.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Poetas Pedem Paz!




Um sonho de paz

Nas montanhas de Minas desfraldam
bandeiras brancas, cidades vestidas
de paz caminham pelas ruas e avenidas.
O governo de si mesmo abraçou o homem!

Bendita seja a paz! Entendimento entre
os povos, botões de rosas são ofertados,
oferenda realizada dentro do sorriso leal
e franco, anúncio feito à humanidade!

Geração por geração procurou sem encontrar,
rogou ao Pai, tentou com as próprias mãos,
jamais se soube realizar. Hoje ouvimos o grito:
Paz! E a paz já reina entre toda Minas Gerais!

Mineiro se deu conta do valor e importância
da paz, mãos dadas seguem convivendo e não
há mais injustiça, há liberdade e fraternidade.
O milagre da paz espalha-se pelo país e terra!

Mão Sagrada derramou benção, no coração
do homem há a semente da virtude, lares
felizes e saudáveis. Todas as almas carregam
a bandeira do amor, da verdadeira paz!

Marta Peres


Grito pela Paz

Meus pensamentos choram
existem mundos enfadados
becos agonizando subjugados
vendo a esperança que evapora.

Corro para proteger as vítimas
de mais esse funesto holocausto.
Sofro em devaneios com idéias íntimas
e rebelo-me com um brado velado.

Uma percepção atemporal aflora
na expectativa da vida reluzir.
Cubro a vida que vai embora.

Pausadamente venho até meu ser
suplicar pelo mundo de paz.
Apegando-me ao verbo ser!

Sandra Almeida



NASCER DA PAZ
Ao abrir o baú de recordações
Trouxe-me o calor de tua paz
Acariciando o meu rosto traz
Consciência de outras emoções

Deixou correr entre os dedos
A preciosidade dos carinhos
Tortura hoje a indiferença
Daquela paz quando criança

Se sofrimento um dia ofereci
Sei que foram águas passadas
Neste despertar somente atrevi
Lagrimejar toda paz merecida

Só lembro-me do teu sorriso
A paz afável de tuas mãos
Em teu amor está contido
Todo sentimento de emoção

Não tenho essa pessoa amada
Mas feliz tenho a paz deixada
O que propagou felicidade
Levo de gosto pra eternidade
Carlo Magno 26/05/09



A PAZ DE MARIA

A DORADA DESDE O NASCIMENTO

P RANTOS PELOS FILHOS DERRAMOU
A MOU E NÃO MOSTROU SOFRIMENTO
Z ELOU PELO FILHO POR TUDO QUE AMOU

D IVINA EM SUA PLENITUDE
E NLEVOU AO PAI PELO AMOR

M ÃE DE NOSSA QUIETUDE
A DMIRADA PELA SUA DOR
R ESSUCITADA PELO MUNDO
I RMANADA POR UM SÓ CLAMOR
A ME E SEJA AMADO

Carlo Magno 13/05/09


Paz! Não se compra!


Paz! Não se compra,
Nem receita se faz,
Não esperar o
outro fazer...é ser,
em cada amanhecer,
durante o dia,
no anoitecer,
amar sem cobrar,
chorar e perdoar,
não magoar,
É sentir DEUS,
Em cada EU,
A Paz tem voz,
Em cada NÓS.


Marisa de Medeiros



Desejo de Paz!


Paz! Sinalização da Nação,
Anseio do coração,
Profusão de emoção,
Amor!
Transcendência!
Luz na escuridão!
Evolução...



Marisa de Medeiros



VIDA E PAZ
Se há paz existe felicidade
Só de observar eleva o espírito
Quando faz morada de verdade
Percebe naquele lindo sorriso

A paz mora no amor contido
Sua morada exige dedicação
Sendo um sentimento definido
Que exista paz em seu coração

Senti nesta minha realidade
A paz que todos merecem
Que propague por toda idade
O amor desta mensagem

Se a paz perfuma os abraços
Não se torture aos descasos
Sinta a emoção dessa alma
Enlace ao sabor que acalma

Absorva esta paz que invade
Sobreviva a essência do desejo
Que a sorte do amor agrade
Toda sua vida nesse ensejo
Carlo Magno 24/05/09



A paz em poetar

Do poder da criação emanam
fontes divinas de inspiração!

A folha branca espera
o rascunho da alma sublime
registrando com alento
o íntimo sentido de ocasião.

Poetar é essência do bel-prazer!
Libertando suspiros secretos...

A paz do escriba diletante
consagra-se no diminuto instante
que consegue expressar
os momentos inconstantes
da nascente sem fim chamada “coração”...

JRA (o poeta da verdade).



Vidas divididas...


Vidas divididas...
Assim são todas as vidas,
Cada um com sua vida,
Interligadas com outras,
Uns com muitas,
Algumas com poucas,
Dividida com pais,
Filhos, amigos,
Muito mais,
Agregados reais,
Vidas divididas,
São compartilhadas,
Divididas, somadas,
Na caminhada,
Da Paz desejada.



Marisa de Medeiros


Indrisos de Fé - José Bonifácio
010 RADIANTE

Hoje, estou radiante!
Meu coração, em louvores,
Agradece a Deus, triunfante!

Oh! Quão benditos amores!
Manifestam-se a todo o instante.
Não sinto tristezas nem temores!

Como servir a Deus é importante.

Tudo é paz! Não há ódios nem rancores!

José Bonifácio – 12 Abr 2009



Indrisos de Fé
023 TRIBULAÇÕES

Das tribulações vem o conhecimento.
Do conhecimento, o aprimoramento.
Dessas nobres virtudes, a paciência.

A paz anula a dor e o sofrimento.
Não se fundamentando na demência.
Meu Deus! Como o mundo está violento!

Não possuindo virtudes nem ciência!

Como amo sua paz nestes tristes momentos!

