.

domingo, 28 de dezembro de 2008

Mural Poético!


O pirata

Tem pirata de coração
Que navega pelo mar de sedução.
Rouba o coração e a cabeça;
Te deixa vazia olhando para a lua.
Pirata bem ousado
Deixa o seu barco camuflado.
Chega e da lance com profundo suspiro;
E começa o teu suplício.
Roubar coração é o seu ofício
Já tem como vício;
O coração fica exposto,
E rouba com muito gosto.
Apaixonada está na sua mão
Jura faz encenação.
Chora faz galanteios,
E cita que é seu amor primeiro.
Faz tudo o que está ao seu alcance
Pede para o seu amor dar uma chance.
O pirata seduz o corpo e a alma,
E prova que essa chama não se apaga.
E entra em premeditada ação
Rouba a tua cabeça e o coração!
O pirata vai embora sorridente;
A vítima de paixão, chora amargamente!
Hortência Lopes




Defiro a indiferença!






Sou também a terra refertilizada,
uma semente escondida,
uma alma brotada,
um amor desvivido,
uma simples palavra falada...
e terra de ninguém.

Ceifo os passos de minhas mãos,
rego o jardim com os pés
e minhas serenatas faço ao meio-dia
enquanto lúcido durmo
tentando readivinhar a vida.

Se sou esse anjo esquisito,
ai de mim de não o sê-lo
e sentindo que algum amor habita o meu peito,
eu deixar de amá-lo voluntariamente,
porque aí nenhum pedaço meu será semente
e, eu, um passarinho sem asa,
um amor sem ninho
e um bico de gente a beber nada!





Paulino Vergetti Neto




POETA E PALHAÇO

O Palhaço sorri e faz graça
pois quer ver seu esquecido sorriso
estampado no riso de uma criança.

Por dentro ele chora uma dor preto e branco
contrastando sua face pintada.

No fundo o Palhaço é também um Poeta.
Um sorri e disfarça as dores...
outro canta em versos e prosas.

Palhaço quando sorri
omite calado seus desafetos.
As emoções engolidas
em tristonhos e disfarçados sorrisos.

O Poeta quase sempre escreve
no livro da saudade.
Inventa a alegria.
Mesmo só...
se derrama em páginas de amor
intimidades da paixão...
arrepio na pele... suor nas mãos.

Palhaço e Poeta vivem e sonham emoção alheia...
Representam puramente fantasia.

Rosy Moreira
28/12/2008

SAUDADE

A saudade...
esse sentimento que permanece
entre o tempo e a lembrança
de repente é despertada com uma voz sem eco...

um gemido baixinho machucando no peito.

Os dias se desfolhando rápido demais.
As páginas viradas na lembrança.

Mil pensamentos respingam a mente
com marcas gravadas do que já foi bom um dia.

Há tantas coisas para esquecer
que não tenho palavras ...
impregnada na retina...a luz do seu olhar.

Gestos de saudade viva
se revirando inquietos dentro do peito.

Às vezes cessam seus fantasmas e sua voz.
Penso já ter morrido as imagens
que teimam em desfilar na poeira do tempo.

Mas como um relâmpago espiralado
num descampado de quem já não sonha...
lembranças revoam o pensamento.

Uma gota repousa escondida
atrás da pálpebra.

Pressinto que a saudade me assiste
e comunga comigo lágrimas sem cor.

Rosy Moreira
28/12/2008



“Flores”

Nossos corpos unidos
Molhados de suor
Beijos inebriantes
Com perfume de flores

Mãos que acariciam com ternura
Fazendo suspirar profundamente
E nossos corações aceleram
E não depende da estação do ano

Nosso ninho esta sempre florido
A espera do nosso amor
Com pétalas de rosas espalhadas

E na poesia escrevemos
Nosso amor florido
De flores sempre vivas.
(Graciela da Cunha)




OLHOS SOLITÁRIOS

Seus olhos solitários
Estrelas de sentimentos
Encontrou-se com os meus
Eternizando momentos
Seus olhos solitários
Veio os meus conquistar
Porque seus olhos
Saiu de um sonho
Atirando-se ao mar
Como estrelas reluzentes
Sempre juntas
Por se amar (materializar)

Olhos solitários... Estrelas...
Encontro... Sentimentos...
Conquistas... Momentos...
Sonho... Reluzente...
Mar...
Estrelas sempre juntas
Viver... Amar...
Eternizar!

