.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Poesias!

Que venham as flores

Flores da vida
onde a luz se deita
mesmo quando a noite cai
e o verde sabor da terra
tem o gosto da espera,
alimentando o milagre da germinação

Em cada esperança fincada
nasce pelos canteiros,
primaveras em tom maior
perpetuando o prazer
e a sobrevivência de sermos tudo
e ao mesmo tempo, nada

Que venham as flores,
cantando a alegria nos campos,
sobre as asas de zéfiros,
reluzentes cascatas
correndo como mel
sobre nossa alma,
a inefável beleza


Conceição Bentes




Bela Primavera

Toca-me com teu perfume
anunciando tua vinda
como nuvens, ou brisa marinha
irrigando as manhãs
ordenada pelos deuses
Toda paisagem se curva diante de ti
num oráculo silencioso
e resplandeces desabrochando a vida,
nas verdes colinas,
nos altos penhascos
entre todos os séculos.
És a Primavera!

Conceição Bentes




Estação das Flores

És a estação que divide vidas
trocas o frio
pelo perfume do olhar
que embala emoções
Trazes as cores sem podas
e no sulco da terra,
labirintos se formam
do verde que ressurge,
nas flores concebidas
cuja fonte não se esgota
É mais uma festa,
revestindo a natureza
com a incidência das cores
que retalham horizontes

Conceição Bentes



A ORQUÍDEA

Diz certa lenda chinesa
que uma jovem de rara beleza
amava com toda a emoção
um moço de bom coração.

Quando um feitiço cruel
sobre esse amor se abateu
um deles chorou de dor
e o outro tornou-se flor.

Surge a orquídea, que beleza,
seu fulgor traz a certeza,
de viver eternamente
ao lado de seu amante.

Suas cores, seu perfume
têm nuances de ciúme,
desafiam qualquer aquarela
porque são sempre mais belas.

Só mesmo pela magia,
sob o luar ou à luz do dia,
explica-se todo o intento
dessa flor-deslumbramento.

Basilina Pereira



PRA ESPERAR A PRIMAVERA

Pra esperar a primavera
tem que cantar com as cigarras,
podar o junco e a hera,
soltar de vez as amarras

que prendiam o inverno
dentro do teu coração
qualquer instante é eterno
no voo da imaginação.

Tem que ser apaixonado
pelas cores do jardim,
pintar um céu estrelado

que a lua até diga assim:
quantas flores no gramado...
ninguém olha mais pra mim!

Basilina Pereira



QUE VENHA A PRIMAVERA

Que venha a primavera,
meu coração está adubado.
Já limei pedra de rio
e do limo fiz as flores,
já passei susto nos grilos
e em seus olhos só vi luz.
Nas asas do beija-flor
pensei plantar meu silêncio
quem sabe nasce uma idéia
ou um poema bonito?

Basilina Pereira




Cheiro Primaveril


Primavera chegando...
Pássaros cantando,
deixando a alegria no ar,
e o delicado perfume
das flores das laranjeiras
desabrochando...

Doce aroma que a brisa traz,
estação que encanta,
enfeita e me satisfaz!


Paty Padilha




Primavera

A natureza aberta sem pudores,
linda, viva, de todas as cores.
A todos o que já não se oferecia,
numa beleza que não mais se via...

Dos animais, os seus clamores.
Esta estação, tem seus sabores,
cada qual com a sua fantasia,
numa beleza que não mais se via...

Pardais, bem-te-vis e beija-flores,
onças, jabotis, tatus e roedores.
Encantam as matas, noite e dia,
numa beleza que não mais se via...

Como são lindos os amanheceres!
As brisas trazendo os bons ares,
tudo na mais perfeita harmonia,
numa beleza que não mais se via...

Margaridas, jasmins, dois-amores,
as flores despejando seus olores.
No ar, um aroma como já não havia,
numa beleza que não mais se via...

Primavera, a estação das flores!
Cheia de encantos, os mil amores.
No ar, muito perfume da poesia,
numa beleza que não mais se via...

Primavera, a estação dos amores.
Quero presenteá-la com estas flores,
simbolizando toda nossa harmonia,
numa beleza que eu, a você, devia...

Oswaldo Genofre



SONO
enquanto tu dormes
coração chama teu nome
minha alma te deseja
precisa de tua atenção

enquanto tu dormes
peito explode de amor
mente imagina tua presença
olhos choram tua ausência

enquanto tu dormes
velo teu sono
fecho meus olhos
sinto teu perfume
imagino teu calor

adormeço...
sonho contigo
enquanto durmo

Kedma O’liver





O amor que se quer



Entre um homem e uma mulher
Existe sentimentos inexplorados
Não se vive tudo. Amores inacabados.

Tanta força tem, e mesmo sem saberem
Descobrem e não conseguem sobreviver
Ao forte sentimento que domina seu ser.