José Bonifácio – 17 Mai 2009


Indrisos de Fé
022 IMPONDERÁVEL SEGURANÇA

Não se pode a paz procrastinar.
Seria a ação do cristão protervo.
Busque-a antes do sol declinar!

Olvidá-la! Não é atitude de filho nem servo.
Ela é a imponderável segurança milenar.
Sem paz, perco o domínio e me enervo.

Essa dimensão me leva a adorar

Ao único Deus, Jesus Cristo, que na alma conservo!

José Bonifácio - 17 Mai 2009


Indrisos de Fé
021 FONTE DA LIBERDADE

Louvo ao Senhor, em espírito e verdade.
Tão somente nele encontro a paz gloriosa.
Ah, que jubilosa alegria! Que enorme felicidade!

Profundamente, amo essa paz maviosa.
Que vem do Oriente: a eternidade!
Oh, que graça maravilhosa!

Jesus Cristo é essa paz: a fonte da liberdade.

Sem Ele, não vida telúrica ditosa!

José Bonifácio - 17 mai 2009


Indrisos de Fé
020 DESDITA

Que paz infinita!
Pelas suas mãos, ser sustentado.
Oh, que dimensão inaudita!

Senhor, meu Deus! A sua paz tenho buscado.
Grato sou, por estar nesta dimensão bendita.
Que privilégio! Faço parte do seu principado.

A sua segurança e paz me livra da desdita!

Até aqui o Senhor me tem sustentado!

José Bonifácio – 17 Mai 2009




Paz! Clareia!


Paz!
Clareia o escuro,
Do futuro,
Com a tua Luz,
Que reluz,
Mundo sonhado,
Sendo habitado,
Com a união,
Das nações,
Igualdade dos irmãos,
Paz! Já é hora,
O futuro começa agora.



Marisa de Medeiros





Amor! Paz!

A vida é cativa,
Paz o miolo,
Como fermento,
No bolo,
Faz crescer
O tesouro,
Mundo melhor,
Ao nosso redor,
Pode ser um só,
País e Nação,
Em plena união,
Numa só canção,
De amor e Paz!



Marisa de Medeiros








PAZ NO SUL

Sol de outono a vespertina é forte
Emana constante claridade nobre
No céu azul de escassas nuvens
Com brisas suaves de norte a sul
Do branco perene e refrescante
Que por ventura possa trazer neve...
Ou geada na campina do lago...
Modesto de Cerro Azul...

João-de-barro monta nova ninhada
A prosperidade da cria chegará!
Por sorte esta o balanço dos galhos
Da pata-de-vaca não derrubará!
A molhar-se nas águas rasas
Do fundo verde musgo abundante
Da senda tropeira do lago
Modesto de Cerro Azul...

Pica-paus na revelia a bater forte
No tronco seco do maragato valente
Onde o ximango elegante sobrevoa
A busca da caça necessária hoje
Do bicho pestilento da campina
Ou até mesmo da vereda seca
Onde a curva predomina a zona
Do lago modesto de Cerro Azul...

A pouco tosquiei o churrasco
Temperado a base de folhas de louro
Sal grosso e roda de chimarrão
A refeição chega na hora certa
Na mesa posta carne de sobra
E de longe vou notando a imensidão
Das pastagens magras e secas
Do lago modesto de Cerro Azul...

Se por ventura meu guri desistir
É aqui que deixo o marco reluzir
Da sina de tempos imemoriais
Onde cantigas não voltam mais
No peito ardente paz no sul
No coração pulsante paz no sul
Na lembrança viva a paz no sul
Do lago modesto de Cerro Azul...


JRA (o poeta da verdade).



Amor que desperta

Amor que desperta e propicia
Suave e colorida magia.
Abre os olhos faz crescer.
E o coração e o intelecto fortalecer!

Realiza sonhos
O caminho risonho.
O lindo recado;
No amor alicerçado.

Firme e feliz coeso nessa verdade.
Forte no laço da felicidade.
Cônscio na paz raiz de rico teor.
Viver para a missão do amor!

Na incumbência de propagar
A escada para aprimorar.
Passos e visão ampliada.
Semente de luz bem plantada.

Amor que atende a ânsia de ser amado.
Dá segurança para o coração emocionado.
Vem a paz e satisfação.
Uma mistura homogenia de sedução.

Hortência Lopes

*QUIMERA
.
Arde uma chama quente
na esperança duma aurora
queima num espaço ardente
quimeras tantas e idéias boas.

Vaga num porvir feliz da lembrança casta,
um pensamento puro...

Tomba na vitória fria dum sorriso novo,
vivo, sacro e brandamente meigo,
algo de sublime...

A que nesse instante belo e único,
poemas épicos virem à tona.
e aí, urde emancipar então, solenemente
a PAZ.

Marçal Filho
Itabira MG



Paz! Paz!


A Paz, só será entendida, quando for praticada nos pequenos/grandes
gestos, humanos e honestos.
No mundo cada um é um ser, que precisa ser respeitado,valorizado,
enxergado. Se cada um fizer a sua parte no mundo, será uma arte, que
faz parte da missão que nos reservou o nosso Criador, pelo exemplo e amor.
Pensar que não posso mudar o mundo é um fato, fazer o bem, é um ato, o
cenário é farto, para que possamos ser Paz de fato.
Posso ser uma gota d’água no oceano. Já pensou no oceano, cada gota
de um ser humano? Transferindo essa gota de Paz, o mundo será mais, a
guerra não vencerá jamais.Seremos fortaleza da Paz...começando por querer e ser
um instrumento de Paz.



Marisa de Medeiros


Amor e Paz... Domingo!

Amor no Domingo,
É um mimo,
Quando mais dormimos,
Sonhamos, amamos,
O querer mais,
Já nos faz,
Um dia de Paz!
Que se faz caminho,
Para evolução,
Deus no coração,
A semana já começou,
Mais Paz e amor,
Pombinha da Paz!
Vem e vai,
Voa no coração,
Nas asas uma oração,
De amor e Paz!
Voando vai,
Espalhando Paz!



