.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Varal de Poesias!


Teu olhar e tudo mais...


Teu olhar frenético, inquieto,
Massagem na emoção;
Sinfonia de pardais,
Nos caminhos do coração;
Desvario na calma,
Agitação nas mãos,
Espalmadas de desejo,
Dedilhadas com amor e paixão;
Notas musicais, contornos sensuais,
Leveza no toque, sensível demais;
Imaginação ultrapassa,
Nosso corpo se encaixa;
Nada importa lá fora, a vida é agora,
Tudo mais se aquece e esquece,
O amor acontece;
Para nós tanto faz, se,
Anoitece ou amanhece;
Vão juízo, no eterno paraíso,
Habitado por nós dois.


Marisa de Medeiros



Lâmina d'água
.
Sou o riacho correndo mansinho
buscando carinho e cuspindo na dor
sou tulipa nas entranhas da serra
um peito que encerra a pureza do amor...
.
Vivo a sorrir dessa incerteza absurda
bebendo na fonte de meu aprender
zombo do ódio dos meus inimigos
que nunca entenderam meu bem querer...
.
Pedra rude, não poliglota é tupiniquim,
minha floresta tão bela
lindeza d’aquarela, tocata de oboé
o meu verde é o deleite dum coração
a sorrir de amor entre os igarapés...
.
Vez em quando à flor d’água,
a Yara beija um boto cor-de-rosa.
.
Marçal Filho


O que é o amor?

Doce emoção
que canta leve e suave.
Silêncio que fala num
sopro que cala.
Caminhos de emoções
sem destino.
Canção em melodia um
soar divino.

Viagem sem
volta vôo de gaivota.
Trevas que iluminam
entre carinhos.
Dois amantes unidos
na alma...
Conceito contido que
dói e acalma.

Um olhar de brilho
que irradia alegria.
Coração que transmite
felicidade.
Pingos de chuva
enamorados na praia.
Amor é o ritmo do
toque da pele.
Amantes beijos paixão
êxtase saudade.

Marisa Torres



Lua dos Amantes

Ó lua que na noite chega com encanto!
Clareia a chegada do meu amor ao abrigo
Conforta meu coração entregue ao pranto
Cuida dele até a hora em que esteja comigo!

Lua que pelo céu segue vigilante!
Leva essa amargura, e deixa meu ser brilhante!
Dá-me o conforto e a compaixão
Acalma esse bater ligeiro do meu coração!

Segue cheia, nova e minguante
A brilhar nesta noite calma e estrelada!
A prece vai do meu coração contente...
Pela simples visão sua, lua amada!

Que guarda aquele que é o meu desejo
Que sonho em roubar-lhe um simples beijo
Ela viu a lágrima que rolou de cima e assim,
Lua, veja meu semblante e o guarde por mim!

- Betânia Uchôa -




TIRA GOSTO

Ele era tão bonitinho
...tinha algo de safado!

Não era bem o meu tipo
e por isso achei engraçado...

Dei bola
só pra provocar
seu apetite aguçado...

E contrariando
ao que normalmente eu faria
...acordei em sua cama
noutro dia!

(Mell Glitter)

***

FRAGRÂNCIAS

Passou por mim
e deixou uma vontade
...um rastro de não sei bem o que...

E eu me entreguei
...só por curiosidade...
mesmo sem saber por que!

(Mell Glitter)

***

FOGO DE PALHA

Era certa a obsessão,
o fascínio
...o tesão!

Só não sabia-se
se era
chama
...ou carvão!

(Mell Glitter)



SAUDADE

Em preces eu te sinto
por todos os cantos
e nem sempre seguro
todos os meus prantos
de dor ou saudade
dos momentos tão felizes...

E quando vi teus olhos
amados se fecharem,
nosso amor e sonhos
desmoronarem,
percebi que teria na alma
eternas cicatrizes...

Não foi voluntária,
meu anjo, a tua partida.
Deus não te queria
sofrendo nesta vida.
Hoje entendo que
não foi adeus, nem o fim...

Mas esta separação
me dá um infinito desgosto
nas lágrimas que insistem
em escorrer pelo meu rosto.
Dói, como um pedaço
pra sempre arrancado de mim!

Arethuza Viana


Maior Amor


Talvez já estivesse escrito
Que poema deixa o mundo mais bonito.
Sentada entre flores lilás exuberantes;
Lia versos e tinha a face tão brilhante!

Talvez estivesse cercada de anjos
Uma legião quem sabe.
Para apreciar as puras mensagens.
Escolheram o jardim perto das paisagens.

Talvez os anjos atuem na inspiração
E aplaudem com satisfação.
Todos os versos de paz e amor;
Eles comemoram com palmas e fervor.

