.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

O SERTANEJO

























O SERTANEJO

O sertanejo vai desbravando
Com muita coragem o sertão
Pelas suas trilhas segue cantando
Montado faceiro em seu alazão.

A caatinga é também sua morada
Conhece bem aquele torrão
Onde seguro campeia a boiada
Protegido pelo seu gibão.

De uma popular sabedoria
No Criador deposita confiança
Os raios do sol fazem companhia
No coração cultiva a esperança.

É forte como o mandacaru
Que resiste a seca com bravura
É destemido como um bambu
Carrega n' alma grande ternura.

Encontra desafios no caminho
Que supera por ser lutador
À noite volta pra seu ranchinho
Construído com carinho e amor.

Neneca Barbosa

Marcadores:

2 Comentários:

  • Amei esse poema!
    Ele retrata o sertanejo de diversas épocas nos mais lindos versos.
    Parabéns poetisa "Neneca Barbosa".

    Um beijo no coração

    Por Blogger BLOG DO POETA AMAROPEREIRA, às 3 de maio de 2011 09:12  

  • Obrigada minha amiga MARTA pela postagem de mais um dos meus poemas.Seu trabalho de divulgação da poesia é fantástico. Fico sempre encantada quando lhe visito.
    Beijos!

    Obrigada querido AMARO pelo comentário. A vivência do Sertanejo corre em meu sangue, por ter nascido no sertão nordestino. Um grande abraço.

    Por Blogger Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução!, às 3 de maio de 2011 11:48  

Postar um comentário

<< Home