.

sábado, 7 de maio de 2011

O Dias das Mães em Poesia!


















MINHA MÃE
Míriam Torres

No rosto a doçura, meiguice
Anjo vestido que me traz amor
Amor sem limites
Corpo incansável
MÃE
Paz inimaginável
Acaricia com olhar
Morre aos poucos
se me vê chorar
Sinto-me amparada apenas com um gesto
Sinto-me forte apenas com sua presença
MINHA MÃE
MINHA REFERÊNCIA

























Mãe

Voce mãe querida
Aquela que sofre escondida
Enchendo de lágrimas sua face
Numa preocupação incontida

Deus te fez assim
Sempre cuidando de mim
Amor incondicional
Qualidade essencial

De quem ama
De forma alucinada
E sua única vontade
Só ver minha felicidade

Anjopoesia



























MÃE MELHOR AMIGA

A melhor mulher
Aquela que nos da a vida
Nos protegendo sempre precavida
Ensina os primeiros passos
Sempre ampara em nossos fracassos
Estamos sempre em suas orações
Quando fala vira pura emoção
Moramos sempre em seu coração
por nós compra briga
Nossa grande e melhor amiga
Boa,calma, incansável
De todas é a mais amável
Mãe feminino de amor
Teu coração só sabe amar
Sempre pronta para se doar
Proteger e tua missão
Mãe na vida é a razão
(Orides Siqueira)































Amor Materno
Manoel Virgílio

De amor, vou escrever mais um soneto,
Em versos que não sejam só retórica.
Importa-me que, assim, em seus quartetos,
A minha ideia não seja alegórica.

Tercetos que, em finais, serão momentos,
Versando de um amor, o amor materno.
Que, Deus, vá me inspirar, bons sentimentos,
Capazes de tratar de um tema eterno.

Amor, eu tenho às mães que, dia a dia,
São símbolos eternos de um amor,
Que faz nascer um ser, gerado em dor.

Exemplo mor foi a mãe, Santa, a Maria,
Que ao mundo, num estábulo, deu luz
Ao filho, o que de Deus - Cristo, o Jesus!





























MÃE – UMA PARTE DO CÉU

Quando vieste, mulher, sob as glórias de Deus;
De apenas uma parte, fez-se maior e divina!
Quando vieste, oh, mãe, de os olhos teus,
Completastes a perfeição que em mim não há...

Pois, mãe, mesmo eu a sanidade, tu me amas,
Mesmo eu a falta de controle, tu me guias...
Mesmo eu rejeitado ao mundo, não me negas,
Mesmo eu sem caminhar, tu me és os pés...

Oh, mãe, mesmo eu sem fala, me entendes,
Mesmo eu sem chão, tu me és o solo...
Mesmo eu à boca amarga, me és o doce mel...

Mamãezinha querida, tão curto é o meu tempo,
Mas ao teu coração, quão eterno ele se torna...
Oh, mulher, que as minhas dores confortam,
Quando junto a Deus eu estiver, te serão os céus!

Poeta Dolandmay






























Nós as Mães!

Sempre agi como uma mãe amiga
Poucas vezes fiz valer minha autoridade,
Todos sabem que os caminhos dos filhos
É voar como setas lançadas na estrada.

Fui assistindo o tempo passar
Levando-me a razão de viver,
Deixando no peito uma ausência
Que nada no mundo pode preencher.

Assim me tornei uma mãe amada
Na alma e coração dos meus filhos,
Mesmo distantes são meus presentes
Aconchegados no peito prá sempre.

Minha homenagem minha mãe!
Sempre amando desmedidamente
Tornando-me o que hoje sou,
Partindo de mim tão docemente.

Hoje habita nos vales verdinhos,
Junto de Nosso Senhor...
Saudades minha mãe querida!
Penso em você e ainda sinto dor.

Márcia Rocha













































































































































Anjos Mãe...