Marisa de Medeiros



O mundo precisa de Paz!

Nesse mundo conturbado,
Ser humano desvalorizado,
Interesses desenfreados,
O amor, tão mal amado.

Natureza sendo agredida,
Sede de poder desmedida,
Ações incompreendidas,
Homem matando a vida.

Paciente mal atendido,
Saúde perdendo sentido,
Coração não assistido,
Descaso atual e antigo.

Educação mal educada,
Crianças desamparadas,
Gente sofre nas calçadas,
Pessoas infelizes mais nada.

Vamos plantar no mundo Paz,
Ser Paz, muita Paz onde for,
Paz! Com coração e fervor,
Mundo de Paz! Muito amor!



Marisa de Medeiros

É CHEGADA A HORA

Hora de refazer sonhos
ainda não realizados
e sorrindo dizer para si mesmo
que irá realizá-los!

Correr ao encontro daquele amor
tão sonhado, declarar-se e torcer
para que seja correspondido.

Hora de abraçar quem você ama,
elevar os olhos aos céus e
fazer uma prece de agradecimento.

Hora de irmanados
e de mãos dadas, pedir
ao Menino-Deus a palavra
mais importante de todas elas:

" P A Z " . . .
palavra tão pequenina
e que tanta falta nos faz!


©Verluci Almeida
28/12/2008




ANO-NOVO

365 dias para acertar
ou de novo tentar!
Com o futuro na mão
sonhos no coração
planto Sorrisos
cultivo a Paz
semeio Alegria
por onde passo.

Aprendo poesia
num Novo Tempo.
Quero meu céu
com lindo arco-íris.
Quero cheiro
de terra molhada,
após a chuva
minha alma lavada.

Construo pontes
ao invés de muros
Vamos nos Blogs
o Amor cultivar.
Vamos comemorar
o fato de nos termos
encontrado neste
mundo encantado.

Que haja Justiça
entre os homens
e as Nações.
Direitos respeitados
criança alimentada
com instrução assegurada
que haja Paz em nossos
corações enamorados.

"PAZ" ...
palavra tão pequena
mas que tanta falta nos faz!


©Verluci Almeida
29/12/2005



Paz e amor

A paz cura e cicatriza ferida
Dos transtornos dessa vida.
Sem essa essência cativante.
A dor aflige o semblante.

Afeta o relacionamento
Trás dúvidas no pensamento.
Buscar a paz é o maior desafio.
O amor aquece o coração frio.

Acorda para felicidade abraçar
Sorrir com o direito de amar.
Bem sereno e satisfeito
Num rico aprimoramento.

A paz é remédio espiritual
Receita de Deus e anjo celestial.
Tempera com condimento precioso.
Deixa o viver majestoso.

Que a paz esteja com você e comigo.
Uma vitória que garante abrigo.
Em esplendido sossego fortalecido.
Colorir de paz e amor o planeta querido.

Hortência Lopes





A paz é perfeita

Voa mensagem de paz
A existência satisfaz!
Voa pelo mundo afora;
Mande a tristeza e a dor ir embora!

Voa na nuvem branca
Essa notícia franca.
De paz amor e esperança.
E essa vitória abraça.

Garanto que é animadora
A paz maravilhosa.
É show de qualidade.
Saúde e felicidade.

Equilíbrio sofisticado
Sossego agraciado.
Paz perfeita.
A querida aleita.

A paz na alma é notória
Escreve-se linda história.
Capacita voluntária alegria.
Com o calor que irradia!

Expande a benevolência
Com júbilo e excelência.
Sempre sorrir e amar.
E a paz propagar!

Hortência Lopes


PAZ

Inebriante
numa corrente
entrelaçados
em humanos laços
Paz de dentro pra fora
Já universializada...

SIGRID SPOLZINO
DF, 14/05/2009

Baci, Mama mia!


Paz Almejada
Vamos juntos construir a paz
Em busca de um mundo melhor
Transformando nossas ações
Sentindo o bem que ela nos faz
Enfrentando com fé o labor
Pra evitar tantas destruições.

Respeitarmos as leis da Vida
E também da Mãe Natureza
Que chora com o desamor
Dos homens, quando agredida
Tirando toda sua beleza
Que lhe deu o Grande Provedor.

Vamos viver em harmonia
No nosso universo interior
Na Terra estamos de passagem
Não deixemos que a ventania
Danifique a essência da flor
Encontrada em nossa bagagem.

Neneca Barbosa
João Pessoa, 14/05/09



A paz no coração coroar

A paz enraizada na coletividade
Promovendo laço de afetividade.
Serena a alma frutifica cheia de beleza.
O ser humano de amor potencializa.

A paz move com a força que permeia.
Leva o bem estar em rede que forma uma teia.
O espetáculo circula no horizonte.
E no coração vira a fonte.

No abraço caloroso
No ombro amigo afetuoso.
No sistema nervoso central.
Na magia de poder celestial.

Brotaria em abundancia coragem e esperança.
No coração de jovem adulto e criança.
Coberto de tranqüilidade.
Aptos para a cidadania e a apreciada felicidade.

Cobre a terra semeia a semente
Brota firme na mente.
A maior maravilha do mundo.
No coração morando.

Como as águas do mar verdejante
Rios e córregos alimentar o viajante.
Em correntes de paz navegar e se ativar.
O branco da paz no coração coroar.

Hortência Lopes



Esperada Paz...


Paz! Você se faz...

Na inocência da criança,
Sorriso do doente,
Carinho do idoso,
Coração da gente.

Paz! Você chega lá...

Pedindo pra guerra cessar,
Pra violência acabar,
A família se estruturar,
Na certeza de renovar.

Paz! Você aqui, acolá...

A clamar cada segundo,
Pra sonhar profundo,
Paz e amor como fundo,
No coração do mundo.

Paz! Você é capaz...

