.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Poesia!



TÃO BOM


É tão bom
sonhar com os pés no chão
e acordar feliz,
sabendo que o coração voou
e se encontrou com Jesus . . .


Homenino Poeta



A ROSA DE NOSSO ETERNO AMOR
Oswaldo Antônio Begiato

Naquele domingo à tarde,
em que todas as criaturas
se encantavam em calcular
a Unidade Astronômica
você veio com a idéia
de construirmos uma flor.

Você faria o projeto
da semente, da brotação...
A mim caberia fazer
a fórmula do perfume,
e o voto de eternidade.

E nós chama-la-íamos de
A Rosa de Nosso Eterno Amor.

Mas veio a segunda-feira
e com ela os homens frios,
com seus tratores pesados,
com suas mantas de asfalto,
nos enfeitaram com flores
construídas de plástico
e nos puseram no andor,
no andor cheio de passos,
cheio de passos alheios.

Queria ser um beija-flor

Queria ser um beija-flor,
voar ao seu encontro e dentro
no seu jardim, estar, um segundo
com você!



Toda mulher guarda um segredo
Toda mulher precisa de um segredo
Também possuo um segredo
Fruto do meu secreto desejo

Mas acontece que esse meu segredo...

É arisco como ninguém jamais ousou
Pega onda de carona em minhas lágrimas
Brinca de esconde-esconde em meus sonhos
E quando acordo, nem me recordo onde ficou

Que segredo mais difícil de se revelar...

Incógnito, guardado a sete chaves
Enigma, tatuado em meu coração
E de lá nunca sairá, esse meu belo Tristão.

Karla Julia



Entre o amor e a emoção

Entre o amor e a emoção
Dança em ritmo ardente o coração.
Entre paixão e fantasia;
Na literária magia.
Entre poemas e poesias
Razão e utopia;
Baila e desfila.
Forma a ala da alegria.
Entre espetáculos e dias festivos
Comemora-se com os amigos;
Entre o palco na avenida.
A emoção lidera na vida.
Entre a luz e a sua absorção
Raios florescentes eliminam a escuridão.
Entre a solidão e a tristeza;
O clarão preenche com prazer e delicadeza!
Entre o destino e a sorte
Bons sentimentos dão suporte!
Entre o amarelo, azul e branco.
O verde da esperança lindo afago!.
Entre o amor e a emoção
Disparou o coração!

Hortência Lopes




Olá

O dia começa quando "acordas"
Não ao relógio
não importa a hora
"faxine"
as coisas guardadas
todas,
perderam a validade,
é perigo constante
ocupam espaço,
escurecem,
criam barreiras
a energia boa não entra
fica a bater
Toc, toc, toc...
Olá
abra a porta!
recordações dos dias felizes
sim ,essas ficam
O resto ignore,joga fora!
Esqueça
lembra aquele dia?
aquele...
Esse...
teus olhos brilharam
nossa como brilharam!
Deixa aí
abraça, protege ,matém vivo
O dia pode mudar de cara,
porque vc quer
Tenha um tempo só pra vc
aumente
até que sol brilhe de vez.
Leninha/Sol


Magia de viver.

Viva a Vida com alegria...
Cultives a Amizade,
Não plante a maldade.

Faça de teu viver uma magia...
Ofereça sempre uma flor,
Não guarde no coração rancor.

Viva a vida com fantasia...
Nos prazeres da verdade,
Não esqueças a lealdade.

Faça de tua Alma vazia
Um ser de grande esplendor...
Em teu coração, cultives o Amor!

(Dolandmay)



ESTOU AQUI

Sinto o cheiro do mar
o marulho das ondas
escuto a sinfonia dos pássaros
espero por ti!

A brisa que me toma e leva
todos os meus beijos e abraços
para o firmamento
que não tem fim
e eu espero por ti!

A amargura de saber
que te esperei
por tanto tempo
que demoraste tanto
nem vieste
nunca mais virás
e eu ainda espero por ti!


E a vida é tão curta
tão efêmera
tão pequena
que o tempo não perdoa
e levou você de mim!

E eu estou aqui...
esperando por ti!

Celina Vasques



A felicidade é valorosa

A felicidade é valorosa dá o colorido no jardim e nas rosas.
Dá acessibilidade para vida maravilhosa;
Denota um brilho aveludado e viçoso,
O pensamento majestoso.

É preciosidade que se ajusta naturalmente.
Gera vida tonifica a semente.
Abriga no bojo a fertilidade.
Com seu calor cria e tem produtividade.

Quem é feliz produz
Com raios de luz.
A alegria germina e brota;
E o jardim se renova.

A felicidade assume responsabilidade.
Com sabedoria e bondade.
Confia na competência.
E no perfumes e suas essências.

Florais de aromas das flores
No jardim surgem romances e amores.
No meio de gramas e galhos floridos,
A felicidade deixa o mundo mais colorido.

Hortência Lopes




SONHO

Passeando em uma ilha
De grande beleza a exaltar.
Praia de água limpa e transparente
E os peixinhos no fundo a nadar.

Vou caminhando sem destino
Usufruindo a beleza do lugar.
Distante um vulto feminino
Na beira da praia a se molhar.

Será uma sereia!
Uma imagem!
Será uma miragem!
Não! É uma linda mulher a se banhar.

