.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Simples Assim



















SIMPLES ASSIM


Saudades de olhar alguém nos olhos
Sem sentir vontade de desviar o olhar
De acordar de manhã e sorrir tolo
por saber que meu primeiro pensamento será
como fazer você sorrir um pouco...
De tomar banho com mais cuidado
Ter dúvidas se você gosta mais de meu rosto sem barba
ou ela por fazer...
Escolher meu melhor suspensório
Perfumar-me com exagero
Rir com exagero
E colocar no bolso da calça o poema que fiz ontem à noite...
Saudades de ver os outros falando
E apenas sorrir por que nada ouvi...
Do tempo em eu me sentia forte...
Saudades de ver se minhas unhas estavam cortadas
se lavei as orelhas
De contar os minutos de espera
E não perceber mais nada em volta
E mais uma vez sorrir meio bobo
Encontrar quem me vez enganar o dia...
O que fazemos então?
Isso é outro poema...
Depois deitar a noite e começar a planejar
O que vou fazer amanhã para fazer você rir para mim...


Lupi Poeta.

Marcadores:

1 Comentários:

  • É sempre uma alegria ter um poema publicado nesse espaço tão especial...agradeço o olhar atento da Poetisa Maeta Peres que é uma divulgadora da cultura Brasileira!

    Lupi Poeta

    Por Blogger O EMBRIÃO, às 16 de abril de 2012 13:08  

Postar um comentário

<< Home