De sanar a dor,
Semear a flor,
Colher o fruto,
Que se chama amor.



Marisa de Medeiros



A PAZ DE MARIA

ADORADA DESDE O NASCIMENTO

PRANTOS PELOS FILHOS DERRAMOU
AMOU E NÃO MOSTROU SOFRIMENTO
ZELOU PELO FILHO POR TUDO QUE AMOU

DIVINA EM SUA PLENITUDE
ENLEVOU AO PAI PELO AMOR

MÃE DE NOSSA QUIETUDE
ADMIRADA PELA SUA DOR
RESSUCITADA PELO MUNDO
IRMANADA POR UM SÓ CLAMOR
AME E SEJA AMADO

Carlo Magno 13/05/09



PAZ DO MEU CORAÇÃO NEGREIRO


Coração negreiro bate forte no peito
Declamo versos enlaçados em desejo
A ti Preto Cosme ilustre guerreiro
Urrando anos devorados em sofrimento.

Nem bentevis, nem cabanos!
É a balaiada a firmar a libertação
Através do passo sofrido da pacificação.

Hoje a fleuma é recompensada
Em lembrar que a ti e por ti
Meu sangue é brioso por ser
Banhado por lutas de emoção
A cada quilombo espalhado
Por diversas terras e veredas
Dos engenhos açucareiros
Ficando no esquecimento
A dor praticada do feitor algoz
Mas nunca deixando a voz
Silenciar e lembrar que a paz
De hoje é orgulho e respeito
A cantar e cantar Brasil adentro...

JRA (o poeta da verdade).

PAZ E HARMONIA


Estrada empoeirada de passos sofridos
Sua vida em tempos de menina ensina
De seu ventre desabrochou e colheu frutos
Três filhos a cada primavera surgida.

Anos setenta e o país em caminhos de desilusão
Sem muita fartura por lutar só com emoção
Crias educadas a moldes de retidão e união
Desbravando fronteiras perenes com o pé no chão.

Anos oitenta e a chaleira d’água vai ao fogo
Alguns processos abruptos deflagram o novo
A mulher menina ganha fôlego honroso.

Pelos ponteiros do relógio da vida assim foi à sina
A paz em seu coração hoje indica a luta com alegria
Zela mãe querida sua vitória por não abandonar suas crias...


JRA (o poeta da verdade)

Obs. – em homenagem a minha mãe que hoje reina sua paz merecida!



Paz III

Vem amigo e fica comigo
vem aqui, meu irmão,
seja mais um nesse abrigo,
e abraçe um coração...

vem amigo ausente
que sempre se sente
mais próximo do coração

e seja mais um na imensidão...

vem acarinhar uma criança,
sorrir de uma lembrança
de dor e desilusão...

vem viver a vida real,
o sonho de uma tempestade,
que passou como veio,
forte, detruiu algumas coisas,

Mas deixou a terra molhada,
pronta para a plantação,
e um aviso antes ignorado,
de que a terra é sua,

não a destrua, nem a modifique em vão!


Mando Mago Poeta 15:49 13/5/2009



Paz II

As árvores solitárias estão acompanhadas
As pessoas solitárias também,
quem vive sozinho não tem paz
se não busca a companhia de alguém

Ter paz não é viver na solidão
é saber que está acompanhado
mesmo que o alguém do lado
seja você mesmo, em seu coração...

Paz começa na semente
na vontade da gente
de ser feliz acompanhado
e compartilhar o legado

de amor e compaixão.

é espalhar a semente
mesmo invisivelmente
de amor ao próximo
fé e coragem... em nossa oração.


Mando Mago Poeta 15:43 13/5/2009



Paz

Que ventos suaves e quentes
serpenteiam entre as árvores senís
e rodeiam jovial criatura
embalando seus sonhos juvenís...

Sonhos de amor a carinho
Ave procurando ninho
Flor de mais belo botão
paz é não estar sozinho

é amor no coração!


Mando Mago Poeta 15:37 13/5/2009













Chuva de amor na face da terra

Chove amor em todo o planeta terra, com pingos cativantes.
Todos querem se molhar com o coração saltitante;
A meteorologia anuncia ventos fortes de emoções.
E nuvens carregadas de satisfações.

Nevoas brancas de completa paz nos continentes.
Os ventos se deslocaram atingindo todo o horizonte.
A felicidade será sentida por todas as criaturas;
O amor dará asas para voar nas alturas.

Haverá enchente como jamais foi registrada.
E toda a face da terra será abençoada;
A defesa civil já orientou a população em geral.
Para todos tomarem um banho matinal.

Esse fenômeno na natureza é da criação.
É a resposta das fervorosas orações;
Trará mudanças em cada coração;
É mostrará o caminho com múltiplas sugestões.

O sol brilhará com mais intensidade
Seu raio vira com o vento da felicidade.
E garoa fina de lealdade e bondade
Formando uma fonte de tranqüilidade.

A terra dará frutos de virtudes
Saúde e longevidade.
A chuva de amor encantara a sociedade.
Crianças, adultos e a juventude.

Hortência Lopes










DESDE O NOME

Meu grito de paz cabe na poesia
no sonho
do hoje
do amanhã.

Meu grito de paz cabe na poesia
do querer
fazer
ser.

Meu grito de paz cabe na poesia
do chamar
meu nome
ou o seu.

Afinal sou PAZ
e você pode ser ASSIm.

CLAUdenir PAZ Siqueira ASSI (Clau Assi)
13/05/2009



Com a paz de Deus se conectar

A paz de Deus é para ser respirada
Com uma corrente no âmago ser entrelaçada.
Caminhar junto impregnada.
E jamais ser abandonada!

A paz de Deus consola e exalta
Dores e tristezas isolam e eliminas.
A paz e a fé se consolidam com gratidão;
E nessa fonte se banhar com amor no coração.

Alimentar a alma com belo sossego
Ser solidário dar abrigo;
Confiar em Deus como o maior amigo.
Manter um especial diálogo.