Rô Lopes


DOCE AMIZADE
Ninita Lucena

O que é doce amizade?
A minha, a sua, a nossa
Que de forma virtual
Interagimos como tal,
E, dia a dia, enviamos
Mensagens sem iguais....
Virtualmente, nos amamos
E este amor proclamamos
Aos quatro ventos. Ufanos,
Nos entusiasmamos
Quando abrimos a telinha
E a mensagem certinha
Lá, nós encontramos.
Mensagens de carinho.
Mensagens de amor
Nos momentos de dor,
Mensagens de conforto,
Mensagens, apenas, papos,
Conversas, comunicação
Que saem do coração.
Isso sim, é doce amizade
Que encanta de verdade,
Deslumbra o nosso ser,
Vai crescendo a amizade
Como se de verdade
Penetrássemos no outro ser,
Fóssemos antigos amigos
E com muita intimidade
À vida déssemos sentido
Proclamando nossa verdade.
Isto é a DOCE AMIZADE.


Contato com a felicidade

Fiz um contato com a felicidade
Um gracioso contrato de fidelidade.
Programei ser feliz e atuante;
Com essa fé e esperança vou avante.
Escrevi esse documento no coração
Com a tinta da emoção;
A caneta da alegria;
Letra de ouro gravou na razão.
Uso o amor no meu interior
Amizade é um doce calor;
Cubro-me com veste de esperança.
Em Deus toda a confiança.
O salvador quer ver-me feliz.
Busco com ele ser aprendiz.
Bem confiante e sorridente
Só crer somente.
A felicidade bate na porta.
Chega e te acorda.
Deixa bem consciente
Que não quer ficar ausente.
Deixa o coração amando a vida com emoção
Amor com suave e partilhada paixão.
O contrato lembra que tem compromisso de ser feliz;
A felicidade aprecia ser conquistada.
Do coração fica enamorada!
Hortência Lopes

5 Comentários:

  • Graça e Paz!

    A poetisa Hortência foi muito feliz, ao falar sobre a Felicidade. Assim sendo, somos contemplado com algo divino, de uma preciosidade marcante porque envolve o interior do nosso ser.

    Entendo que, de uma maneira mais concreta, não devemos buscar a felicidade; todavia PERMANECERMOS FELIZES.

    Sim, porque se buscarmos e porque não temos. Portanto, devemos exercer a felicidade diuturnamente.

    Parabéns!

    José Bonifácio - 29 Dez 2008

    Por Blogger josebonifacio, às 29 de dezembro de 2008 06:51  

  • GRaça e Paz!

    "Doce Amizade, de Ninita Lucena,vem num momento muito oportuno. A singeleza das palavras, harmonizadas com as emoções, nos conduzem a exercer com mais vigor a amizade.

    Amei a composição. Sim, porque tenho a dimensão da amizade como uma nobre alavanca de paz.

    Que Deus a abençoe, usando-a com tão nobres e excelsos escritos.

    Deus seja louvado! Parabéns!

    José Bonifácio - 29 Dez 2008

    Por Blogger josebonifacio, às 29 de dezembro de 2008 06:58  

  • "Eu queria ser uma lágrima para nascer nos seus olhos, deslizar na sua face e morrer nos seus lábios."
    Autor: (Victor Milech)

    Fonte:
    http://www.frasesnaweb.com.br/amor/3/

    Por Blogger Usuale, às 6 de fevereiro de 2009 11:20  

  • "Eu queria ser uma lágrima para nascer nos seus olhos, deslizar na sua face e morrer nos seus lábios."
    Autor: (Victor Milech)

    Fonte:
    http://www.frasesnaweb.com.br/amor/3/

    Por Blogger Usuale, às 6 de fevereiro de 2009 11:23  

  • Agradeço aos nobres amigos, poetas pelos comentários generosos feitos ao meu Poema, Doce Amizade. Quero parabenizar ainda, a minha querida amiga Marta Peres por esta oportunidade que nos concede, através desse maravilhoso jornal, de mostrarmos nossa cara, nossas produções poéticas. Parabenizar. ainda. aos autores dessas lindas poesias postadas nesta página. Beijos poéticos.

    Por Blogger NINITA LUCENA, às 4 de julho de 2009 20:02  

Postar um comentário

<< Home