.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

ESPÍRITO DE NATAL


ESPÍRITO DE NATAL

Vera Helena

Com a chegada do Natal
O Universo se transforma
E se prepara
Pro Deus menino receber
Nesta época imorredoura
Nascendo numa manjedoura

Novo clima se faz
Novo tempo se anuncia
Tempo de amor e paz
Tempo de colher o que se plantou
Tempo de se plantar pra colher depois
Tempo de conquistas e alegrias
Tempo de dar abraço, dar um bom dia
Um como vai...olhar ao lado e ver o irmão
Abrir pra ele o coração

Tempo de Esperança
De abundância de carinhos
De amor e presentes
De Papai Noel
De sonhos de Criança
De magia...
Fantasia...
Quem na vida não esperou Papai Noel
Não colocou o sapatinho na janela
Esperando o bom velhinho
Vir num trenó encantado
Com ligeiras renas
Deixar o seu presente

Que o Espírito de Natal alcance todos
Que o amor se espalhe no ar
Que possamos abrir nosso coração
Deixar o amor entrar

Ter espírito de natal
É ser feliz
É cantar...é sorrir
É fazer seu amigo, seu irmão
Também feliz
Ter Espírito de Natal
É entrar em oração
Pedir Paz para o Mundo
Pedir a Deus uma benção especial
Isso é o Espírito de Natal
É assimilar de Jesus a humildade
E também ser humilde, sem grandes vaidades
Sem orgulho, avareza...mesquinhez e solidão
Ter Espírito de Natal é distribuir para outros
O que você tem de melhor
O melhor do seu coração

FELIZ NATAL!!!
SONHO E MAGIA PRA TODOS NO DIA DE NATAL


O NATAL NO INTERIOR

O Natal no interior
É diferente do Natal na cidade
É se sentir mais próximo de Deus
Porque você pode ver o céu estrelado
As estrelas brilham mais neste dia especial
Comemorando com o povo da vila
A noite de Natal

O povo é mais simples
Sem muita vaidade
A preocupação não é com o presente
Mas com a presença
Na Missa do Galo

Depois da missa
Todos se reuniam na Vila
Na rua principal
Pra celebrar o NATAL
Conversando uns com os outros
Neste dia especial
Já que a luz ficava acesa até mais tarde
Como um presente de Natal

As crianças ansiosas esperavam o Papai Noel
E todas ganhavam presente
E todas ficavam contente

Essa pra mim é uma das mais belas
Lembranças de Natal
Meu pai junto ao Papai Noel
Entregando os presentes
Pras crianças carentes
E pros filhos dele também
Assim ganhei minha primeira boneca
Talvez o dia mais feliz de minha infância
Ah!!! Como faz bem
Lembrar meu tempo de criança.

(Vera Helena)

1 Comentários:

  • Que bom que vc postou este meu poema no seu jornal. Assim ele será lida por mais pessoas. Nessa época a gente fica saudosista e volta à memória belos momentos da infância. E mais uma vez fiquei muito feliz por estar junto a tantos outros grandes poetas.
    Beijoss amiga
    Sucessos sempre aqui no O REBATE.

    Por Blogger Vera Helena, às 9 de dezembro de 2008 19:04  

Postar um comentário

<< Home