.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

ABSTRATO


ABSTRATO

Espero-te em botão
Para que me faças rosa
E ao despetalar-me
Enlaçar teu corpo
Tal guirlanda perfumada

Espere-me tépido
Como o sol se pondo
Beijando o horizonte
Na tarde finda, que anuncia
A noite, quase indefinida

Bailemos ébrios em nossa hora
Deslizando em fatias furtadas
Das imagens que de nós guardamos
Em um canto qualquer do abstrato

Ruth Maria Perrella-

Marcadores:

3 Comentários:

  • Poeta querida, amada por sua delicadeza e pela cascata de poesias que jorram de ti... plenas de beleza e conteúdo poético.

    Meu agradecimento pela honra que me proporcionou, ao estar em seu nobre espaço!
    Sempre a emocionar-me...

    Tenho um carinho imenso por ti.
    Beijos

    Por Blogger Ruth Maria Perrella, às 23 de novembro de 2009 18:25  

  • "Espero-te em botão
    Para que me faças rosa"
    .
    Que lindo!

    Por Blogger janete, às 24 de novembro de 2009 14:48  

  • Minha linda Grande Poetisa RUTH MARIA PERRELLA!Parabéns por ABSTRATO na mais concreta beleza poética que vc escreveu lindamente.Beijos na alma!


    Parabéns Minha linda GRANDE MARTA PERES!Sempre que passo aqui me encanto,Graças a vc que proporciona esse desfile de beleza e arte.Te adoro!Beijos meus!

    Por Blogger Marisa, às 25 de novembro de 2009 12:43  

Postar um comentário

<< Home