Esse reforço sobrenatural.
Edifica a vida de forma magistral.
Sendo Deus teu confidente;
Conta para ele tudo o que você sente.

É um elo substancial e celestial
Essa poderosa força potencial.
É só com Deus se conectar.
Orar agradecer e louvar.

Hortência Lopes


A PAZ

CHOVEU UMA CHUVA DE PAZ
POMBAS BRANCAS VOAVAM LIVRES NO AR.
MULTIDÃO APLAUDIA EXTASIADA.
A TERRA HAVIA SIDO TRANSFORMADA.
COM A PAZ FOI REESTRUTURADA.

HAVIA BELAS POMBAS BRANCAS
SIGNIFICAVA A PAZ E A ESPERANÇA.
HOUVE METAMORFOSE NOS CORAÇÕES.
O MAIOR TESOURO FOI ENCONTRADO AMOR E PERDÃO
A PAZ FOI APLAUDIDA ENTRE AS NAÇÕES.

ERA A PAZ NO CUMPRIMENTO
REPETIDA EM TODOS OS MOMENTOS.
A PAZ PERMANECEU INFLUENTE;
COM OS POMBOS EMBELEZANDO O HORIZONTE.
O VENTO E AS NUVENS, NO CÉU POENTE.

A FELICIDADE TOCOU TODAS AS FAMÍLIAS.
PORTAS ABERTAS SAUDAVAM O RAIAR DO DIA.
NINGUÉM MAIS SOFRIA.
OS SERES HAVIAM DESCOBERTO A SUA EXCELÊNCIA;
PEDIAM A DEUS SABEDORIA, COM PAZ NA CONSCIÊNCIA.

A PAZ FORTALECIA O INTERIOR
ERA O REMÉDIO, NÃO HAVIA DEPRESSÃO NEM A DOR.
A POPULAÇÃO ENTENDEU O SEU VALOR.
E ADORARAM JESUS CRISTO NOSSO SENHOR;
COMO DE SUAS VIDAS O ADORÁVEL SALVADOR.

HORTÊNCIA LOPES



PAZ É AMOR


P az! É o bem que se faz
A alma que ama
Z ela e aclama

É o amor que faz a Paz!

A mizade e união
M undo em oração
O amor no coração
R ogando Paz! Meu irmão!


Marisa de Medeiros






Coletânea de Pensamentos
A paz e a graça se encontraram,
desejando sua felicidade.

José Bonifácio


Coletânea de Pensamentos
Violência gera violência, porém o amor
é a maior fonte de graça e paz.
José Bonifácio






Paz! Em cada você...


O tempo que passa,
Saudade é fumaça,
De fogo do amor,
Coração é criança,
Arde esperança,
Buscando a Paz,
Na calma do olhar,
Consciência do andar,
Renovação no pensar,
Não precisa correr,
Paz está perto,
Com braços abertos,
Que se possa entender,
Está dentro de mim,
E em cada você.



Marisa de Medeiros




129 A MAVIOSA PAZ

A paz com sua maviosa
Integridade é algo celestial.
Apresenta-se tênue, mas é fenomenal.
De porte sensível, porém portentosa!

De rápida e permanente ação.
Combate com energia a violência.
Porque age com decência,
Eliminando a força da coação!

Nesta brutal era da devassidão,
Quando predomina os torpes desmandos.
Somente a paz, regada pelo amor,

Com sapiência de comandos,
Pode suplantar a vil confusão;
Livrando o povo da violência e da dor!

José Bonifácio – 12 Mai 2009



Amor e Paz


No corpo do meu corpo,
Acumulo alegria,
Também desgosto,
Composto, as vezes imposto,
Saudade e dor,
Amor e desamor.
Quanta coisa comporta,
Um dia o ódio habitou,
Bagagem tão pesada,
Pesou demais e secou.
Agora o que importa,
Na vida cultivar o amor,
Suavidade e esplendor.
No corpo e na alma,
Emoção e coração,
Meta perfeita pra evolução,
Todo mundo é capaz,
Fazer o que apraz,
Promover amor e Paz.



Marisa de Medeiros



Sinfonia da “PAZ”!
@
O mundo agoniza
estamos em alerta total,
guerra matando
no campo de batalha
a violência urbana
é uma arma fatal,
mata sem estar em guerra
irmão matando irmão,
marcas que marcam o coração
uma catástrofe voraz
a humanidade
clamando por “PAZ”
@
São cenas que ficam gravadas
saindo do real para a ficção,
pai que mata sua filha
deixa em comoção uma nação,
são mortes prematuras
vidas perdidas...a banalização.
@
Chegou a hora da conscientização
o mal nunca venceu o bem.
Vamos poetizar uma nova geração
falar de amor e dizer: você é capaz.
Compomos juntos...a
“Sinfonia da PAZ”...
“PAZ”.
@
(amaropereira)
12/05/09
@
Um beijo no coração







Grito de Paz!


Grito aos quatro ventos
tentando abalar o mundo.
Acordemos do tormento
deste pesadelo profundo.

Não me importa parecer insana
mas assim não posso mais...
Somos da raça humana,
precisamos viver em Paz!

Não entendo porque tanta briga
porque tanta confusão...
Sei que é pesada a lida
mas aqui todos somos irmãos.

Então deixemos as diferenças
e vamos mudar esta realidade.
Esqueçamos as desavenças...
Sejamos irmãos de verdade!

Brigas, guerras nunca mais!
Chega desta insanidade!
Por isso o meu grito de PAZ
pelo bem da humanidade!


Georgea Fontes



Paz entre os Homens

Ah! Se os homens pensassem no amor
Se pensassem na felicidade e na paz...
No mundo, não haveria maldade capaz
De contrariar o nosso pai, o Senhor.

Porque vieste a nós sem pranto nem dor
Com um afeto e uma ternura tão eficaz
Ensinando-nos a verdade, e tudo o que faz
Para ficarmos animados com clamor...