Sublimes encorajam para a fé manter
E a felicidade obter...
E convidam para ver o arco-íris
E apreciar no jardim a flor de lis.

Sentir o valor da vida que é formidável
Valorizar e ter existência saudável.
Contar com a ajuda dos anjos bons ao redor;
E anunciar que a vida é a luz do maior amor.

(Hortência Lopes)

QUANDO TE VI

Quando te vi
As meninas dos meus olhos
Sorriram para ti
E como moças crescidas
Se viram assim tão envolvidas
E puseram-se a dançar
E neste bailar de alegria
Ficaram as duas meninas
Perdidas no teu olhar!

Simplesmente Teresa



Esse amor se estende...


Essa tua presença, tão longe,
Onde se põe o Sol;
Nasce a Lua Cheia, e, te faz
Tão perto, em companhia com o
Deserto que há em mim;
Noite estrelada, pisca-pisca enamorada;
Converso com aquela estrela, que
Olha-me emocionada, nos entendemos,
Por amar nos enriquecemos,
Com o brilho do amor, superior a
Outro qualquer, mulher menina,
Brincando de ser feliz, e, é o que é;
No jogo da vida, que é a vida,
Sob o olhar do firmamento,
Na janela do mar, sentimento de
Paz, que faz o amor se estender e
Entender a liguagem da eternidade.


Marisa de Medeiros



Superação

Aos que rejeitam meu espírito,
deixo a luz do perdão
ungido com bálsamo da esperança
e o perfume quase mudo da afeição

Com a calma sacra,
vôo para novos desafios
nas asas coloridas dos cânticos
que celebram a vida

Minha fragilidade exterminou
quando segurei a solidão,
buscando palavras certas
para caminhos desfeitos

Vi minha alma sozinha
procurando aquecer-se
da dor cansada de rastros incertos

Fiz das ilusões, belas gaivotas
voando livres e solitárias,
deixando meu canto aquecido
nas rendas do sol


Conceição Bentes

REALIDADE E SONHO

Uma voz cálida vinha da canela nina
com tom leve grave e inquietante
do fundo dos lagares misteriosos
brotava e vinha como íntimo gemido
grito divino de uvas esmagadas
pelo peso do amor estuante, continuo
num espremer e aliviar do mosto
vibrante coração emocionado
em movimentos saudosos...

como doce sumo vinha e logo vira vinho
infiltra-se... instala embevecendo a mente
encorpando o estalido da paixão contida
que mora no meu ansioso peito...
um sonho... pode ser! pode ser!
ou a mais linda realidade de te ter
acampada cigana enamorando no meu leito.

Edgar Alejandro


Uma estrela de verdade.

Envolvimento
Imas da emoção
Olhos enigmáticos
Faz o tempo parar
Focando o meu coração
Os meus pensamentos.

Toda a força do seu olhar
Faz tudo acelerar
Descompassa o meu pensar
Tentando me cativar.

Você brilha como o sol
Tem a generosidade da terra
Que tudo oferece,
Cresce germina floresce.

Você dá espaço
Para que eu seja livre como um pássaro
Para que em seguida eu volte para os seus braços.

Reconhece o meu amor o meu ser
Em tudo pode ser melhorado iluminado
Para que em nossa vida em nossa volta
Haja alegria sadia de viver.

O amor para você é como um céu infinito
De onde resplandece o brilho da luz
do amor e da felicidade.

Com você tudo ficou maravilhoso
Como uma estrela você brilhou
Na verdade você plantou
E também colheu
Um amor de verdade.

Cláudio D. Borges.



ESPLÊNDIDA

Todo o tempo me passa,
O mundo me passa...
E nada me faz te esquecer,
Pois que és de mim,
A metade esplêndida!

(Poeta Dolandmay)



Pode ser...

Pode ser que um dia não nos vemos mais
Nossos barcos convergem para outros mares
Portando-se em outros cais.

Pode ser que um dia mudem os ventos
E para outras direções passam a soprar
E tudo do hoje se espalhe no ar.

Pode ser que um dia meu caminho pare por aqui
Ou talvez o seu, e o meu continue a seguir
E então nos desencontramos na estrada da vida.

Pode ser que um dia possamos sorrir
Das lágrimas que hoje vivem a cair
E então olharemos um no outro sem dor.

Pode ser que um dia o impossível aconteça
A palavra nunca, para tempo, não existe jamais
No ciclo da vida tudo transforma e se refaz.

Pode ser que um dia tudo pode ser diferente
Por isso que é importante viver o presente
Deixando o amanhã para o seu oportuno momento.

Ataíde Lemos


FEITIO

De pêssego
De mamão
De pera
De leite

Doce deleite...!

Janete do Carmo

Sonhos


Não vejo o céu e nem as estrelas,
Mas sinto vibrante a esperança
Viva dentro dos meus sonhos!

