.

sábado, 8 de maio de 2010

O Dia das Mães E os Poetas!




















Retrato de Mãe

Minha mãe era assim
toda bonita....toda perfeita
escrevia versos, lia Platão,
tocava piano, e servia licor
aos ilustres convidados
que valsavam no salão...
£una



ESPERANDO NENÉM!...
Em teu ventre trazes a esperança
Que te anima e enches de alegria
Que torna tua vida doce andança
Pelos nove meses de euforia!

Nestes nove meses a esperar o dia
Entre suspiros que o peito lança
E estás tão bela esperando neném
Com a nobreza singela de quem
Faz da espera, fruto de doce sabor.

Estás tão linda assim tão gordinha
Curtindo feliz, a tua barriguinha.
Saboreando o fruto do teu amor!
Helena Lins




SONETO( DECLARAÇÕES DE UMA MÃE)



É grande o meu carinho por você,
mas sei que você nunca entendeu!
Um dia foste apenas um bebê,
e aquela mãe sofrida era eu!


Por ti, eu sempre dei a minha vida,
provando cada dia o meu amor!
Eu posso até não ser compreendida,
mas te amo com carinho e com fervor!


Eu sempre entenderei o teu sofrer!
Sozinha, eu por você, muito chorei,
temendo o que pudesse acontecer!


Agora não és mais uma criança,
mas ao teu lado sempre eu estarei,
guardando a fé, o amor e a esperança!



Autora: Marlene Reis


MAMÃE...
.
Como é belo o seu semblante em meu olhar,
Ainda ouço a sua voz suave a me embalar,
O tempo e a distância só me fazem lembrar,
Dos momentos de criança sempre a cantar;
.
Mamãe, minha grande amiga e companheira,
Sempre pronta a me ajudar, mui verdadeira,
Eu venho dar-lhe o meu abraço, toda faceira,
Para ter seu carinho e lembrar a vida inteira.
.
Afagar os seus cabelos brancos e poder dizer,
O quanto é importante em minha vida lhe ter,
Mesmo com o peso da idade, me faz crescer...
.
Me faz acreditar em Deus e na família, enfim,
Você mamãe, sempre fez e faz tudo por mim,
Dedico a você todo o carinho que há em mim!
.
Esther Gonçalves





Lendárias lembranças

Parece que me lembro de um tempo.
Eu ainda no útero, em total silêncio.
E com certeza, o berço mais seguro!

Momentos suaves, de grande alegria,
suas mãos tentando me tocar
confessando a beleza de me amar.

Sim... e eu já me alegrava e percebia
seu sentimento mais profundo.
Parece que eu já sabia ...

Ela seria a melhor MÃE do mundo.



de: Vallentine (poetisa menor)





Mãe, você é parte da minha história...


Mãos firmes, quando a me conduzir.
Ou suaves, quando a me acariciar.
Hoje, pela vida mãos a me abraçar.

Eram olhos de águia, a me observar.
Ora travessos, comigo a brincar.
Hoje serenos, vencendo a lida da vida!

Eram cabelos ao vento, coloridos lindos,
exibindo leveza, ostentando jovialidade.
Hoje grisalhos, sabedoria além da idade.

O tempo enriqueceu o carisma de vivenciar
a plenitude, desiderato de sua maternidade.
Levo no livro poético da minha memória,
momentos e histórias... a se perpetuar.



de: Vallentine (poetisa menor)


MINHA MÃE...

QUNDO OLHO PARA MIM
VEJO A CÓPIA DE TI
NA SAUDADE QUE FICOU
NO BEIJO QUE FALTOU

NADA MUDA...NÃO SE ESQUECE
SOU FELIZ POR SENTIR TUA FALTA
TUA DÓCIL PRESENÇA,
ME FEZ FORTE E NOBRE

NÃO TEMA, ESTOU BEM
SOU O RETRATO DA VIDA...
AQUELA QUE VOCÊ
ME ENSINOU A VIVER

PERDOA ESTA LÁGRIMA
QUE INQUIETA ESCORRE
MAS, COMO VIVER SEM TI
MINHA ETERNA E ADORADA
MÃE?

TE AMO NA ETERNIDADE...


FILHA ÚNICA POR SER...ÚNICA NO AMOR QUERER!

*Ruth Maria Perrella-


MÃE...

São nos teus braços que esqueço
O meu cansaço
Nos teus carinhos que me fortaleço e me refaço
Nas tuas palavras que tranquilamente me acalmo
E se por vezes me olhas com censura...não reclamo...
Mãe...
Eu te amo!

Simplesmente Teresa



“Mãe”

Mulher divina e sagrada
Que nasceu para cumprir sua missão
Semear o amor sobre a terra
E fertilizar a pureza no coração.

Mãe que afaga todos os seus filhos
E que perdoa todas as ingratidões
Está sempre pronta para se doar
Uma fonte inesgotável de compreensão
Que mesmo ferida vem nos abraçar.

Mãe que mesmo vivendo na tristeza
Faz da vida uma melodia
Vai falando para seus filhos
Profetizando com sabedoria.

Numa lágrima ou no sorriso de uma mãe
Cada filho nesse dia devia fazer uma reflexão
Dizer a bênção mamãe
O seu amor semeou no meu coração.

(amaropereira)



MÃE

Mãe, todo poeta prá ti recitou,
Todo cantor prá ti cantou,
Todo artista já te exaltou
Prá amar Deus te criou.

Mãe, hoje aqui estou
Prá ti vou escrever,
Falar de tua vida e teu viver
Falar que tu és amor.

