.

sábado, 25 de outubro de 2008

Poesias, São Para Sonhar!


CLAUSURA DO AMOR...

Quantas vezes no meu sonho - eu sonho,
Que estou sonhando com você,
Os seus olhos olhando os meus,
E os meus aos seus não podem ver.

É como esse amor que existe em mim,
Tão guardado que nem sei por que,
Quero ao mundo declarar em brada voz,
Mas só consigo, no meu mundo... amar você.

E, vivendo nesse recluso silêncio do amor,
As minhas noites se confundem com o dia,
O meu leito são espinhos dessa dor,
Da clausura desse sonho sem alegria.

Que bom seria se pudesse ter,
Em meus braços esse corpo ardente,
Essa carência que no peito trago,
Livrar-me-ia dessa dor presente.

Autor: Poeta Mineiro...


Minha alma não é de papel.

Minha alma não é de papel
Que com o tempo se desmancha
Tampouco se move feito areia
E cada dia está num remanso...
Talvez ela se molde feito barro
Nas mãos do escultor,
Minha alma não é de cristal
Que se quebra com um sopro;
Ela adoece quando a magoam
Mas sorri quando perdoa.

(Sirlei L. Passolongo)




" Perdi ?.... Volte..."

Hoje temos,amanhã perdemos
Como dói....
Atitudes erradas nos levam a cometer
Erros,que nunca mais serão acertados
Porque no Amor é tudo ou nada.
Neste jogo de sedução,não existe solução
Pegamos caminhos diferentes.E a tão sonhada
Felicidade evaporou...

Nossa química é tamanha que não agüento mais
Sua ausência.Só de ouvir sua voz já sentia nossos
Corpos juntos aqueles beijos calientes que nos
Arrepiávamos com tamanho desejo affffffffffff

Nos completamos.A distância nos aproxima
Vamos deixar o orgulho de lado e encarar a
Realidade ?
Volte ...

Cilmara Cilssy

Sei que te amo demais

Nada sei....
Nem sei por que, te gosto tanto assim.
Tanto que passo noites sem dormir
pensando em ti.
Observo a lua e as estrelas
imagino ver teu rosto refletido
no brilho fulgurante delas

Nada sei...

Só sei, que te amo!
Muito mais, que eu queria amar.
Sei apenas que te busco, te caço
em tudo ao meu redor...

Você está, no ar que eu respiro
sinto teu cheiro, no perfume das flores
tu és a melodia nas músicas que ouço
a intensidade da cor no azul do mar...

Nada sei...

Mas, sei que devo aceitar
apesar de nada saber...
Sei que te amo demais!

(Joe Luigi)



Beijo

Tenho
meu espaço
e meu tempo.

Não me busque
no sol
se estou no chão.
Não me busque
no chão
se estou nos sonhos.

Não chegue
adiantado.
Não chegue
atrasado.

Adiantado,
ainda não sou;
atrasado,
já fui.

Beije-me
sempre.
Assim
permito-me
ser matéria e espírito,
infinito e eternidade.

Oswaldo Antônio Begiato


Carência...

A noite chega sem ti
Quietude traduz teu
Silêncio que dói.
Dúvidas disparam coração
Que não sabe sentir sem
Murmurar teu nome...

Tortura de saudade intensa...
Sentimentos querendo abrigo...
Só serve teu peito.
Palavras guardadas para ti
Tornam-se lágrimas...

Intimidade acostumada com
Teu jeito, teu riso, tua paz,
Recolhe-se na ausência
Dos teus carinhos...

Coração descobre-se nulo.
Sem ti não há alegria...
Apenas solidão que
Desdenha a carência
Do teu amor...

(© Cida Luz)



Partida





Nada saberás quando partirmos,
eu e minha dor,
eu e minha saudade,
eu e teu amor.
Partirei sem vinda ter,
indo como quem nunca chega.

Dir-te-á uma ânsia ficada
no vento do que não me quiser,
nem tiver,
nem souber nada!

Não saberás jamais
o tamanho do meu amor,
o que eu te dei
e inda te dou.

Agora me deixa ir sozinho,
mas, cheio dessas saudades...
que quando vivem dentro de nós,
sacodem a alma,
amassam o coração
e ensinam-nos a estrada por onde se parte.





Paulino Vergetti Neto


VIDA DE CICLOS
Interessante, e hoje aceito,
que a vida é realmente feita de ciclos...
que se repetem seguidamente,
que se repetem amargamente...
Ontem se dizia a verdade,
se propagava o amor, a piedade...
Mostravam-se rostos sem mágoas,
sem máscaras , apenas virtudes...
Hoje, usam-se as mesmas armas
cruéis e abomináveis,
repetindo-se atos de inimigos,
contra amigos que aqui se mantêm...
Ferem-se pessoas que outrora se abraçara,
magoam-se pessoas que se doaram...
Esquecem o bem que foi feito,
o braço estendido ,
o ombro oferecido ,
a visita feita....
As horas gastas...
Caem as máscaras somente
atrás de um palco montado...
talvez um circo, não se sente ...
E outras pessoas vêm e vão,
sentem as mesmas dores,
porque , tomadas de amores,
doam-se a quem as ferirem vêm!