Fica assim, presos ao que lhe parece
Sem alcançar a profundidade de se ter
O amor capaz de toda felicidade trazer.

O segredo só o tempo para lhes mostrar
E quando já for tarde demais para amar
A compreensão ao coração só dor trará.

Mas nada nesta vida é completo
Entre um homem e uma mulher
Existem amores,desejos secretos
Sentimentos aflorados e discretos.

Entre um homem e uma mulher
Existe só a amor que se quer...



Lete Dias





Encantamento...
.
ENCANTAMENTO
Contemplo o brilho das estrelas
a presença da luz do luar
navegando nesse
mar de sentimentos onde
sempre existem tormentas
ondas revoltas que me levam
à loucura....e me fazem chorar!
.
Encanto-me com o verde de
teus olhos mas
como navegar se nunca existem
momentos serenos que se possa
deslizar ...tu e eu...
- nós dois suavemente -
para que possamos nos amar?
.
E nos meus sonhos
onde consigo voar em
perfeita liberdade
como os pássaros
que povom o meu céu azul...
.
...à tua espera mesmo que
sejam longas as horas e
que a tua chegada seja
apenas desejos de meus versos
encantamento
dessa noite de luar!
.
celina vasques E maria catherine




SAUDADE

Pensando melhor...
a saudade é mais do que é
e esconde a identidade.
Pastora sem nome
é de nuvens seu rebanho de lembranças
e ilimitado seu tempo sem rima.

Habita em meu corpo
como um país emprestado
e nas suas mãos aparentemente vazias
traz de presente a clandestinidade dos sentimentos.
Divide e confunde meu equilíbrio
quando abraço inutilmente
essa metade silenciosa que está aqui...e não a tenho.

Andamos lado a lado
medos e amores apertando o peito
sem culpas nem culpados.
A lágrima livre e verdadeira
rebentando quente num campo aberto
de quem não se envergonha do que sente.

Rosy Moreira



ESTAÇÃO DO AMOR

O inverno passa sem pressa,
partindo em harmonia,
na sombra da brisa fria.
Parte... dando a luz a primavera,
tão bela!
Brotando amores, flores
de todas as cores,
aroma suave, na dança do nascer,
gerando saudade de uma era,
que festeja a estréia
da estação do amor,
com a mais linda flor.




Luz Miranda




SILÊNCIO

Não acorde,meus sentimentos
Quero dar mais atenção
A minha consciência
Ouvir minha razão que grita
A lucidez que implora
Nas margens aleijadas
Do meu EU!!

ManyPallo






ESTAÇÕES

Falar consigo?
Não precisa, as estrelas escrevem
A todo o momento nosso perfumado amor.
Imagino seus olhos nesta estranha imagem
Pertencerem-me como seus desejos e sentimentos,
Como a plumagem que nos envolve a cada toque das folhas de outono caídas com a força dos ventos.

Falar consigo?
Traz o frescor do viver,
Traz o sentir a amá-lo.
Seu rosto é presente de
Sorriso envolvente,
Encanta-me, prende-me a delírios jamais sentidos a homem algum...

A madrasta não mais presente
Abençoou-nos ao apresentar-me,
Rejeitou-me!
Eu?
Ah!! Eu...Como sempre o quis...
Ela sabia desde o início.
Ela sabia...
Que belo presente...
Para uma estação sentir.

Passam os trens.
Num vai e vem de pessoas sem saber o
Que se passa.
Que transe, não preciso de mais nada!
Passam as estações,
Estou na primavera.


Paola Vannucci



PRIMAVERA

Tempo de perfume no ar,
Dos olhos à encantar,
Da vida a se alegrar,
Do sabiá a modular.

As flôres a enfeitar,
Cada canto, cada lugar,
E a alma a sentir,
Inebriada o elixir.

Primavera, estação das flôres,
Das tardes ensolaradas,
Do cheiro de terra molhada,
Das árvores em floradas.

Primavera, estação do amor,
Da alegria no olhar,
Da paixão a despertar,
Da energia a se encontrar.

AMARILIS PAZINI AIRES




As Palavras

Palavras, são apenas palavras
Se, não soubermos dentro delas
Dizer o que queremos dizer!...

(Talvez entendesse, ao ler!...)

Minha alma, hoje, está tão triste!
Não consigo por nada pensar...
Findou-se em um sentimento
Que eu não soube expressar!

Estou por este vão momento...
Arrependido! Tinha tantas formas
De poder nas escritas te falar...
Mas, em mim, o amor persiste!

Como eu amo você! Entendeu?
Não era pra entender! Arrependeu?
Sim! Por um instante escrever...
(Como eu te gosto tanto!)

Se talvez eu tivesse lhe dito:
(Beijos na tua alma linda!)
Você não teria me pedido que
Ao te escrever, tirasse o (amo você!)

