.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Tardes na Praça do Meio























Tardes na Praça do Meio

Naquele tempo a tarde era quietação
e o céu sereno lembrava-nos os salmos.

A tarde ia cansada, ombro pendido
por conta do peso das cruzes dos homens
e do sol, cabeça envelhecida porém,
feliz com o riso da meninada do lugar.

Eu contemplava a tarde que caía
olhando as grandes árvores, do obelisco
observava as senhoras sorridentes e felizes
da praça, descansando em seus alpendres.

Bons tempos gotejados a ouro, verde copa
das árvores chamavam a atenção das pessoas,
quanta ternura nas meiguices! O lusco-fusco
no burburinho da meninada palmilhava

o passeio dos anciões ao redor da praça.
Ah, tardes felizes enfeitadas com o ouro
das lembranças, guardo no coração
o caminho do meio da praça e margaridas

sorridentes, os cabelos longos do sol
no meio das árvores iluminando caminho
que leva ao caramanchão, minha solidão
na tarde chuvosa armou-me um laço!

Marta Peres

Marcadores:

2 Comentários:

  • Minha linda Grande Poeta MARTA PERES! "TARDES NA PRAÇA DO MEIO"
    Chora emoção, aviva-se lembranças e desfrutei com você na praça e que
    praça inesquecível que tb tenho nas
    lembranças com alegria, tristezas e a beleza que não volta mais.Obrigada por me proporcionar essa viagem.Parabéns! vc é demais!Beijos no coração!

    Por Blogger Marisa, às 27 de outubro de 2011 21:45  

  • MINHA LINDA E AMADA MESTRA MARTA PERES. "TARDES NA PRAÇA DO MEIO"
    É UM MISTO DE LEMBRANÇAS E EMOÇÔES
    QUE FICAM GRAVADAS NA MEMORIA.
    E VOLTAM NO SONHAR E NO PENSAR...
    DEIXANDO AS VIVAS NA LEMBRANÇA.
    REVIVE ASSIM O PASSADO...TRAZENDO NOVAS EMOÇÔES!PARABÉNS!! BEIJOS NO CORAÇÂO

    Por Blogger hortencialopes, às 30 de outubro de 2011 13:29  

Postar um comentário

<< Home