E Deus viu que precisávamos de anjos sobre a terra
E Deus mandou que os anjos descessem sobre a terra
E Deus disse aos anjos:
– Amarás meus filhos como eu vos amo
– Deixareis de comer para alimentá-los
– Deixareis de dormir para velá-los
– Não medirás sacrifícios para vê-los felizes
– Vão e cumpram a missão que a vós confio
– E nunca esmoreçam anti qualquer obstáculo
– Pois tua força e coragem virão de mim

E Deus chamou esses anjos de MÃE

(SamisXela)










































































































































































































































































































































































































MARIA, és Rainha de todas as mães!
Cada mulher-mãe traz de ti um fino traço.
Como bendita tu multiplicas os pães
Da ternura e os envolve em divino abraço...

MARIA, entre todas foste a escolhida!
O teu santo nome há muito escrito no Céu!
Com o teu SIM, tu nos deste o Senhor da Vida
Para expulsar de nós o sentimento incréu!

MARIA, Mãe puríssima do Divino Amor!
És também nossa Mãe em luz e esplendor,
Oh, excelsa Mulher escolhida por Deus!

Por seres Mãe de Deus, no amor e na alegria,
Querer negar-te o excelso vulto é heresia...
Perdão, Mãe, pelos incrédulos filhos teus...


J. Udine - 05-05-2011



















Gestos de Mãe

Quando pequena criança,
noites e noites
o medo insuportável rondava
o quarto,
seguia-se insegurança
e desconforto,
angústia
e não sabia de onde vinha.
Todas as noites,
mão quente e generosa
afagava meus cabelos,
acarinhava meu rosto
cantando cantiga de ninar,
contando os mais belos
contos de fada,
rainha, princesa, palácios,
sempre terminando:
eles foram felizes para sempre!
Obrigado tios, obrigada mãe vó,
vocês fizeram a diferença
na minha vida!

Marta Peres




















Querida Mamãe

Mãe
Hoje estou criança
Com um medo enorme
De me perder das suas mãos
Com um medo enorme da escuridão do desconhecido
Querendo eternamente morar no seu acalanto

Hoje relembro a sua voz ainda jovem
A me contar historinhas
Recitar poesia
Do abraço do seu carinho
Quando eu era tão pequenina
E tinha o mundo inteiro conquistado
Quando estava no seu abraço

Hoje estou criança assustada
Com esse tempo que corre rápido
E que o coração adulto
Machucado pela vida
Até esquece-se que a eternidade existe
E vive assustado quando você está longe dos meus olhos

Por isso hoje
Enquanto tenho os laços do seu abraço
Quero te dizer
Que o meu amor é maior do que o mundo
É amanhã quando acordar
Hei de ter dentro do peito
O meu sorriso de criança
Somente pra te alegrar.

Glorinha Gaivota – GG





















EM TEU LOUVOR, MÃE!

Louvo-te, oh, mãe!
Por todos os meus dias, agradecida,
Sob tuas asas, bendigo ser nascida,
Por ser-me anjo, mais que genitora,
De minha história, a própria autora...

Louvo-te, oh, mãe!
Nesse exemplo de missão, tal Maria
Ao gerar Jesus, o fez como poesia...
Ser mãe de seis, num mundo adverso,
Um a um, no ventre, plantar um verso...

Louvo-te, oh, mãe!
Por todas tuas dores, ver-te reerguida,
Após ter-te tirado do seio, tanta vida,
Seguir ainda guerreira, teu caminho,
Dar-nos apoio e o colo do teu ninho...

Louvo-te, oh, mãe,
Em todos os dias, a Deus e aos santos,
Por abençoar-me com o teu amor tanto!

Telma Moreira





























DAS MÃES DO MUNDO
Guida Linhares

Queria fazer um poema diferente
que ecoasse em todos os corações
lembrando as mães do mundo,
que semearam e frutificaram,
mas ao passar do tempo,
ficaram no abandono.

Queria lembrar das mães,
encarceradas nos presídios,
por erros do seu passado.
Mas em seus dias de exílio,
choram por seus filhos,
que nem sempre as visitaram.

Queria pensar nas mães enfermas,
afastadas da família pela circunstância,
às vezes inertes na cama e dependentes,
fora do convívio e do afago familiar...
quando por muito tempo,
as visitas vão rareando,
e o coração se entristecendo.

Queria falar só da alegria,
das mães pertinho da prole,
mas penso nos filhos que moram longe,
sem poder neste dia especial,
abraçarem suas mãezinhas,
trocando todo o carinho.