STELLA VIVES
23/10/2008
MOMENTOS DA VERDADE


Hoje

Toda vez que eu te encontro
encantas mais meu coração.
Teu jeito de ser me deixa feliz,
fico bem quando estou contigo.
Cada minuto ao teu lado é precioso
um presente que recebo do céu!
Não me importa o que será amanhã,
vivo com alegria o dia de hoje...
Me sinto menina levada, cheia de vida!
Queria que isso nunca tivesse um fim...
seus olhos sorrindo sempre pra mim!

Denise Flor ©

TUA FALTA, MINHA LOUCURA !









a sensação é a de
um grande vazio
um navegar solitário
sem rumo e sem destino
no agitado mar
de meus encharcados olhos
e o velho e fraco coração
é aviso de medo e dor
alma já nem a tenho
eis que (tola) perdida em
pensamentos ancestrais
em minha fuga
só o caminho triste e escuro
de um quarto de muitos
e coloridos sonhos
tomara não tenha
me esquecido de sonhar !



(Tadeu Paulo -- 2008-10-25)


Carinho

Carinho não se compra
Nem tão pouco se vende
Carinho nasce no olhar
Isso muita gente não entende
Carinho não se tem palavras
Apenas ações no dia a dia
Passar a mão no rosto
Pegar nas mãos
Um delicado beijo
Um ombro amigo,sempre querido
Carinho nas palavras,frase abençoada
Um gesto que espera de alguem
De quem por vezes nunca tem
Carinho afeição amada
Espera de uma vida
Que pra alguns nunca acontece
Porque a vida está corrida
E nem se para pra pensar
Fazer um carinho num amigo
Numa pessoa amada
Que retorno pode haver de maior
Se não a felicidade
Essa é uma grande verdade

Anjopoesia



Máscara...

Sozinha em meu quarto
Olho no espelho,
Trago um sorriso no rosto.
Uma alegria que estou
Longe de sentir...

Me deparo com
Dois olhos tristes a me olhar,
Não preciso mais fingir
Deixo cair a máscara
Que carrego
desde o amanhecer,
Sempre escondendo
O vazio que a sua ausência trás...

Aqui posso ser eu mesma.
Extravasar toda dor
que eu sinto
Chorar, gritar..
Mas amanhã estarei pronta
Para novamente
Minha máscara colocar
E mais um dia viver...

Maria Bonfá
24/10/08


Introspecção


Calada a pensar... no véu se esconde
Inebria a alma na escuridão latente
Rosto pungente


Sofreguidão a pulsar nas veias mórbidas
Coração inerte, sombrio, ausente
Corpo doente


Elian Maria Bantim Sousa





Êxtase

Pés suspensos estavam, faltava-me o chão
Aterrissei em solo fértil a todo vapor
Parece que há dias o chão esperava por mim
Chamava-me quase de ingrata...

Estava refletindo, por isso flutuei
Quieta no casulo fiquei, circunspecta
Absorta em pensamentos vãos
Perdi-me do mundo...

Aos poucos o brilho voltou aos olhos
O sangue retornou à face
Os pés encontraram o chão

Mundo, eis-me aqui!
Chão, eis-me aqui!
Vida, eis-me aqui!



Elian Maria Bantim Sousa

A JANELA

Todo dia na janela
Lá se encontrava ela
Com lágrimas de tristeza
O choro da donzela,

Todos que passavam
Perguntavam para ela
Porque choras tanto assim?
Ó triste donzela.

Tua boca emudeceu
Tua vida é chorar
Talvez amor que perdeu
Mas nada quer falar.

Já era conhecida
Por todos moradores
Sempre na janela
O choro da donzela.

Certo dia emudeceu
O choro acabou
Na janela não apareceu
O povo se preocupou.

Talvez tenha até
Aliviado teu coração
Encontrado um grande amor
E tirada da aflição.

Mas não foi bem assim,
A tragédia aconteceu
Cansada de sofrer
Com teu segredo morreu.

O povo acostumado
Com o choro na janela,
Todos entristeceram
Sentindo falta dela.

Autor: Poeta Mineiro



O poder de Deus

O poder de Deus emana
Neste final de semana.
O poder de Deus emana
E tuas dores sana.

O poder de Deus emana
Durante a semana.
O poder de Deus se expande
E a oração responde.

O poder de Deus é derramado
E o mal é derrotado.
O poder de Deus purifica
Quem nele acredita.

O poder de Deus consola
E a tristeza isola.
O poder de Deus fortalece
E o cristão forte permanece.

O poder de Deus é tremendo
Restaura o oprimido.
O poder de Deus é glorificado
Ele muitos têm libertado

O poder de Deus é criador
Ele nos salva pelo seu amor.
O poder de Deus é luz resplandecente
Com ele vive-se contente!

