.

sábado, 17 de outubro de 2009

Vaga-Lume


Vaga-Lume

Vaga-lume, Vaga-lume
Pisca, pisca na noite escura
Deixa um pouco do lume
Que se transforma em ternura.

Vaga-lume vai,
Vaga-lume vem,
Vaga-lume tem
Notícia do meu bem?

E vai, vaga-lume,
E vem também
Chega com seu lume
Iluminando alguém!

Já lhe disse vaga-lume
O nome do meu alguém?
Eu não tenho constume
De contar segredos também!

Corre-corre vaga-lume
Corre na horta apressado
Acenda logo seu lume
Você já está atrasado!

Marta Peres
Texto infantil dedicado a Matheus, Lucas, Gabriel, Pedro, Clara e Miguel
Netos amados!

Marcadores:

1 Comentários:

  • MINHA LINDA GRANDE POETISA MARTA PERES!
    "VAGA-LUME"...além de magnífico...retrata esse amor de AVÓ que conheço bem como AVÓ que tb sou.Que amor louco e gostoso demais.PARABÉNS E OBRIGADA...ESSA EMOÇÃO NÃO TEM COMO DEFINIR...OU SIMPLESMENTE AMOR!VOCÊ BRILHA COMO MÃE,AVÓ,POETISA,AMIGA,ENFIM COMO SER HUMANO MARAVILHOSO QUE VC É!COM O MEU RESPEITO E CARINHO ENORME!BEIJOS NA ALMA!

    Por Blogger Marisa, às 19 de outubro de 2009 11:37  

Postar um comentário

<< Home