.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Natal



Natal

Ainda há crinança
esmolando nas ruas,
pedindo o que sobra
nas fartas mesas.
Ainda há lágrimas
nos olhos de mães,
filhos revoltados,
sofrendo pelo mal
da droga.
Natal! Tempo
de sensibilizar os corações
endurecidos, tempo
de entendimento
entre irmãos, humildade,
amor, compreensão.
Natal, tempo de orações,
tempo de abrir a alma
ao Pai, numa sentida prece!

Marta Peres

No Dia de Natal

Luzes cintilam nas ruas
por onde pessoas alegres caminham,
na noite fria e chuvosa.
É Natal nos corações,
nasceu Jesus!
Esperança reina nos corações
onde impera desigualdade,
a Paz acalma os corações,
canarinhos entoam o Noite Feliz!
E o amor uniu, a todos como irmãos!

Marta Peres

1 Comentários:

  • Marta, tuas poesias , acredito, não merecem mais comentários escritos
    somente
    sentidos
    na alma
    na essência de nossa chama
    sopro da vida

    te agradeço a oportunidade que nos oferece com generosidade
    natalina
    ao longo de todo ano
    porque, sinto, que é este o espírito de tão nobre data.

    besos

    Por Blogger Ana Paula Perissé, às 23 de dezembro de 2008 13:31  

Postar um comentário

<< Home