Feliz será quem buscar a paz para viver...
Bendito seja quem tiver amor no coração
Porque em ti, não haverá mal a crescer...

Assim, conquistará a tua justa salvação
E a tua alma não mais saberá o que é sofrer...
Porque em ti terá paz, amor e união.

(Dolandmay)



PAZ

Promessa de outrem a sustar o conflito
Amanhã talvez comecem a
Zero hora tentar de novo...

Sucinta ocasião a contemplar na leitura
Nasceu de outono matutino com raios de luz
Determinando esperança além da província.

Uma nação aqui, outra ali
Muitas mentes pensantes
Muitos corações divididos.

Até quando berrar?
Alguém terá que acordar!

A mancha do corpo é vermelha
A alma alforriada não aceita.

O espírito de luz acende pra vida
O tempo é oportuno se tiver harmonia.

O manto negro da discórdia oculta o vigor desta cria
Rasga o maldito e mostra a benção divina
Acolhendo das alamedas os famintos.

Até quando berrar?

Hoje se acorda em veredas de esperança
De mãos dadas acompanham-se miúdos atentos
Na marcha forte do artífice como escriba
A cantar, abraçar e abrandar
Que a “PAZ” querida é como chuva no sertão
Aguardada e reverenciada em versos de emoção...

JRA (o poeta da verdade)


Paz


O desejo surgiu quando
Em meu pensamento
Eu te vislumbrei,
Pensei que já existia
E fui em busca de ti,
Te procurando aos quatro cantos
Vendo se te encontrava.
Te procurei nas grandes pastagens
E não te encontrei
Te procurei nos grandes centros
E vi que ali, não te acharia
Te procurei nas criaturas da noite
E também durante o dia,
Nos grandes governos,
Achei propagandas, a mídia divulga,
Mas todos ficam perdidos,
Não conhecem e procuram respostas
Na natureza e nas ondas do Mar
Te procurei de forma incansável,
E onde achei que te encontraria
Uma tristeza se abatia.
Depois de uma procura de uma vida
Vi que antes você precisa ser criado
No coração das pessoas,
Perpetuado em suas gerações,
Para que você possa se manifestar livremente,
E possa enfim ser vista por todos.

Betânia Uchôa



GRITO PELA PAZ...
Grito por toda a dor
Por todo desamor...
Por ainda não termos paz!
Por sermos assim
Tão desumanos...
Grito pelo próximo
Que não socorri.
Pelo outro que não vi...
Pela falta de carinho
Por só lembrar do meu
Umbigo, se tenho o que
Não preciso, se jogo no
Lixo os meus excessos
Se ainda,ainda quero mais
E mais... ai é que grito...
Tenha pena de mim meu pai!

(Zia Marinho)




Buscando a paz

Não pense você,
Com essa arma em punho
Que vai promover a paz,
Nesse mundo escuro.

Violência gerando violência
Onde pouca importância se dá,
Onde vidas se acabam
Sempre de forma desleal.

Mata-se de forma geral
Empunhando uma bandeira,
Por uma causa especial
Onde se luta pela paz mundial.

Tantos motivos reais
Tratados de forma banais,
O que queremos é algo tão simples,
É paz gerando paz.

Betânia Uchôa



Paz Mundial

P artindo sempre do amor
A esperança fazendo florescer
Z elando por um bem maior

M ortes de inocentes vamos combater
U m coração, dois corações, infinitos corações...
N arrando o amor entre irmãos
D ividindo as nossas obrigações
I mpedindo mais violências
A paz será alcançada
L evando o progresso e harmonia a todos.

Betânia Uchôa



PAZ!

Procurada por todos,
entranhada nas veias,
sonho permanente,
povos e nações convivendo
harmoniosamente!

Paz no mundo e no coração,
revoluçao interna...
igualdade entre irmãos,
sonho , quimera , ilusão?

A paz é estado de graça,
é pureza e compaixão,
nunca foi dada de graça
paga-se preço caro para tê-la
unificando com amor
os labirintos convenientes
dos mandatários das nações.

É necessária para viver!
É felicidade poder ter!
Mas entre toda paz
sonhada por nós humanos
é a paz interna...
a serenidade sempre bela
de ver crescer
explodir em cores
versejar amores,
sem nunca mais
sofrer por perdas
dos irmãs, dos amores
pois a PAZ se instalou
no coração de todos
que realmente amam!

MÁRCIA ROCHA
12/05/2009






130 A EMOCIONANTE PAZ

Como a paz é nobre e bendita!
Que imensa graça proporciona!
Paz algo que emociona!
Trata-se de uma canção inaudita!

Na atual e vil conjuntura,
A paz não pode ser esquecida.
Pois, é o fundamento da vida.
Não exercê-la... Profunda loucura!

Constitui-se num fortíssimo linimento,
Que age com eficiência e eficácia.
Não se tratando de algo abstrato.

Ela é patente. Não culmina em falácia!
Sem paz, permanece o vil tormento.
Ela é o próprio Deus, no sentido lato!

José Bonifácio – 12 Mai 2009





Canto de Paz
Meu peito grita por um canto
Da singela paz almejada
Na terra fiz minha morada
Pra ser feliz neste recanto.

Entre sombras é a estrela guia
Sol de esperança que me aquece
Ao Senhor elevo uma prece
Em frente sigo a romaria.

Sementes preciso plantar
De perdão, de fraternidade
Amor e solidariedade
Na certeza que irão brotar.

Buscar a força da união
Lutando com muito fervor
Sentindo o humano calor
Na construção da paz então.

Neneca Barbosa



PAZ?...
Como sentir paz e só ver violência?
Como falar de paz em um mundo tão conturbado?
Como olhar e não pedir clemência?
Como ter paz e ver o irmão necessitado?

Sentir paz é a todos amar
Falar de paz é saber perdoar
Olhar a paz é se doar
Ter paz é não parar...

