.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Falando em Poesia!


Sucessão de Desejos


Meu corpo nu,
Doce e cheiroso,
Feito pétala de rosa,
Acende-se todo,
Quando tuas mãos másculas
Passeiam sobre ele.
E em teu corpo,
Todas as luzes do universo,
Acendem-se, para que eu caiba inteira
No fundo da tua alma.


Paty Padilha



NÃO PRECISO DIZER EU SEI...

Olhar de quem nada sabe
De quem deseja sem desejar...
Mesmo não me pertencendo
Deseja profundamente sentir
O gosto de minha boca
Colada à sua!
Chega mais perto e sinta meu cheiro
Sinta o perfume do meu corpo
Mesmo que seja por um
Momento!
Sei de teu desejo de levar
O gosto de mim dentro de ti...
Será como lembranças acesas
Numa noite perdida no tempo
Mas será delicioso levar
Um pedaço de ti em mim...
Vem me pertencer!
Pelo tempo que me quiser
Faça de mim sua amante,
Namorada ou amiga.
Mata esta sede que temos
Um do outro...
Deixa deitar meu corpo nu sobre o seu
Sei que você me quer como eu te quero
Vamos viver
Apenas alguns momentos

Adriana Leal



Desejos de Liberdade

Queria ser como as borboletas
Que voam livres pelas campinas
No esplendor do sol das matinas
Felizes com suas piruetas.

Queria da estrela ter a luz
Para lenir a obscuridade
Que existe na humanidade
E da Criação fazer-me jus.

Queria romper com os grilhões
Do meu espírito aprisionado
E pela luz ser inundado
Levando amor aos corações.

Queria do sábio a lucidez
De sua sabedoria interior
Não se abala com o exterior
Tem no silêncio a solidez.

Meus desejos alcançarei
Se cultivar o real amor
Com muita vontade e labor
A liberdade então terei.

Neneca Barbosa


TEUS BEIJOS...


"Que segredos tem teus beijos?
Que te mantém a meu lado
Junto, bem junto, colado
Mesmo distante de mim


E assim,
Num frenesi envolvente
Intenso, úmido, quente
Me torna total dependente...


Teus beijos
Me extasiam em repletos desejos
Desvende prá mim teus segredos
Pois falo sério, preciso muito saber


É um beijo que não se esquece
E até parece
Que teu gosto está aqui
Selando teus lábios em mim


Beijo que me queima, que arde
Minh’alma invade
Acalma e inflama, feito uma chama
Tatua, perpetua e me ama


Beijos...
Da tua boca eu preciso
Doce poção de absinto
Venha ou me traga o antídoto
Para que eu possa viver"


(Rose Felliciano)

ULTIMOS VERSOS

Meu amor!
Esses são os ultimos
versos que te escrevo.
Chegaste de meus sonhos
mais profundos e eu esperava
ansiava e precisava de ti...
contigo escrevi e realizei a
mais linda estória de amor!

É tão efemero o amor
e tão logo esquecido...
- já não me amas -
e eu não sei o que farei da
minha vida quando
tiveres partido!

Essas são também as ultimas
dores das punhaladas cruéis
que atravessaram o meu peito
e dilaceraram minh'alma
e meu coração...

Obscuros sentimentos...
ensaios de uma dor aguda
pungente manchando de sangue
esses tristes versos...

Mas eu hei de esquecer-te
buscando no silêncio
o meu eterno e
derradeiro instante!

Celina Vasques
Maria Catherine



Por Devaneios

Acordaste-a numa manhã tão quente,
Sobre todas as loucuras do teu sentir...
Tão fogosa, aos devaneios que sente
Pelas horas marcadas que há-de-vir!...

Pensaste num querer que entre a gente
Será um tanto este amor, por existir...
E dentro das verdades fazes contente,
À contigo junto a mim nos por dormir!...

Sobre o desejo repleto da tua verdade
Amaste-a sem cumprir em lealdade,
As vontades que carregas no teu peito!

E quando despertar do teu sono leve...
No tempo tu verás que está tão breve
À noite por passar... O amor-perfeito!...

(Poeta- Dolandmay)

Brisa Encontre Meu Bem

Vento leva minha cantiga
Ao encontro do meu bem
Passe a brisa em seu rosto
Lhe dê um beijo também

No desalinho dos seus cabelos
Deixe meus dedos neles tocar
E mexendo em sua cabeça
Com muito carinho vou lhe acariciar

Em seu nariz,deixe meu perfume sentir
Para que saiba que estou ali bem pertinho
Que o trago em meu pensamento
E que não esqueço dele em nenhum momento

Nessa sutileza de um assobio
Deixe ele ouvir minha voz
É o cantar de quem ama
E por quem meu coração chama

Anjopoesia



Entardecer melancólico

Através da vidraça
Olho uma imensa serra;
Enormes árvores solitárias.
Ruas enlameadas,
Uma tristeza que dói.

