.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

(RE)NASCER


(RE)NASCER

Comecei procurando a árvore,
a mesma do ano anterior.
Depois limpei os enfeites,
selecionei as bolas vermelhas,
as douradas, os sininhos,
os anjos e a estrela...
deixei à mão para montar com as crianças,
sem elas não tem graça.
Coloquei o enfeite na porta
e o anjo maior sobre o aparador...
em meio a tantas cores
verifiquei como estava meu íntimo.
Só então percebi que o Natal havia chegado.
Outro Natal...para nos avisar que o tempo
escorre pelas frestas do pensamento
e cada dia nos mostra uma chance:
de plantar, amar, perdoar...
são esses os dons que enfeitam a nossa alma
e nos ajudam a (re)Nascer.

Basilina Pereira

2 Comentários:

  • Simplesmente uma emoção essa poesia da amiga Basilina, obrigada por nos apresenta-la Marta. beijos as duas.

    Por Blogger Sirlei, às 3 de dezembro de 2008 10:21  

  • Obrigada pelo espaço Marta. Eu queria ter escrito outra poesia, mas não deu tempo. O seu jornal está lindo e as poesias que aui estão postdas, simplesmente maravilhosas,dignas mesmo do natal,esta festa de brilho e alegria que nos sensibiliza a cada ano. Só posso desejar Um Feliz natal pra voc~e,família e a todos os amigos que estão aqui representados. Obrigada Sirlei,pelo comentário.

    Por Blogger Basilina, às 3 de dezembro de 2008 10:25  

Postar um comentário

<< Home