.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Indiferença




Indiferença

Quando, se espera e não chega...
quando, a mentira fala mais alto...
quando, o silêncio machuca a alma...

Só o desprezo nos olhos
depois de uma dura semana,
e amanhã é sábado.

Café amanhecido na cafeteira,
jornal de véspera sobre a mesa,
roupas jogadas pelos cantos.

Quando, a esperança perdida...
Quando, as saudades machucam...

E um vazio escraviza
enquanto o tempo passa,
fere deixando marcas.

Marta Peres

Marcadores:

1 Comentários:

  • Minha linda Grande poeta MARTA PERES!Parabéns! "INDIFERENÇA",criativo e reflexivo.Lindo! Mais que demais!
    Continue encantando o mundo!É assim que te vejo.Beijos meus!

    Por Blogger Marisa, às 17 de julho de 2010 20:49  

Postar um comentário

<< Home