Ainda me preocupo com as mães da rua,
com as mães pobres e renegadas,
com as mães estigmatizadas,
com as mães asiladas, com as mães aidéticas
e com tantas outras mães vítimas da violência,
das drogas, da falta de amparo e de emprego,
valentes guerreiras sobrevivendo à míngua.

Dia das Mães....o comércio lotado,
todos procurando um encantador presente!
Mas talvez o maior deles esteja inserido
em quatros palavras simples
mas riquíssimas em seu significado:
MÃE EU TE AMO

Quiçá todas as mães do mundo,
pudessem receber esta dádiva da boca de seus filhos....
com aquele abraço apertado e beijos doces,
acompanhando a mais singela emoção:
o encontro de dois corações entrelaçados num só!

















Mulher mãe. Mãe mulher.
.
Duas palavras que se completam na magia da vida.
Uma não existe sem a outra.
.
Ser Mãe e ser “aquela”...
Que abraça a vida em seu ventre
E a alimenta em seu seio.
.
Que se torna uma fortaleza
Para proteger o ser vindouro
E fazer da dor a dádiva da vida.
.
Ser mulher Mãe é ainda mais...
É ser a metade mais inteira de dois.
É ser “aquela”: a única e a mais múltipla que existe.
.
A você, Mulher Mãe,
Que é pela vida, pelo feto, e pelo afeto.
A você Mulher Mãe
Meu carinho, pelo recomeço eterno.
.
Lete Dias


























SER MÃE...

"Mais que gerar a vida
É trazer à vida
Ser a acolhida
Ensinar a viver....
Muito mais que dar à Luz
É mostrar a Luz
Luz que conduz
e separa das trevas...
Mais que ensinar a falar
É o que falar,
quando falar
E a importância em se calar...
Bem mais que ensinar a andar
É acompanhar os passos
Falar dos espaços
Incentivar a seguir...
Mais que corrigir e educar
É ensinar com seu exemplo
E em silêncio,
Falar as mais sábias palavras...
Bem mais que ovário e útero,
é Coração.
Sua maior proteção,
a Oração.
Mais que colo, é abrigo
E ter nos olhos o sorriso,
Que boca alguma jamais deu...
Mais que Mãe....Uma dádiva de Deus"

(Rose Felliciano)





















MÃE, AGORA É TARDE.

Um dia você entende
Que sua mãe perdeu o sono
Noites e noites mal dormidas
Velando pelo seu sono.
Quando você acordava
Carregava-te no colo
Para te agasalhar.

Um dia você entende.
Que sua mãe perdeu
Sua juventude,
Perdeu sua vaidade
Pensando só em você.
Das orações que fazia
Para Deus te abençoar

Um dia você entende.
Que ela quase não viveu
Construindo teu futuro
Sonhando com uma vida
De vitórias e sucesso.
Que ela sonhou demais
E o sonho todo acabou.

Um dia você entende
Que hoje o corpo esta cansado
Que ela tem sentimentos
Se sente solitária
Conversa no quarto o escuro
Chora no travesseiro
Fica muda num cantinho.


Um dia você se lembrará
Das palavras que não disse
Mas será tarde demais,
Ela jamais ouvirá...

Terezinha C Werson























“ Uma flor em pessoa ”

Uma flor em pessoa
Com seus afagos e carinhos
Com seus conselhos e espinhos
Ser humano de alma boa

Intrépida e abrasiva quando necessário
E necessariamente meiga e delicada
Peça indispensável no meu relicário
Meu melhor exemplo, minha amada

Uma amiga sincera e atenciosa
Uma mão sempre aberta e estendida
Mulher guerreira, fiel e majestosa
Um espelho para toda minha vida

Brisa que acaricia os meus cabelos
Fé que invade o meu coração
Ser que abraça, que cinge com desvelo
Minha mãe, minha eterna gratidão

Sérgio Murilo


























Mãe

Mãe é mãe,
mãe é tudo,
é luz,
é alegria,
é aconchego,
é doação.
Mãe é a mulher
que não gerou
o filho
e ama
como se fosse seu,
é vida,
é amizade,
cumplicidade,
amor puro,
sem mácula,
é entrega da vida,
é bálsamo,
é alegria
todos os dias
com devoção,
com ternura,
mãe é a beleza mais pura,
mais cara,
mais rara,
mãe é a maior perfeição.