Regina Kreft


TRISTEZA NÃO TEM HORA




Ah! A tristeza!
Criminosa, assassina,
que astutamente chega e assalta à mão armada...
tenta sequestrar a poesia da minha alma,
e pede como resgate, um rio de lágrimas!
Meu coração já pobre e tão explorado,
não quer pagar o resgate!
Ah! Tristeza! Foge, recua!
Sai da porta da minha rua!
Você chega sem avisar,
não tem hora pra chegar!
Seja inverno ou verão,
sempre assalta um coração!
Saiba que ainda plantarei um jardim de alegrias!
Onde será eterna a minha poesia!
E terei um querubim,
como guardião do meu jardim!
A primavera chegará para mim,
e tristemente será o teu fim...
Oh! Tristeza! Que não tem hora pra chegar!
Vai chegar a tua hora!
A tua hora de findar!





Autora:Marlene Reis



Amanhã

Amanhã,
vou descobrir que ainda te amo...
Fazer juras de amor
e pedir ao Pai de Santo
pra te trazer em três dias.

Jogar sal,
tirar quebrantos
e rezar...
Rezar novenas e dezenas.
Quinhentas Ave Marias!

Galhos de arruda,
figas de guiné...
Promessas e dívidas...

Desfolhar as margaridas,
com urgências e agonias...

Amanhã vou descobrir que ainda te amo!

E se não houver amanhã?

Eurídice Hespanhol

REMISSÃO

Cabeça baixa
ela rezava
e repetia
a Ave Maria.

Voltava pra casa
e se trancava
com o mulato
e o couro comia

E Deus perdoava
todos os dias!

(Elza Fraga)



VOCÊ ACHA

Você acha que o amor
que tenho por ti,
pode ser feliz sozinho?
Claro que não!
Meu coração precisa muito
do teu carinho . . .

Homenino Poeta

EXISTE

Existe em nós,
o mesmo céu
que a gente vê,
em Deus . . .

Homenino Poeta

UM POUCO

Um pouco de ti
e de mim,
nos pertencem.
Nem tudo, porém,
é da gente . . .

Homenino




Dentro de você...

Olhe pra dentro de você mesma
Encontrará todas respostas
Não adianta procurar fora

Tudo o que você quer saber
Está aí dentro
No seu inconciente

Na sua conciência presente
Esvazie sua mente
Ponha as palmas das mãos

Viradas para o céu
Relaxe
E numa meditação profunda

Agradecendo
Procure sua paz
Tão almejada

Anjopoesia



BOMBARDEIO


Tem dia que o cansaço vem feroz!
Parece que mais nada vale a pena!
A dor no coração, embarga a voz,
da poesia, o tédio rouba a cena!


Milhares de espíritos do mal,
parecem atacar ao mesmo instante,
e o corpo, alma e espírito, afinal,
se cansam da batalha vil, constante!


E o coração, em lágrimas, se agita,
na insônia, chora, implora, e em dor, palpita!
O coração humano não é gesso!


O sofrimento vem como um tufão,
tentando estraçalhar o coração!
Até pra ser poeta existe um preço!




Marlene Reis

Marcadores:

3 Comentários:

  • Querida amiga Marta Peres, como sempre está belo o "Varal de Poesias".Um espaço lindo onde a arte
    faz companhia e encanta com belíssimas poesias.É magico e prazeiroso participar e de muito bom gosto.Aprecio ler e refletir sobre esse mundo envolvente
    da literatura.Parabéns amiga linda!
    Que Deus te abençoe sempre!
    Um beijo carinhoso.

    Por Blogger Hortência, às 7 de julho de 2010 09:49  

  • Oi, amiga, como é bom vir aqui e ver a beleza deste teu jardim poético, e sentir o carinho com o qual você trata os amigos poetas! Quantos poemas lindos, encantadores, neste espaço poético! Agradeço de coração, por você sempre ser generosa comigo, postando os meus escritos aqui! Que Deus continue abençoando a tua vida e te inspirando cada dia mais! Beijos com carinho!

    Por Blogger Marlene, às 7 de julho de 2010 13:49  

  • Linda Grande Poeta amiga MARTA PERES!É mais uma emoção passear nesse "VARAL DE POESIAS!", me encantar e viajar docemente numa imaginação especial de todos os poetas,que deslumbram esse espaço.PARABÉNS A TODOS E MUITO ESPECIALMENTE A VOCÊ...Que me permite ler e me ter junto com tanta gente de talento.OBRIGADA!MUITO OBRIGADA!VOCÊ É LUZ que brilha e ilumina incessantemente.
    BEIJOS NA ALMA!

    Por Blogger Marisa, às 7 de julho de 2010 14:03  

Postar um comentário

<< Home