Mãe, que nunca cansou,
Seus filhos sempre embalou
De dia ou noite se dedicou.

Mãe és carinho e bem querer
Palavra simples de dizer
Porém, complexa de entender.

Iracema Patrício




FLOR DE DEUS ...

Mãe que espera
Tecer dentro de si
O comecinho do ser
Sonhando com o momento
De o embalar junto ao peito.
Mãe que ora
E ao Senhor implora
Que abençoe seu bebê.
E o Senhor o afeiçoa
Com tamanha leveza
Que lhe permite sorrir
E Sua glória é acesa.
No carinho há virtude e beleza.
E os Anjos Querubins
Cantam rejubilando o milagre da vida
Que leva mamãe ao apogeu
Ao fitar o filho seu.
Chora e ri ao mesmo tempo
Demonstrando o imenso sentimento.
Torna-se naquele momento
A flor preferida de Deus ...

Iveti Specorte


FRUTO DIVINO

Mãe tem cheiro de mãe,
do colo mais gostoso,
das palavras sensatas.
Criada pela
sensibilidade de Deus.
Seu acalanto é o mais belo,
mãe é analségico,
anti-térmico,
calmante,
só ela consegue
sentir a dor
e a alegria do filho,
intensamente.

Ventre bendito,
Aconchega vida,
semblante bonito,
incansável lida.

Na hora da sede,
no momento do medo,
quando se perde um amor;
Mãe preenche tudo.
Delicada flor
de sempre.
Acorda tão cedo...

Canto seu encanto,
Dói a saudade,
seu beijo santo,
bálsamo, elixir.
Suave maldade,
Quando parte;
Brilha no céu,
Estrela na terra
Estrela do mar.
Doce paz;
quanta falta
voce me faz!

[gustavo drummond]


Mamãe

Muito antes que eu assoprasse velas
Mamãe já me assoprava a face
Em meus gagos de soluços
Aninhado em teus braços.
Muito antes do meu saber
Inteligente! Mamãe sabia
Nas rendas que bordastes
Desde a graça ao amor
Que um dia eu herdaria.
Meu ser em mamãe
Saudade!
E mamãe ainda é guia.

Catarino Salvador.


SER MÃE...

É ser coisa de outro mundo:
é ser anjo do céu em forma de mulher
em nossa desamorosa Terra...
É saber amar em puríssimo
e eterno amor na sua sublime missão...
É saber revestir-se de flor
para perfumar, em ternura e brilho,
o fruto de suas entranhas.
Ser mãe é transcender em ternura
é saber suportar a dor e a amargura
se por acaso uma lança
lhe dilacera o coração...
Ser mãe é amar a cada filho
com o mesmo peso de amor,
embora eles sejam em número de cem...
Ser mãe é saber suportar a ingratidão
daqueles a quem ela dera a luz
Com as lágrimas complacentes do seu amor...
Ser mãe é saber suportar as sete dores
No calvário de vida e de horrores...
Ser mãe, enfim, é ser anjo e querubim,
é ser fada, é ser santa, é ser divina,
em sua essência de concentrar em si
a maior força do Universo: o Amor!
MÃE: três letras de amor a representar
um oceano de ternura e de bondade!...

Autor: J. Udine -


Marcadores:

7 Comentários:

  • Fico feliz vendo a homenagem que fiz à minha mãe, que está representando, assim, todas as mães e filhos, pois um grande amor é o que move o sentido de ser mãe.
    Obrigado Marta Peres, pelo privilégio de eu poder estar aqui, entre tanta gente querida.
    Feliz dia das Mães todos os dias.
    Jorge Luiz Vargas

    Por Blogger Jorge Luiz Vargas - jhoyvargas, às 8 de maio de 2010 17:32  

  • Nossa, amiga, que alegria eu senti ao ver o meu soneto em homensagem às mães, postado aqui no teu blog, entre tantas preciosidades poéticas! Muito obrigada por esse carinho! Que Deus continue abençoando a tua vida e o teu maravilhoso trabalho! Beijos de obrigada!

    Por Blogger Marlene, às 8 de maio de 2010 17:51  

  • Linda homenagem, Marta. Essa página está transcendente de amor.
    Bela homenagem às mães.
    FELIZ DIA PARA TODAS AS MÃES , LEITORAS DESSE BLOG.
    Beijos florbelianos....

    Por Blogger STELLA VIVES, às 8 de maio de 2010 19:56  

  • Parabéns a todas as mães!
    Como gostaria e abraçaroutra vez vez a minha mãe,poder afagar aqueles cabelos grisalhos e declamar o meu amor em poesia.
    Que saudades!
    UM BEIJO NO CORAÇÃO DE CADA MÃE.
    (amaropereira)

    Por Blogger Blog do Caldeirão, às 8 de maio de 2010 20:39  

  • Querida Marta...
    que seja muito alegre e feliz
    este teu Dia das Mães!

    Abçs

    Por Blogger Verluci Almeida, às 8 de maio de 2010 22:13  

  • Meu Narciso sorriu feliz ao ver minha poesia ao lado dos excelentes poetas escolhidos por voce!

    OBRIGADA! :)

    Por Blogger Verluci Almeida, às 8 de maio de 2010 22:15  

  • Martita amada, bom dia!
    Parabéns pelo seu Dia e todos os demais...
    Jamais ousaria pensar que algum texto de minha modesta autoria fosse publicado na rede...
    É muita emoção.
    Gratíssima.
    Beijos

    Por Blogger Flor de Lotus Azul, às 9 de maio de 2010 06:18  

Postar um comentário

<< Home