Mas, quem sabe quando eu me for
Desta vida para outra, sem a dor
Eu possa, como agora, não sentir
O que no meu peito me faz resistir
Escrever, (apenas o que é pra ler...)

Que te perdure o Amor!...

(Poeta- Dolandmay




Primavera no serrado

Nas alamedas cruzadas
Envereda-se a vida
Descaminhos
Em desencontros
Nas alamedas estações.
Perfuma-se a lida
A flor em botão
Desabrocha no coração
Como prece, oração.
Há jardins reflorescendo
Trazendo mais cor
Ao cinzento
Pelo inverno deixado.
Primavera surgindo
Nos altos do serrado
Despontando céu doirado
Prenúncios de verão.

Cassia Da Rovare




Floresça

Um cheiro de chuva,
Um colorido novo,
Na porta um toc, toc,
É a primavera a chegar!

Flores de todas as cores,
O sonho, viaja no ar
Sinta o cheiro do amor,
Nas rosas a desabrochar!

Bem -me - quer,
Mal -me – quer,
As margaridas a dançar...
Deixe a primavera incorporar!

É tempo de ajustes,
Hora de perdoar,
Deixar a tristeza de lado
E persistir na arte de amar!

Coloque um sorriso no rosto,
Glitter nos olhos,
Pinte brilho nos lábios,
Jogue os cabelos ao vento,
E uma saia rodada pro vento soprar...

Salto alto nos pés,
Um pouco mais de amor no olhar,
Nenhum perfume...

Pra nova estação,
Leve o teu cheiro,
Faça o teu efeito,
Alegre o mundo com o teu jeito!

Entorpeça!!!
Vicie!
Adentre a primavera...Linda!....
E floresça!

Rosane Oliveira




Um novo perfil primaveril...
Verde água ou verde escuro
A haste fixa próximo do muro.
As folhas viçosas;
A primavera vem maravilhosa!
Flores coloridas e exuberantes;
Nas colinas e nos montes.
As flores silvestres singelas do campo.
O jardim tão delicado e belo!
A grama bem verde e suculenta
O capim macio enfeita.
Os beija-flores fazem ninhos na amoreira.
Sentindo o perfume da roseira!
O coração com sentimento primaveril
Deslumbra um novo perfil.
Exerce fascínio fantástico acolhedor.
Nasce a semente de puro amor!
Vem a primavera solene
Bendita perene!
Aflora carinho harmonioso.
E sorriso charmoso!
A natureza veste um manto real
E perfume celestial.
Decora o planeta.
E observa florida planta!

Hortência Lopes




O valor da mão amiga é a chave e o segredo
A mão amiga é oferecida
Dissipa a dor contida.
A solidão e melancolia;
Cede espaço para a alegria!
A mão amiga aquece
O jardim da alma floresce.
Chega ao coração à primavera.
Sara a dor estabelece nova era!
A nostalgia vai embora
A solidão não vigora.
O sofrimento em despedida.
Acende a chama da vida!
Como a primavera surge
A força feliz urge.
Emergente e bem colorido;
O jardim da vida é florido!
Sucinta beleza irradia
A luz dos belos dias.
Fervilha parceria.
Entre mãos amigas é só magia!
Brota ramos repletos de amores
As almas aceitam mudanças interiores.
Passam por transformações;
Tiram proveito aprendem lições!
Colhe o que semeou
Encontra a chave e o segredo.
O coração que sempre amou.
O corpo inteiro perfumou!

Hortência Lopes




*DE ESTAÇÕES E DE AMOR

Do inverno à primavera
meu amor brotou verão;
e o outono me espera
pra rever nova estação...

Vou então compondo a rima
pra tingir meu bem querer;
e trovar minha menina
sina desse meu prazer...

Que o outono que me veio
foi bater no meu inverno
e nos jardins da primavera
fiz verão de amor eterno...

Marçal Filho




PRIMAVERA

Ela chegou sorrindo,
imponente, majestosa...
Vestiu-se de belas cores
e mostrou-se audaciosa!

Seduziu até o ar
espalhando seu perfume ao vento...
Encantados aplaudiam
os anjos do firmamento!

Adornou os caminhos
em todo lugar que pisou...
Dos românticos e enamorados,
o coração com as mãos tocou!

Vaidosa, fez-se bela,
muito mais que a lua a brilhar!
Em cada olhar refletia-se
o fascínio de lhe admirar...

Desnudou-se de seus segredos
e aos poucos se revelava...
No canto dos belos pássaros
sua alegria voava!

E quando perguntaram seu nome,
sem idéia de quem era,
saudou-lhe com flores e disse:
- Sou a bela Primavera!