Hortência Lopes




MEU AVESSO

Dentro de mim mora meu avesso.
Tudo o que não tenho coragem de ser...
Não me culpa o tempo todo,
nem me fala o que fazer.

Meu avesso é calado,
não quer me comprometer.
Se faz de quem nada sabe,
mas sabe como viver.

Ele não passa vontades,
pois aprendeu a sonhar.
Não se culpa, não se julga,
nasceu livre para amar.

Não tem medo de errar,
nem de ultrapassar barreiras.
Tá sempre de bem com a vida,
rindo das minhas besteiras.

Ele tá sempre de boa.
Canta e dança o som do viver.
Não tem pressa, não tem hora,
não tem medo de morrer.

Curte o momento de agora,
não planeja seu futuro.
O amanhã a Deus pertence.
Não há nada mais seguro!

E eu, sou o avesso do avesso.
Tão camuflada na vida.
Talvez por que meu avesso,
seja minha alma escondida.

(Mell Glitter)



INGRATIDÃO

Amei...
Como jamais
alguém irá amar-te!
Amei teus beijos
teu cheiro
as tuas promessas de amor
Amei teu corpo
teus gostos
incertezas... teus medos!
Caminhei contigo longas estradas
queria ser qualquer coisa tua...
mulher, amante, amiga
tocar-te
ver-te
amar-te
e era tão pouco
o que eu pedia!
Depois no silêncio
do nosso descanso
na paz do nosso abraço
falava baixinho desse amor
amei... amei... sim!
Foi você quem
não soube amar-me!
(Celina Vasques)


Coração Aflito

Coração aflito não pára
de caminhar, andando
daqui e dali, pulsa forte,
escancara a janela, olha

o céu cheio de estrelas,
as luzes da cidade brilhando
dentro da noite, medo, paixão
e mágoa...entristecido, chora

as aflições. Pobre coração,
enverdou por caminhos amargos,
sem sossego entra e sai pelos
cômodos da casa, sofrimento

do pobre vivente, sente o corpo
cansado, sem ânimo para continuar
seu caminho, deseja a calma dos monjes
para prosseguir, o amor lhe tolhe a vontade,

sonhos se esconderam, espreitam de longe,
sentem que é preciso se emergirem, vontade
falta, continua seu caminhar nervoso, inquieto!

Marta Peres



“Simplesmente simples”

Não subestime o seu irmão
Só por ser simples de coração
Pois o amor de qualquer simples
Transforma-se em oração

O simples ama a verdade
O simples vive a realidade
São simples celebridades
Que abominam a falsidade

O simples foge do brilho
O simples ama a luz
O simples é um andarilho
Que é guiado por Jesus

O simples, mesmo ferido
Semeia sua bondade
O simples, mesmo traído
Semeia a caridade

Jane Rossi

Ser Poeta

Ser poeta é desenhar a vida
De formas e cores diversas
É transformar sentimentos em letras
Carregadas de sutilezas e emoções
Materializando o próprio coração

Ser poeta é construir pontes
Entre o concreto e o abstrato
Entre a alegria e a tristeza
Dar passos à procura de sentimentos
Mesclando caminhos, unindo seres

Ser poeta é desbravar mares
Descobrir sonhos, ilusões, amores
Mergulhar nas profundezas da alma
Resgatando as mais preciosas pérolas
Presentes no âmago do coração humano


Elian Maria Bantim Sousa


Enlevo

Renda-se ao amor
como eu me rendi
Entregue-se todo,
inteiro, sem medo!
Perceba em voce
cada partícula de vida
se renovando, vibrando
a cada nova manhã...
...a cada adormecer.
Respire o ar orvalhado
pelas lágrimas de amor da lua.
Ouça o canto doce
dos pássaros em seus ninhos,
suave melodia na natureza...
Sinta os raios do sol
tocando teu rosto,
iluminando teu sorriso.
Ah, o amor...esse nobre
e intenso sentimento, capaz
de nos inebriar de encanto
e beleza as coisas simples
da nossa vida!...

Um brinde ao Amor!

Denise Flor ©
07.6.08 -03:45hs

Marcadores:

1 Comentários:

  • MEUS PARABÉNS JORNAL REBATE!!!
    MEUS PARABÉNS POETSA MENINA MARTA PELO LINDÍSSIMO TRABALHO QUE VEM EXERCENDO ESSA ALEGRIA QUE ENCANTANDO OS OLHOS DE QUEM AQUI POR AQUI PASSAR, ELEVA ALMA E CORAÇÃO BEM LONGE....
    OBRIGADA POR EXISTIR AMIGA MENINA MARTA PERES!
    BEIJOS...
    KÁTIA CALUDINO CAETANO PEREIRA
    KÁTIA PERÓLA
    ENEQEAV

    Por Blogger katia, às 2 de novembro de 2008 09:35  

Postar um comentário

<< Home