Gente não vejo
Vozes emudecidas
Alguns ninhos, no beiral
Da minha casa
Pássaros quietos...

Vez ou outra um canto baixinho
De quem estão entristecidos
A noite chegando
A solidão aumentando
Bem que eu queria dormir
Acordar só amanha.

Quando o sol aparecesse
E os pássaros cantassem alto
Um canto de alegria
E dos seus ninhos saíssem
Numa bela revoada.

Ente as nuvens entrassem
e no infinito azul
se perdessem.

AUTORA:TEREZINHA C WERSON/PEDRO DE TOLEDO/SET/2007

Qual nome?

Sobram os versos, primorosos,
com palavras, as mais delicadas.
Nos tantos motivos carinhosos,
o elo, das almas apaixonadas...

Falta, então, destinar um nome,
para ofertar tão lindo presente.
Ao menos, ao chamar pelo fone,
a certeza que será conveniente...

Se, a quem chamar, for o engano,
com as marcas de uma máscara,
sem motivos, tudo será leviano...

Na certa, é um assunto delicado,
às vezes, por um certo momento;
ao contrário, versos irão ao vento!

Oswaldo



Chama


amor é chama
que arde no peito
e deve ser mantida
sempre acesa .
É algo sublime
Que deixa nosso dia a dia
Mais quentinho
e cheio de ardor

Assim ...
Expresse seu carinho
renove a atenção
aplique suspense
descubra novidades
que agradem seu parceiro
e faça com que seus momentos juntos
sejam mais
felizes!

Ana Beatriz Nascimento & Marcos Cione


SIMPLESMENTE SAUDADE...

Esta dor difusa e mansa
que faz morada em meu coração
traz a tona tantas lembranças
faz brotar em mnh'alma
lágrimas de pura emoção...

É uma vaga claridade
em meio a escuridão
é um suspiro de amor
sopro de felicidade
é sombra que me acompanha
é simplesmente Saudade...

Regina Azenha


Entra Na Roda...

Vem entrar na roda
Vem dançar comigo
Vem seguir meus passos
Sem você eu não consigo

Dançar quero até o amanhecer
Sambas pagodes valsas tangos
Eu exijo,com você tem que ser
Por mil e uma noites você quero ter

Vem entrar na roda
Dançaremos a noite inteira
Falaremos de amor
E também muita besteira

Vem entrar na roda
Dançaremos até o dia raiar
E quando o dia acordar
Nos seus braços quero estar

Anjopoesia



Chuva e lágrimas



A chuva
molha o chão
Rega a plantação
Enche as cisternas
E os rios.

A lágrima
Molha os olhos
Rega a emoção
Enche de tristeza os rostos
E os corações .





Ana Beatriz Nascimento

CONTRADANÇA
Oswaldo Antônio Begiato

Te quero rubra
Te fazes branca
Te quero branca
Te fazes água
Te quero água
Te fazes jóia
Te quero jóia
Te fazes mulher

Te quero rosa
Te fazes nuvem
Te quero nuvem
Te fazes solo
Te quero solo
Te fazes vôo
Te quero vôo
Te fazes mulher

Te quero brisa
Te fazes vácuo
Te quero vácuo
Te fazes sopro
Te quero sopro
Te fazes vida
Te quero vida
Te fazes mulher

Te quero carne
Te fazes sonho
Te quero sonho
Te fazes pele
Te quero pele
Te fazes cheiro
Te quero cheiro
Te fazes mulher

Te quero rasa
Te fazes poço
Te quero poço
Te fazes seca
Te quero seca
Te fazes doce
Te quero doce
Te fazes mulher

Te quero terna
Te fazes vulcão
Te quero vulcão
Te fazes neve
Te quero neve
Te fazes fogo
Te quero fogo
Te fazes mulher

Te quero fênix
Te fazes cinza
Te quero cinza
Te fazes cheia
Te quero cheia
Te fazes colo
Te quero colo
Me fazes homem



Feliz é aquele,
Que assim como eu,
Faz parte de capítulos
De um livro que narra
Histórias de amor!...


(Raul Dias)


Estrelas Comestíveis

Penso que o milho de pipocas
Seja semente de estrelas,
A panela, um vasto espaço...

Deposite essas sementes nesse vasto
Espaço, que estará em cima do sol
Que você acendeu com seu MagiClick
E, escutará o fabuloso Big Bang de
Ploc ploc, transformando as sementes
Em estrelas, que logo brilharão quentinhas
No céu da boca de uma criança!


