.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Varal de Poesias

























NASCEMOS PARA AMAR...


Nascemos para amar o Céu, a Lua, e o Mar...
A nossa vocação é e será o Amor!
Vamos amar o que Deus pôs ao nosso olhar:
Do mais ínfimo ser à beleza da flor!

Vamos amar estrelas, lagos e florestas.
Vamos amar o sapo que há Natureza,
Até este batráquio, que coaxa em festas,
Nos brejos e nos lagos, tem sua nobreza...

Vamos amar a mulher com ternura e amor.
Ela foi uma dádiva do Deus Senhor
Para que o homem não morresse de solidão...

A mulher é bom vinho em taça de cristal.
É palatável e gustativa em seu astral:
Sem a mulher vazio é o nosso coração!

Autor: J. Udine


















Luz!

Sou o que sou
Uma pequena fresta,
Uma saudade incerta,
Um amor incompleto.

Sou alegre e triste,
Não vivo de fantasias,
Rotinas são combinam
Com amar em meio ao dia.

Não descarto o proibido,
Sou flecha lançada,
Mulher apaixonada,
De alma solitária.

Não somos donos
De sentimentos,
Tudo na vida é efêmero,
Prazer nos bons momentos.

Sou dona dos meus atos,
Não culpo o contrário,
Sou beleza no meu amar,
Luz que brilha ao teu olhar.

Márcia Rocha























PROCURA


Procurei por ti incansável
Em serras, rios e vales
E ao te buscar no mar
Netuno me fez sereia
Assim, entoando meu canto
Em escuras e longas madrugadas
Espero que aos teus ouvidos distantes
Chegue o eco do meu pranto


Ruth Maria
Perrella























Felicidade

Meu nome
Felicidade
Estou batendo
Em sua porta
Me deixe entrar
Só quero
Te amar

Anjopoesia

































Escrevendo poemas...


Agitava-se o mar...
cujas espumas perdiam-se na areia
as ondas que quebravam nas pedras
Marulhavam fazendo daquele momento
Sons de melodias mágicas e eternas...

Eu procurava o silêncio pensante
Submergi nos versos
Encantamento que iluminou minhas noites sombrias
E entrou em minha alma com a leveza dos sonhos...

Fechei os olhos para lembrar o colorido do amor
E a negreja do desamor
Da paixão não correspondida...

Escrevendo poemas e Sonhando
flutuei sobre todos os sentimentos
De dor, angustia, medo, saudade, abandono...

Abri as portas do meu coração e deixei entrar a emoção...
E deixei-me velejar nas águas mansas da paixão
ancorar num cais aonde à neblina finda...
E o sol volta a brilhar iluminando meus dias!

Celina vasques





























Ainda te amo!

Na realidade
Nunca te esqueci, te perdi...
Mas não desisti.
Ainda carrego em meu peito
O amor que sinto por ti.
Meu amor não se apaga,
Assim, simplesmente...
O amor não morre
Assim, de repente.

-**-Elias Akhenaton-**-































Revolução do coração...






urge lembrar de
te esquecer;
ah, esse coração faz
revolução e quando quer
é...árido, grotesco,
arisco, gigantesco;
propositadamente
inconsequente e
rebeldemente acelerado;
brinca de faz de conta e
me conta que é de
mentirinha...
atravessa o outro lado
da linha e abraça-me
emocionado, manhoso,
dengoso, apaixonado e
doce como algodão doce;
ah, esse coração,
sabe me convencer de
não lembrar de
te esquecer nunca.





Marisa de Medeiros

Marcadores:

6 Comentários:

  • Amiga querida obrigada por mais uma vez postar um poema meu, dando assim a mim a oportunidade de estar entre teus mais queridos poetas!
    obrigada mais uma vez, minha amiga e fada madrinha eu te amo!
    beijos muitos

    Por Blogger celina vasques, às 6 de outubro de 2011 10:09  

  • Amiga poetisa Marta, meu boa tarde! Querida, agradeço a postagem do meu poema, já formatado. Vc é uma linda pessoa, amiga e altruísta. Beijos em seu magnânimo coração!

    Por Blogger o rebate, às 6 de outubro de 2011 10:26  

  • Grande poeta e amiga, Marta

    Seus mimos são de uma delicadeza ímpar. Ver um poema meu aqui, é uma grande alegria.
    Obrigada, mensageira da poesia!

    Beijos em sua bela alma.

    Por Blogger Ruth Maria Perrella, às 6 de outubro de 2011 10:42  

  • Martinha querida!
    Poeta de todos nós! Obrigada por fazer parte de suas escolhas.
    Sinto-me lisongeada e agradecida pela oportunidade de expor meu poema no seu jornal.
    Obrigada minha mestra amada!
    Sinta-se beijada com todo meu carinho...
    Sua amiga...
    Márcia

    Por Blogger Márcia Poemas, às 6 de outubro de 2011 10:44  

  • Minha linda e querida Poetamiga MARTA PERES! "Varal de Poesias" Lindíssimo!Obrigada por me proporcionar a alegria e emoção de estar entre tantos Poetas maravilhosos ajudando a bordar o amor que vc lindamente é o próprio exemplo de amor e humanidade.Parabéns a TODOS OS POETAS QUE ENCANTARAM ESSE CANTINHO DOCE. Beijos na alma!


    Parabéns a vc MARTA PERES que torna
    possível a caminhada do amor.Beijos no coração!

    Por Blogger Marisa, às 6 de outubro de 2011 21:35  

  • Marta,

    Que maravilha de postagem!!Simplesmente divina...amo a todos!

    Meus Parabéns, sempre!

    Saudades!

    Beijos e Boa Semana!

    Reggina Moon

    Por Blogger REGGINA MOON, às 10 de outubro de 2011 09:31  

Postar um comentário

<< Home