(Mell Glitter)





Primavera sem cor
.
Primavera de flores
Alegria, risos incontidos,
Poesia, mistura de cor
Sol, lua, juras de amor
Festa na rua
Chuva descortinando do céu
Pessoas indo e vindo
Sorrindo em contemplação
É primavera...
Novo ciclo... Novo tempo...
Para mim também chegou
Esta linda estação...
Mas... Dentro de mim
Continua tudo cinza...
Primavera sem cor
Lágrimas... Frio, calor
Triste sensação
Pois ainda habita
A eterna rejeitada
Dor da solidão
.
Rô Lopes



Amor não tem hora...


Acordar com teu olhar,
Como a beleza da Lua
Em plena noite de luar e
Delirar nos teus braços
Com abraços flutuantes
Nas mãos a bailar;
Teus beijos andantes, tua
Boca ávida no ouvido
A sussurrar...
Nem é preciso pensar,
Envolvida e envolvendo
Corpo falante a deslizar
No barulho de amar;
Esquecer o relógio
Que o amor não tem hora,
Pra dormir e acordar;
Banho perfumado
Cheiro de hortelã,
Só depois...
O café da manhã.



Marisa de Medeiros

Marcadores:

9 Comentários:

  • MINHA LINDA GRANDE POETISA MARTA PERES!VOCÊ É LUZ!
    O espaço "POESIAS!"Exalando flores,Cores e Amores.Jardim Primaveril com recheio de Felicidade!Um desfile encantador e mágico que vc permite sempre aos leitores e uma emoção indescritível aos Poetas e Poetisas que vc prestigia sempre,sempre...Meu muito obrigada por estar entre eles pra minha alegria e emoção dupla...ler tudo isso enriquece meu coração e minha alma.Acredite!Te adoro e não é de hoje.Obrigada por vc existir de forma HUMANAMENTE LINDA!Parabéns por ser como vc é.Encantadora e maravilhosa.Que Deus continue iluminando vc.Obrigada!Beijos no seu lindo coração!

    Por Blogger Marisa, às 21 de setembro de 2009 12:06  

  • MEUS LINDOS POETAS E POETISAS!
    PARABÉNS!QUE LINDO ESPAÇO!QUE GRANDES TALENTOS!LER VOCÊS É VOAR LIVRE NA MAGIA E BELEZA TÃO LINDAMENTE DIVERSIFICADA PARA ENCANTAR A VIDA E O CORAÇÃO!PARABÉNS!BEIJOS MEUS!

    Por Blogger Marisa, às 21 de setembro de 2009 12:10  

  • Minha Amada Marta Peres!
    Que Felicidade este Jornal!
    Encantado com tantas poesias lindas!... E sempre mais feliz ainda por estar meus humildes textos ao meio delas!

    Tu és a felicidade do meus Dias!

    Beijos na Alma Linda!

    Dolandmay.

    Por Blogger Dolandmay, às 21 de setembro de 2009 12:49  

  • ola menina querida e grande poetisa, obrigada pelo apoio, sempre estou por aqui lendo os poemas e as colunas de meus amigos do rebate.
    bjs

    Por Blogger Kedma O'liver, às 21 de setembro de 2009 15:12  

  • Como sempre Martinha voce arrasa em tudo que faz e seu blog/jornal, esta lindamene florida com poetas/poesias diversificadas e lindamente escitas.
    Parabéns e obrigada por estar mais uma vez entre tantos bons nomes da poesia.
    Beijos

    Por Blogger Rô e Mércio, às 22 de setembro de 2009 10:39  

  • Amada mineira

    Como o Rebate ficou florido com a nossa primavera!
    Que permaneça assim em todas as estações de nossas vidas

    bjos
    Amo voce

    Ceição Bentes

    Por Blogger Conceição, às 22 de setembro de 2009 13:33  

  • Linda página primaveril, descortinando em nossos corações as flores em forma de poesia!
    Obrigada , amiga, por essa participação. Poebeijos com perfume de primavera!

    Por Blogger Stella Vives, às 22 de setembro de 2009 21:57  

  • É SEMPRE UMA BOA SURPRESA MARTA,
    PASSAR POR CÁ, UM LINDO RECANTO, AQUI O ANO INTEIRO É PRIMAVERA, ESTE JORNAL DEVE TER ORGULHO, DESTA ADORAVEL E ADMIRAVEL,COLUNISTA, NÃO É MESMO MARTA? UAI SÔ! LINDA PAGINA MARTA TE ADORO LINDA, BRAÇOS... C. ..

    Por Blogger catarino, às 23 de setembro de 2009 10:54  

  • Marta...ter um cantinho aconchegante aqui é bom demais...onde poetas se afirmam como testemunhas de um tempo feroz...mas frágil frente à poesia sempre-viva e carregada de inspirações.

    Por Blogger Rosy Simplesmente, às 27 de setembro de 2009 16:34  

Postar um comentário

<< Home