.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Pequeno Sarau!



VENDEDOR DE SONHOS

Como posso vender sonhos
Se meu mundo é de ilusão?
Minha vida é de fantasia,
E o que perpetua é a alucinação!

Proponho-te poesias,
Que são palavras do coração...
Meu corpo pode padecer,
Mas os meus versos não.

Como posso vender sonhos,
Se sonhos tem que ser nutridos?

O principal alimento da alma
É nunca manter sonhos esquecidos.
Por isso não posso vendê-los,
Sou poeta e apenas os incentivos.


(Flávio Cardoso Reis)


O calor da amizade

O calor e o carinho de grandes amizades
Dá alegria e traz felicidade;
Cai como um lencinho mágico de algodão.
Limpa as lágrimas e revitaliza o coração.

Laços tecidos com linha resistente
Cada dia torna mais consistente.
Sempre dão abrigo e conforto.
Na hora que o coração está triste absorto.

Com o calor da amizade de pessoas amadas
Enxuga as lágrimas antes de ser derramada.
Libera antídoto contra a dor;
Leva otimismo como uma linda flor!

Numa suave interação
Leva a doce intenção.
De solidariedade e companheirismo.
Devolvendo a alegria e o otimismo.


Hort~encia Lopes

“EU SOU ..VOCÊ..”




Eu sou uma pedra rara
E já lapidada.
Eu sou a única paisagem existente,
Eu sou o universo...
Eu sou as ondas espumantes do mar,
Eu sou os raios do sol,
Eu sou o perfume das flores silvestre,
Eu sou o brilho das estrelas,
Eu sou um conto de fadas,
Eu sou o sonho de uma criança,
Eu sou o ar fresco de todas as manhas,
Eu sou o amor que todos querem ter.
Sabes quem sou Eu??
Eu sou sua alta estima,
Eu sou sua determinação,
Eu sou sua visão,seu olfato,
Seu paladar,seu tato,
Eu sou seu corpo.
Eu sou Você!!
Com todos objetivos e metas
Eu sou o que você se esqueceu,
Eu sou sua VIDA!!
Sem Eu , Você não estaria
Lendo esse poema agora;
Então eu peço
Cuida Bem de Mim!!

Cilmara Cilssy



Suavemente.

Beijar suavemente tua boca,
como fazem os enamorados,
os sonhadores, os amantes
os românticos e apaixonados .

Me perder no delírio do tempo
detalhes deste doce sentimento
Se, é com tua boca que invento
que entro em êxtase tremendo .

Quero me perder neste momento
Embriagada neste doce tormento
De tua boca firme me sorvendo
E todo este delírio acontecendo .

Beija-me com teus lábios doce mel
E me leve de volta para o seu céu
Meus pés não tocam mais o chão
Este é o efeito de uma doce paixão .

Por Lete Dias


ROSA DO ADEUS

O perfume das rosas de março
Trouxe-me você
Nas asas do vento brando
Te recebi
O jardim da minha alma
Se alegrou
Embalado pelo som de um violino
Que arriscou um tango ao nosso amor
Onde as rosas entrelaçavam
Como que bailando Gardel

Fitei você – Lembranças...

Nosso idílio
Um amor cheio de “ais”
O mesmo vento de março levou você
Como as rosas do nunca mais

Rô Lopes

Quando quiseres entrar
No meu mundo,
Peça licença.
Não acordes quem sonha profundo
Venha lentamente, sussurrando
E se não me achares
Continue a procura dentro de si
Permitindo-me que veja seus sonhos
Deixando-me sonhá-los também.


Conceição Bentes


Amor

Chegaste em minha vida assim como as areias
Do deserto recebem água,
Senti desejo e fui satisfeita,
Me deste o amor que só os apaixonados
E as almas gêmeas sabem e podem dar.
Como criança senti doce felicidade
Alegria e ternura.
Entreguei-me totalmente
E sinto-me a mais realizada das mulheres!
Tu chamas amor!
(Marta Peres)



“Nua”

Oh... meu amor!
Para que tantas defesas
Se estamos juntos
Para consumarmos
O nosso amor
Que tanto nos fascina

Estou me desnudando
Para nos amarmos
É necessário
Que você também
Se desnude

Olhe... estou nua e
Transparente
Para você
Venha ver
Meu universo
E desvendar
O meu mistério.
(Graciela da Cunha)


Te namorei


Um dia te namorei com inocência,
ruborizando-me a cada sorriso,
mãos trêmulas ao roçar da pele.
Depois te namorei com lirismo,
tatuei teu nome em meu coração,
vi teu sorriso descer da lua
e teus olhos brilhar na escuridão.
A seguir te namorei com paixão,
senti a flama me incendiar o peito
e o sangue se desorientar todo
feito fogo ao sabor do vento.
Também te namorei com carinho
aquele afeto que transpassa o tempo,
tilintam sinos, colore o caminho.
Hoje te namoro assim:
no vento que um dia nos banhou na rede,
na ausência que transformo em poesia
e na saudade que, às vezes, me surpreende
como uma imensa onda.

- Basilina Pereira –

5 Comentários:

  • como é gostoso copartilhar esse espaço! agradeço muito o carinho e a estima, pois saiba que meu sentimento de admiração respeito e carinho por você é enorme! tudo de bom em sua vida e muito sucesso em seus projetos... Abraços

    Por Blogger Flávio Reis, às 19 de janeiro de 2009 10:48  

  • Nossa Marta,agora vc pegou-me,de surpresa..Mas só posso dizer, que tudo isso esta servindo, para cada dia eu melhorar mais e mais,e nunca esquecer tudo que vc esta fazendo por mim.Só posso lhe agradecer,e dizer que realmente estou emocionada,e agora tenho certeza que você enobrece meu caminho...TE AMO MIGA..Beijinhossssss ...CILMARA..^~^

    Por Blogger Cilmara, às 19 de janeiro de 2009 11:07  

  • Marta mais uma vez aqui para agradecer o seu carinho, o seu
    jeitinho de nos promover e nos
    incentivar.
    Seu blog esta lindo e li textos lindos aqui, é sempre bom estar
    neste seu recanto tão lindo e
    tão lírico.
    Beijos nesta alma de poeta que tanto admiro e tanto amo.

    Por Blogger Rô Lopes, às 23 de janeiro de 2009 14:21  

  • Como é lindo ler e emocionar com
    lindos poemas! Marta li todos,
    São encantadores!! Parabenizo
    Todos os poetas e poetisas
    que despertam as mais profundas emoções.
    E você querida Marta é uma estrela de um brilho intenso de amor e bondade!
    Beijos
    Hortência Lopes

    Por Blogger hortencialopes, às 24 de janeiro de 2009 05:54  

  • Muito belo o seu poema minha querida amiga Rô Lopes!!
    Desperta a magia do jardim da alma
    e o encanto que envolve o amor e a magia das flores!!

    Te admiro!! Muito!!
    Beijos
    Hortência Lopes

    Por Blogger hortencialopes, às 24 de janeiro de 2009 06:01  

Postar um comentário

<< Home