É lutar sempre pelo amanhã...
É querer ser melhor...
Estender a mão sempre...
É tratar a todos com amor...

É ter comunhão com Deus
e fazer a nossa parte.
É viver em comunhão.

Cuidar de tudo que é seu,
Ajudar quem não tem sorte
e amar ao irmão.


SHALON!
Paz a todos.

Kedma O'liver




PAZ DA MADRUGADA

Respirando a paz
da madrugada
quando, do mundo
pouco importa...
apenas, o que a brisa
nos oferece...
e a alma enobrece!

Traz lindo pensar
forte sentir
da paz que edifica
dignifica
o ser, o estar!

Essa paz contagiante
da aragem a enlevar
nobres pensamentos
profundos sentimentos
do tudo, ou nada...
nessa vida estafante,
desse vazio existencial...
limite sem fronteiras
da lembrança a vagar!!!

Anna Orsi ... 11 - 05 -2009 ...



Flores na Praça

planto girassóis em teu jardim
areia, brisa suave
sinos peregrinos
o pássaro balança
no delgado galho
e um anjo passeia
pelo chão, raiz
flores em teus olhos
infantis
asas, coração
carregas tua própria luz
a Paz

Ana Wagner




Paz! Onde estás?


No olhar da criança
Grito da esperança
Voz que te chama
Luz que te ama.

No Sol que é de todos
No cessar fogo
Na chama e calor
Que é feito de amor.

No cuidado dos Pais
Amigo que faz
O mundo ser mais
No abraço da Paz.

Na riqueza do amor
No amor com valor
Sem a fome de ter
Com a sede de ser.

No aperto de mão
Deus no coração
Igualdade que faz
O sentido da Paz.



Marisa de Medeiros


É SÓ SENTIR...


Como as plumas de uma pomba branca
que roça suavemente meu rosto,
eu sinto o ar fresco das manhãs,
quando acordo e penso na paz!

Penso na paz de estar viva,
com saúde, alegre, feliz...
Por ter uma família linda,
amigos, tranquilidade
e uma vontade
de espalhar pelo mundo
essa sensação que ela me traz!

É só sentir...
Paz!
É leveza de pensamentos,
pureza de sentimentos,
humildade no coração!

É a paz um bem sem igual!
A dádiva que nasce
quando buscamos a bênção
do Pai Celestial!


Stella Vives
Momentos de Reflexão
08\05\2009





A PAZ QUE QUERIA

Neste mundo vazio de anuência
Quanto termo jaz em silogismo
Tempos aflitos com falta de paciência
A morte poética é antagonismo

Prospera o déspota recluso
Inspirado numa fria insensatez
Mata na impertinência o texto mudo
O silêncio escrito por mais uma vez

A revolta criada na mistura explosiva
Domina a voracidade impetuosa
O roçar dos dentes da fera nociva
Devasta a emoção interior calorosa

No limite que chega a intensa dor
É possível amar para chegar ao fim
Toda loucura no momento dessa dor
Clama as alturas esse desejo enfim

Nessa plenitude confusa descansa
O apetite da alma santa suplanta
O coração desguarnecido avança
Numa inspiração até árvore planta

Sofre por ter deixado rastros de destruição
Mata a loucura dessa vida subjetiva
Despertado no caminho da emoção
Diverte com o amor na chama festiva
Carlo Magno 12/05/09







Paz! Somos nós!


Eu sou, você é,
Somos nós,
Portadores do amor,
Com vez e voz,
Só depende de nós,
Olhar o mundo atroz,
Mudar a voz,
Vestir a camisa,
Abraçar o irmão,
Com sorriso nas mãos,
Dizer não, a violência,
Munidos de armas,
Que consolam e acalmam,
Armas do pão, do coração,
Revolução de emoção,
Ver e rever o mundo,
Os conceitos, preconceitos,
Valores perdidos, refeitos,
Somos responsáveis,
Indispensáveis, inadiáveis,
Praticar o amor, capazes,
Tanta coisa se faz,
Nos braços da Paz!



Marisa de Medeiros




A JANELA DA PAZ


Repousa no peitoril
a linda rosa primaveril...
Lá fora, pombos voam
num bailado matinal,
asas brancas, puras,
aves que não fazem o mal ...

Fico a olhar,
emocionada,
diante de tanta pureza,
a brancura da paz dos pombos
e da rosa, a beleza...

Quisera ficar assim,
pareço nem pensar,
diante desse quadro
que pinta a natureza,
diante do meu olhar...

E me sinto flutuar...
Invade-me uma doce paz,
quero eu compartilhar...
Com o mundo, a doce paz ...
Contigo, o meu olhar...


Stella Vives
12\02\09
Momentos de Paz


A paz que irradia luz

A paz palavra pequena
Com grande dimensão.
A vida brota plena.
Com amor no coração.

Três letras encantadoras;
Plantada no sentimento.
Com a paz empreendedora.
No coração e no pensamento.

Monossilábica e fulgurante
Branca luz no horizonte.
Abraça a capacidade de amar.
A bela paz no viver contagiar!

O valor de absorver
Trás alento para crescer.
Com a paz instalada.
A humanidade abençoada.

Como as asas dos anjos
Levando mensagem de amor
Do mestre o mais puro desejo.
Que a paz seja exaltada com fervor.

E a população sinta e respire suavemente.
Que seja companheira da nossa sofrida gente.
Envolvendo num manto protetor.
A paz brilhe e irradie luz no interior.

Reina branca e majestosa
Perfumada como a rosa.
Com lindo lema e amizade fraterna
É tão necessária a paz na conjuntura moderna.


Hortência Lopes





E, é essa paz que trago no meu peito,
que faz com que eu te perdoe
quantas vezes for preciso...
(Valquíria Cordeiro)



131 DEUS É A PAZ

Como amo a dimensão
Da nobilitar e infinita paz.
Algo que me alegra e satisfaz.
Ela é minha fortaleza e emoção!