Veste um fino vestido azul
Que molhado o corpo fica a realçar.
Os seios que do vestido saltam
E as curvas que o mar fica a acariciar.

O fino tecido molhado
Está totalmente transparente.
Vendo aquele corpo pelado
Meu coração dispara acelerado.

Aproximo-me da morena
E estendo-lhe a minha mão.
Beijo os seus lábios molhados
E todo o meu corpo se enche de tesão.

No auge do encantamento
Um relacionamento eu proponho.
Mas, para minha tristeza,
Era apenas um sonho!

Autor – GUERREIRO DA LUZ – Edu Sol

É o amor!
(Valquíria Cordeiro)

Eu plantei
os meus pés
no chão,
para evitar
que minha
cabeça ficasse
voando...
Mas, nasceu
asas no meu
coração e
agora estou
amando.



A paz é perfeita
Voa mensagem de paz
A existência satisfaz!
Voa pelo mundo afora;
Mande a tristeza e a dor ir embora!
Voa na nuvem branca
Essa notícia franca.
De paz amor e esperança.
E essa vitória abraça.
Garanto que é animadora
A paz maravilhosa.
É show de qualidade.
Saúde e felicidade.
Equilíbrio sofisticado
Sossego agraciado.
Paz perfeita.
A querida aleita.
A paz na alma é notória
Escreve-se linda história.
Capacita voluntária alegria.
Com o calor que irradia!
Expande a benevolência
Com júbilo e excelência.
Sempre sorrir e amar.
E a paz propagar!
Hortência Lopes

OS PÀSSAROS DO AMOR

O mundo enlouquecido,
Sem a voz da consciência,
Está embrutecido
Na maior indecência!

Mas há belos diamantes:
Cotovias com vigor!
Jóias raras e brilhantes:
Os pássaros do amor!

Estas celebridades.
Privilégios telúricos.
Registros de verdades
E nobres atos pudicos!

Enfeitam o meu coração
Como os dons da mulher,
Que chegam como canção
Da forma com Deus quer!

O seu intrépido cantar
Traz saudade de ouvir!
A patativa a soluçar
É a nívea do novo porvir!

Enfim, são dois diamantes
De raríssimos valores.
Corações pululantes
Ávidos por amores!

Ao meu Deus agradeço
Por duas raridades.
E no amor fortaleço
Sem as iniquidades!

A Deus estar adorando
É honroso e premente!
Sempre viver amando,
Lapidando o diamante!

José Bonifácio –


DEMÊNCIA

Lágrimas na aljava
Fui recolhendo.
Quando há meses correspondendo,
Ela não estava.

O amor que anelei
Possuir, manter e honrar,
Foi diluindo até acabar.
O fato é que sempre a amei!

Será preciso por esse amor
Permanecer lutando,
Com tanta insistência?

Seu perfume está faltando,
Permanece a dor.
Basta! Chega de tal demência!

José Bonifácio - 17 Jan 2009



ACEITA


Se o teu corpo
encontrar no meu,
esse momento de amor
que você tanto procura.
Seja bem vinda,
fique o tempo que você quiser.
Aceita o meu carinho
e a minha ternura,
minha doce e linda mulher . . .


Homenino Poeta

CABELOS BRANCOS

Ah,se soubesseis em alguns momentos
O que muitas vezes meus cabelos embranquecem
Na dor de horríveis sofrimentos...
E que profundas e sangrentas feridas em lamentos

Me lasceram a alma de tristeza que devora
E que florescem ilusões de hora em hora
Não são os anos que me envelhecem
Mas o gemido,o suspiro,o soluço é que me matam

Pinto meus cabelos de preto na cor da mágoa
Não pinto de alegres tintas de glória
Pois trago os olhos rasos d'água
Meu amor não é espetáculo nem festa é uma provação
Que jamais tu libertas dos muros desta prisão

(Maria de Fátima A.Guimarães)


Nas Palmas de Nossas Mãos !
.
.
nas das minhas mãos palmas
quem eu bem quero:
a alma sua !
.
nas palmas suas
quem bem te quer:
a minh'alma !
.
você desejou
alguém que te amasse
qual você ama.
.
E me reconheceu assim.
E agora vivemos
No nosso de AMOR jardim.
.
.
---Gabriel da Fonseca.

2 Comentários:

  • Que belo e mágico Jornal O Rebate!
    Sempre a querida e amável poetisa
    Marta Peres decora esse jardim poético com lindos poemas.Cheio de encanto que embala sonho e emoção.
    Está perfeito e harmonioso.
    Obrigada querida amiga por me incentivar e postar meus poemas
    junto com tão significativas
    poesias que proporcionam prazer
    e cultura.
    Obrigada Grande Marta Peres!
    Um beijo afetuoso!

    Por Blogger hortencialopes, às 19 de maio de 2009 18:41  

  • Graça e amor!

    Simplesmente, posso afirmar que a cada página de o Jornal O Rebate, passo a reverenciá-lo ainda mais. Sim, porque é como se fosse um jardim com flores exuberantes.

    O perfume das mensagens poéticas, em última análise, tem sido algo inusitado.

    Destarte, parabenizo a incansável Marta Peres, pequena flor-do-campo, cujo perfume é alavanca para todos os poetas.

    Deus a abençoe!

    José Bonifácio

    Por Blogger josebonifacio, às 21 de maio de 2009 00:21  

Postar um comentário

<< Home