.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Toma minhas mãos

























Toma minhas mãos

Hoje eu queria ser um anjo
E de asas abertas voar até ti
Tocar o teu rosto,
Beijar a tua face,
Deitar a cabeça no teu colo
E esquecer que não posso ser anjo.

Toma minhas mãos num gesto derradeiro
E sente delas o último fio de calor
Em cada toque, sente-me por inteiro
E viva ainda a que resta do amor.

Um amor sincero e verdadeiro
Que ultrapassa o tempo
Que nem o vento passageiro
Consegue levar este amor primeiro.

Hoje eu queria... Somente hoje,
Aproximar-me de você
Sentir teu corpo, tocar teus lábios
Sentir teu hálito quente
Entrelaçar nossos braços
Num abraço afetuoso.

Toma minhas mãos sinta o suor
Molhar como gotas de orvalho,
Sentir o meu sangue fervente
Esperando ser tocada levemente
Pelas tuas mãos delicadas
Deixando-me mais sedenta.

Sedenta de amor, sedenta de prazer.
Sinta o meu calor, mata meu desejo
Descubra meu segredo, sacia o meu querer
Faça-me um gracejo, cala minha boca
Com um ardente beijo.

Toma minhas mãos como palma de salvação
Vamos ser livres cantando a melodia
Preenche esse vazio dentro do meu coração.
Vamos cantar o amor com muita alegria
Faça-me voar como um anjo a passear
No espaço do teu corpo em noite de luar!

Izaura N. Soares

Marcadores:

2 Comentários:

  • Olá Marta, boa tarde!
    Estou aqui de volta tentar deixar o meu comentário e agradecer a você pelo seu apoio. Obrigada de coração... Que Deus ilumine sempre o seu caminho.

    Beijos no seu core.

    Por Blogger pequenaestrela, às 28 de junho de 2011 12:52  

  • Marta, essa pequenaestrela aí sou eu viu?...rsrs Eu tenho um blog com esse nome Pequena estrela.

    Beijos.

    Izaura N. Soares ou IZA DIAS

    Por Blogger pequenaestrela, às 28 de junho de 2011 12:56  

Postar um comentário

<< Home