.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Solidão



Solidão

Lágrimas nos olhos,
coração apertado,
esmigalhado,
machucado...

Ah, solidão!
Entra na carne
rasgando a alma,
me deixa sem chão...

Sem o teu amor
não sou ninguém,
me sinto nua,
fragilizada,
dor aguda na alma,
a morrer de frio...
a morrer de tédio...

Da vidraça vejo
a vida que passa...
eu sozinha,
completa solidão.

Acaba com esta mágoa
que me deixa louca,
cansada, esgotada,
por este meu sofrer...
por este meu viver...

Marta Peres

Marcadores:

1 Comentários:

  • AH, A SOLIDÃO É UMA MASSA DE NADA,
    TALVEZ UM PRESENTE DE MEDO, ESTAR SÓ É ASSUSTADOR... GRANDE MARTA PERES, ÓTIMO TEXTO. C. ..

    Por Blogger catarino, às 2 de agosto de 2010 09:59  

Postar um comentário

<< Home