.

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Sarau Poético!


















Que venha o vento, o sal, a areia
Na noite azul que faz bordar estrelas
Sôbre as águas febris da maré cheia

Mariza Alencastro




















A Vida Nos Cantará O Amor



Eu sei que o tempo não morre,
Que tão distante,
Lá outrora num mundo distante
Eu amei você...

Eu sei que nesse presente,
Que num futuro ainda ausente,
Que num momento qualquer
Eu vou amar você...

E sei que você sabe
Que esse amor que você tem
Em seu coração lhe foi dado pelos céus
Para que junto ao meu
Nos fosse eterno...

E eu sei,
E eu sei também
Que os anjos nos cantarão o amor,
Que a vida nos cantará o amor
E que para sempre te amarei...

Porque eu sei, que um amor assim
É um amor sem fim
Em uma canção de esperança
Onde os sonhos não morrem
Mesmo à solidão dos dias...

Eu sei que vou te encontrar
Um dia eu sei que eu vou te encontrar
Nesse tempo que não morre
E que eu vou amar você...

Que para sempre,
Que para sempre,
Eu vou amar você...

(Poeta Dolandmay)





















Num mundo de desamor...

Se somos infelizes é por simples medo
de encarar a nossa própria realidade!

(Poeta Dolandmay)




















ABANDONADO ( Télio Diniz )

Voce foi um furacão
que devastou minha vida.
Matou o meu coração.
Deixou minh'alma perdida.

Voce fez questão de mentir,
cuspiu no amor que lhe dei.
Tinha o dom de iludir.
Abandonado fiquei.

Como na lida seguir ?.
Como tudo esquecer ?.
como voltar a sorrir ?.
Como viver sem voce ?



























Amor platônico

Não sou teu sonho, nem sou tua poesia
Não faço parte de tua história e alegria
Mas és pra mim, um sonho, uma magia
Estando sempre presente em meus dias.


É meu sonho de ícaro, vivente na ilusão
Estrela irreal que mora em meu coração
Amor que é vivido apenas na imaginação
É dona dos versos de minha inspiração.

Amor que a razão não tem como explicar
Faz-me viver ... e em sonhos me faz viajar
Mesmo sabendo que jamais se irá realizar.

É amor platônico este meu sentimento
Que está intrico em mim todo momento
Qual entrego-me a ti meus pensamentos.


Ataíde Lemos



































































































































Marcadores:

5 Comentários:

  • Marta Peres,


    O que dizer a ti minha Poeta?

    Todas as ternuras e todo o Amor já estão em seu coração! A mim só basta dizer-te:

    Que o meu amor acrescente em teu peito!

    TE AMO!


    Poeta Dolandmay.

    Por Blogger Dolandmay, às 30 de junho de 2011 16:00  

  • É SEMPRE EMOCIONANTE ENCONTRARMOS NOSSOS POEMAS POSTADOS
    AGRADEÇO E PARABENIZO POR TODOS ESSES
    OUTROS POETAS, QUE TBM DEVEM ESTAR FELIZESPELA HONRA DE PARTICIPAR

    Por Blogger Maria Rita Bomfim, às 30 de junho de 2011 16:38  

  • Que delícia estar aqui no sarau da nossa querida Marta, uma delícia, um
    prazer imenso.Obrigada amiga por sempre me apoiar...te amo
    Mariza

    Por Blogger MARES E LUARES, às 30 de junho de 2011 16:46  

  • Amei vir aqui... Na minha cidade São José do Rio Preto SP, todo mês tinha reuniões para o sarau. Cada vez era uma casa de um dos poetas. Saudade! Fiquei tão feliz em encontrar esse cantinho, aqui com o nome SARAU, me fez viajar no tempo... A finalidade da poesia, é essa.. Transmitir paz, reunir amigos, falar de literaturas. Parabens a todos idealizadores desse espaço e a você Marta Peres, o meu carinho. Um imenso abraço. Poeta Francis Perot

    Por Blogger POESIAS SENSUAIS E CONTOS, às 1 de julho de 2011 18:21  

  • Admirável Marta

    Você é poesia pura, e ainda me faz feliz ao encontrar várias poesias minhas, desatacadas aqui.

    Meu coração, aperta de vontade de te abraçar.

    Deixo-lhe esse abraço, e meu obrigada sempre, por sua ternura!

    Adoro-te!

    Por Blogger Ruth Maria Perrella, às 3 de julho de 2011 17:40  

Postar um comentário

<< Home