Marta Peres








































































Uma carta para minha mãe

Ao acordar lembrei-me de você.
E chorei...
Da sua juventude.
Seu andar altaneiro
Das suas mãos de fada
Bordando fazendo rendas,
Que beleza! Tudo ficava
Tão, bonito eu me orgulhava
De você minha mãe.
O tempo foi passando
Pelo deserto você caminhou
O caminho era áspero
Mas você atravessou.
Chegou ao vale.
Amanhecia... Para levantar-se
Que agonia o corpo todo doía
Passos vagarosos
Mãos trêmulas
Mesmo assim tentava
Bordar ou costurar
Quando a linha acabava
Chamava uma das filhas e dizia:
- Minha filha coloca a linha
Na agulha, pois esse trabalho
Tenho que terminar
Lembrei-me e chorei...
Mas ela estava no vale
E Deus estava com ela
Às vezes olhar parava
Na imensidão...
No olhar pura solidão...
Lembrei-me das vezes que choravas
As lagrimas escorrendo entre as rugas.
Vagarosamente colocavas
As mãos trêmulas
Sobre a face tentando
Enxugar as gotas
Que como chuva caia.
Mas um dia escalaste
A montanha e nos braços
Do pai adormeceste.
Enquanto escrevia chorei...

Terezinha C Werson








Marcadores:

4 Comentários:

  • FELIZ DIA DAS MAMÃES DO MUNDO INTEIRO! QUERIDA MÃE E POETISA
    MARTA PERES...TE AGRADEÇO DE CORAÇÃO
    POR ESTA BELÍSSIMA HOMENAGEM NESTE
    DIA SOLENE QUE FELICITA AS MÃES.
    QUE TODOS OS DIAS DO ANO SEJAM
    AMADAS E LEMBRADAS PELOS FILHOS E
    ABENÇOADAS POR DEUS NOSSO SENHOR!
    FELIZ DIA DAS MÃES! MINHA AMADA AMIGA MARTA PERES!BEIJOS COM CARINHO!

    Por Blogger hortencialopes, às 8 de maio de 2011 04:50  

  • Minha linda Grande Poeta MARTA PERES!"O DIA DAS MÃES EM POESIAS!"
    Parabéns!!!!!Divinamente lindo e recheado de amor.Parabéns a vc GRANDE POETA-MÃE-MULHER E AMIGA.Obrigada por proporcionar um espetáculo de variedades de Tópicos em Homenagem às Mães...com um denominador comum:O AMOR!
    Parabéns também aos Poetas de todos os tópico que reverenciaram o INESGOTÁVEL AMOR DE MÃE!Obrigada por me encontrar em um dos Tópicos o que me deixou extremamente feliz.
    Feliz Dias das Mães a todas as Mâes do Mundo!!!!Te adoro!!!!
    BEIJOS A TODOS!


    MÃE É AMOR !



    M ãe, mulher forte e guerreira
    A mor na vida inteira, centelha
    E u te comparo as estrelas.

    É s fé, amor e vida

    A h ! Mãe querida
    M ulher que me deu a vida
    O amor como guarida
    R osas pra você, mãe amiga.


    Marisa de Medeiros

    Por Blogger Marisa, às 8 de maio de 2011 22:17  

  • Minha linda Grande Poeta MARTA PERES!Parabés à você e a todos os poetas que encantaram o Dias das Mães com formas variadas e um denominador comum: O AMOR !
    Obrigada por fazer tantos Tópicos Homenageando as Mães,fico muito feliz de estar entre eles.
    VOCÊ É O BRILHO!BEIJOS NA ALMA PARA TODOS!PARABÉNS MAMÃES!!!

    Por Blogger Marisa, às 8 de maio de 2011 22:41  

  • Obrigado pelo carinho a poesia e pelo tópico e postagens pelo dia da Mãe, ser especial que merece todo o respeito e consideração por parte nosso, beijos

    Por Blogger Edgar Alejandro, às 9 de maio de 2011 12:49  

Postar um comentário

<< Home