seus defeitos
e que ninguém abuse
do direito de viver,
fazendo sofrer seu semelhante.
E que o nosso olhar possa ir além,
mas tão além,
pra poder chegar
bem perto de si mesmo
e assim ver o Deus que mora
dentro de cada um de nós . . .


Homenino Poeta



"Perguntaram-me por que escrevo.
Poetisa ou escritora não sou
- nem essa pretensão eu tenho!
Mas uma coisa não nego:
quando escrevo, escrevo com a alma...
Como o mais ardente poeta ou escritor
em seus mais magníficos escritos.
Não escrevo por escrever. Nem saberia faze-lo!
Se gostam ou não...É problema de cada um.
Eu só gostaria apenas de escrever mais
sobre o amor que a dor...Não consigo.
E fazendo minhas, as palavras de um Mestre:
(...) Por isso sempre respondo,
que sou o rabisco do rascunho
do poeta aprendiz..."

(Ginna Gaiotti)


Estrelas no jardim de Deus.

A rosa eclodiu bem vermelha em esplendor
Perfumada por inteira exprimia amor.
O jardim inteiro perfumou.
Aquele lar ela enfeitou.

Com tanta graciosidade adornava.
O mistério do amor propagava.
Seu perfume suave e de bela singeleza.
Explicitava ternura e delicadeza!

Simplicidade autêntica
De natureza harmônica.
Brota no sentimento do ser humano.
Na bondade e amor de arcanjo.

Enfeita o jardim no panorama da vida.
Germina flores perfumadas.
Auxilia na jornada oferece o ombro e a mão.
Nasceram revestidos de amor e gratidão.

Sentimentos refinados
Por Deus são abençoados.
Seus gestos dignos e especiais.
São provas dos amores fraternais.

São ricas por natureza
Com postura e grandeza.
São estrelas no jardim de Deus.
Essas rosas ele as escolheu.

Hortência Lopes

Marta Peres!
Estrela no jardim de Deus!


PASSEANDO PELA ZONA RURAL

Céu bonito
Armado
Nublado
Preparado para chover
Regar as plantas
Encher o açude
Banhar os bois no curral
Me fazer sentir
O cheiro de terra molhada
No interior do Brasil
Tão gostoso ter
O contato com a natureza
Ver pés de manga,
Laranjas, babaçuais...
Abacates, côco-da-praia
E muito mais.
A espiga de milho verde
Indicando que já está no ponto
Da colheita...
O arroz, o feijão verde
Com as verduras...
Amo passear na zona rural...
Onde posso respirar ar puro
Ver o verde das montanhas
Sentir o vento frio na pele
E quando a chuva passar
O céu azul vai ficar
Borboletas voarão pelo ar
Passarinhos alegres a cantar
Anunciando a primavera
Colorindo a paisagem
Perfumando o ar...
Bonito de se ver
E também de amar
Tornando-se fonte de inspiração
Que brotam do coração
Com muita emoção!!!

Esther Gonçalves



A PATATIVA

O seu profundo soluçar,
Pequena patativa,
Levou-me a apaixonar
De forma emotiva!

Estava pronto a amar.
Não era meninice
E cheguei quase a postular,
Para que me ouvisse!

Entretanto, a resposta
Sempre foi negativa,
Fugindo da proposta
Sem dar expectativa!

Queria me aproximar.
Tocar nas suas asas.
Sofro ao vê-la cantar
Nas mais diversas casas!

Como anelo beijar
Seu bico desejoso.
E as suas asas abrigar
O coração amoroso!

Você é bem esperta.
Difícil de conquistar.
Sempre te encoberta
E não me deixa te amar!

O coração não aguenta
O contraste eclético.
E a suave cor cinzenta
Torna-me patético!

Patativa... Querida!
Lamento, não sei voar!
Você é minha vida.
Vivo para te amar!

José Bonifácio

1 Comentários:

  • LINDA E MARAVILHOSA POESIA "A PATATIVA" CHEIA DE AMOR E ENCANTO.
    FICO FELIZ POR ESTAR AQUI NESTE
    JORNAL TÃO SIGNIFICATIVO.
    PARABÉNS AMIGO JOSÉ BONIFÁCIO!
    QUE DEUS ESTEJA SEMPRE CONTIGO!
    OBRIGADA POETISA MARTA PERES!
    QUE DEUS ABENÇOE PELO APOIO
    QUE NOS TEM DADO.
    BEIJOS.

    Por Blogger hortencialopes, às 14 de abril de 2009 07:19  

Postar um comentário

<< Home