.

domingo, 25 de janeiro de 2009

Incertezas


Incertezas

Olho,
penso,
ouço
e não entendo.
Vou em busca de palavras,
idéias
que definam
ou mostrem luz.
Há um carrossel de dúvidas
que gira sobre minha cabeça
rumo ao desconhecido,
sigo minha jornada,
caminho sobre pedras
tentando entender a vida,
tropeço,
tento medir o caminho
e minha alma triste chora,
nós atados,
véus jogados,
caminhos cruzados,
nada é certo e verdadeiro
tudo é certo e verdadeiro
e a vida continua seu ciclo!

Marta Peres

2 Comentários:

  • “Incertezas”
    linda poesia Marta !!
    nas magias e fantasias e realidades,
    encontramos na poesias, fomas infinitas de sempre criar....
    e você Marta ,é um campo florido, cheio de benção, e criatividades!
    Amiga estou ausente estou fora da minha cidade, mais é difícil ficar longe, da minha realidade!!!
    e ter você, como amiga, é um presente abençoado, admiro tuas obras, e tua pessoa!
    Pois é em encontro desencontros, no certo ou errado, que criamos lindas poesias!fictícios !!!
    a você Marta, obrigada!!!por me fazer feliz mais uma vez!!! bjs!
    Marina Nunes

    Por Blogger MINHA VIDA EM PROSA E POESIA, às 25 de janeiro de 2009 15:34  

  • Minha linda Grande Poetisa MARTA PERES!
    "INCERTEZAS"Que linda!Parabéns!
    Vc é um mimo da vida!Verdadeira e linda como poeta e como Ser humano.
    Te adoro!Beijos na alma!

    Por Blogger Marisa, às 10 de julho de 2009 15:37  

Postar um comentário

<< Home