Pergentino Júnior



Mensagem do amor



Quero criar laços de amor,
colorindo tua vida com todas as cores
Da minha emoção.

Quero sentir o brilho do luar
salpicando meus cabelos soltos na brisa,
Ouvindo a voz do teu silencio
pulsando em mim.

Quero brilhar no teu céu
Mesmo sendo uma estrela distante da sua vida,
Desejo a emoção de segurar tuas mãos
E ler a mensagem dos teus olhos.


O que realmente importa
É a mensagem do amor,
E eu amo você.

Autora: Mone Uezu



Sempre haverá um por do sol

A cada dia nasce o sol, nova luz,
brilho mais vivo, e novas descobertas...
vida nova a cada manhã.
Pensamentos renovados, busca de respostas
às perguntas que gritam no peito, recordações
que acarretam saudades. Desencantos, tudo
poderia ter sido diferente. Momentos vividos...
passado...outros pensamentos...história onde
mais uma página foi fechada...recordações,
certeza da mais precisa bagagem.
E assim cada um caminha vivendo, descobrindo
segredos, abrindo cortinas, entendendo os
porques, buscando aprender, mais e sempre mais
pois não aprendemos tudo e sempre haverá
mais e mais a se aprender, e sempre haverá
um por do sol.

Marta Peres


Recomeçar

A cada despertar uma esperança
Onde busco sempre recomeçar
Com muita coragem desempenhar
Metas para uma vida de pujança.

Refletir nas experiências vividas
Entre os erros e acertos vou seguindo
As oportunidades vão surgindo
Na jornada elas estão inseridas.

Vencer os conflitos do coração
Colher bons frutos da semeadura
Viver belos momentos de ventura
Na poesia deixar fluir a emoção.

Quero escrever uma página nova
No longo livro da minha história
Caminhar confiante na trajetória
Procurando vencer a cada prova.

Compreender a plenitude da vida
Agradecer a Deus cada momento
Absorver a luz do conhecimento
Com sabedoria enfrentar a lida.


Neneca Barbosa

Marcadores:

7 Comentários:

  • Querida, amei este espaço está lindo e maravilhoso.
    Obrigada! Por postar uma poesia de minha autoria,
    Aplausos pelo lindo trabalho e obrigada de coração.

    Por Blogger Mone, às 16 de outubro de 2009 06:01  

  • Parabéns querida Marta, pelo belo trabalho de divulgação dos poetas e da poesia.
    O seu jardim está florido com belas rosas.
    Obrigada por fazer parte desse jardim, com meus singelos poemas.
    Um beijo de agradecimento!
    Neneca

    Por Blogger Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução!, às 16 de outubro de 2009 06:49  

  • Sim, minha Amada Marta Peres!
    Aos dias que passam na turbulência que vivemos tu enfeitas a vida de um humilde Poeta!...

    Fico honrado em sempre estar junto a tantos Poetas Maravilhosos!!!

    Fico honrado por estar contigo!

    Obrigado!!!

    AMO-TE!
    Sobre todas as minhas Verdades!

    Dolandmay.

    Por Blogger Dolandmay, às 16 de outubro de 2009 06:54  

  • Marta,querida
    É sempre motivo de felicidade ter um dos meus escritos na tua página, entre tantos outros poetas maravilhosos.
    Agradeço o carinho e sua amizade.
    beijos
    Regina Azenha

    Por Blogger Regina Azenha, às 16 de outubro de 2009 11:57  

  • Marta que lindo esse seu espaço,como é bom poder contemplar as poesias de pessoas tão lindas e puras de coração....
    Adoro fazer parte do seu cantinho...
    Obrigada pelo seu carinho...
    Amo você querida...
    Beijos
    Anjopoesia

    Por Blogger anjopoesia2, às 16 de outubro de 2009 16:51  

  • Minha querida, o melhor de vc é sua essência...tenho certeza que todos os amigos com os trabalhos aqui postados sentem-se honrados em receber de vc esse carinho, esse privilégio, este prestígio!Sem querer ser repetitiva- A.D.O.R.O VC -E passei a te admirar pq vc é muito além do que o nome que vc fez, vc é muito humana,querida!E isso é qualidade dos sensiveis de alma, dos grandes em visão!Beijos e receba minha grtidão!

    Por Blogger ®KêniaBastos, às 17 de outubro de 2009 06:06  

  • PARABÉNS A TODOS OS POETAS E POETISAS QUE ABRILHANTARAM "FALANDO EM POESIA!"Isso aqui está lindo demais,graças a vocês e a GRANDE MARTA PERES que promove esse prazer de rara beleza!BEIJOS MEUS!

    Por Blogger Marisa, às 17 de outubro de 2009 12:34  

Postar um comentário

<< Home