Não me importa certos momentos.
Nada! Nada pode me abalar!
Porque a paz me conduz ao amor.
Enfim, não há tristezas nem tormentos!

Ah, como amo essa paz interior!
Cheia de carinho e muita pureza.
Exalta e engrandece a minha alma!

Ela é Deus... Minha absoluta certeza!
É regada pela honestidade e amor.
Que verdade! Ela é o Senhor que me acalma!

José Bonifácio – 12 Mai 2009






CÚMPLICES DA PAZ

Feliz eu de ter parado
aquele último canhão...
O amor me ia do lado
e duas rosas na mão...

Feliz do amor que me trouxe
dos escombros da guerrilha...
Converteu-me o sal em doce
e meu charco em maravilha...

Feliz do quanto os espinhos
que extraíram de minh’alma
remarcaram meus caminhos
com sangue tinto de calma...

Feliz que enxergo de costas
para ver quem fui de agora...
E meus olhos têm respostas
como cúmplices da aurora...

Feliz eu de ter amado
se por tanto fui capaz
meu amor seja legado
ao sangue de sua paz...

Afonso Estebanez
(A Che Guevara – in memoriam)



ALMA MINHA...

Vôa alma minha,
Vai visitar outros
Orbes...vai deixar
Suas pegadas em
Outros corações,
Distribuir flores..
Ver o sorriso de
Outros seres, que
Também tem amor
No coração, e vontade
De dividi-lo, sorrirem Juntos
Trocarem experiências...
E saber que o mundo é um todo
E nós pertencemos ao mesmo
Núcleo, de onde tudo brotou!
Vai alma minha, visitar outos mundos!

(Zia Marinho)



PAZ!

Procurada por todos
entranhada nas veias
sonho permanente
povos e nações convivendo
harmoniosamente!

Paz no mundo e no coração,
revoluçao interna...
igualdade entre irmãos,
sonho , quimera , ilusão?

A paz é estado de graça,
é pureza e compaixão,
nunca foi dada de graça
paga-se preço caro para tê-la
unificando com amor
os labirintos convenientes
dos mandatários das nações.

É necessária para viver!
É felicidade poder ter!
Mas entre toda paz
sonhada por nós humanos
é a paz interna...
a serenidade sempre bela
de ver crescer
explodir em cores
versejar amores,
sem nunca mais
sofrer por perdas
dos irmãs, dos amores
pois a PAZ se instalou
no coração de todos .

MÁRCIA ROCHA

PAZ E AMOR
(Autora: Lúcia Biazetto)

É grande a paz quando se ama pra valer
quando se olha no rosto de uma criança sorrindo
ou quando se pensa no próximo com amor
A paz é duradora quando se admira a natureza
a árvore com sua beleza e o fruto com seu sabor
A paz só permanece quando o coração
bate em função do amor mesmo sendo
um amor não correspondido pois o amor é gratuito
amor não custa dinheiro, amor é donativo
uma dádiva do nosso Criador
que só quer em troca a Paz entre nós!

Marcadores:

5 Comentários:

  • Paz, a sublime dimensão!

    "Ela é Deus... Minha absoluta certeza!
    É regada pela honestidade e amor.
    Que verdade! Ela é o Senhor que me acalma!" José Bonifácio

    Marta, estimada poetisa do amor e da paz, como ficou sensível e bela a página sobre os ditâmes da gloriosa e doce paz.

    Como a profundeza do amor se destacou, adornado pela vontade imensa do exercício da paz pela humanidade.

    Parabéns! Deus a iluminou a anelar que, os poetas em um companheirismo fraternal, dissecassem sobre esse belo tema.

    Por outro lado, agradeço mais uma vez pela rica oportunidade de, ao lado de celebridades poéticas, ver publicado as simples vozes dos meus escritos.

    Obrigado, sim! Deus seja louvado!

    José Bonifácio

    Por Blogger josebonifacio, às 2 de junho de 2009 10:11  

  • PARABÉNS POETISA MARTA
    QUE A LUZ DIVINA ILUMINE A PÁGINA DE SUA VIDA E QUE GLORIFIQUE AINDA MAIS SEU AMOR POR TUDO QUE PRATICA.
    O ENCANTO DESTE JORNAL É TER PESSOAS COMO VOCÊ QUE POSSA DIVULGAR TÃO LINDAS POESIAS DANDO OPORTUNIDADE AOS NOVOS POETAS ENTRE TANTOS NOMES JÁ CONHECIDOS AQUI POSTADO. AGRADEÇO POR POSTAR MINHAS POESIAS ENTRE AS MAIS BELAS.
    CARLO MAGNO

    Por Blogger Imaginação, às 3 de junho de 2009 21:08  

  • Marta Peres nobre e bençoada poetisa. Que Deus esteja
    sempre ao seu lado.Você minha amiga é um exemplo de amor e afeto.
    Está sempre nos proporcionando
    momentos impar de felicidade.
    Postando aqui no seu belissimo jornal as minhas poesias.

    Vai aqui o meu carinho abraço!
    Beijos no coração

    Por Blogger hortencialopes, às 5 de junho de 2009 16:34  

  • Minha linda Grande Poetisa MARTA PERES!Você é poesia,amor e Paz!
    Agradeço a DEUS por ter colocado em minha vida uma amiga iluminada como você.Obrigada pelo carinho e incentivo incansável a cada um de nós...Poetas e Poetisas que você faz brilhar e o faz com AMOR e PAZ!Isso é tudo de maravilhoso que faz acreditar que o mundo pode ser melhor porque você existe!
    Que DEUS a ilumine sempre!Obrigada sempre!Parabéns!Te adoro!
    Beijos no coração!

    Por Blogger Marisa, às 5 de junho de 2009 19:03  

  • PAZ, AMADA PAZ, BUSCADA PAZ....ENCONTRADA PAZ NESSAS POESIAS MARAVILHOSAS , MARTA.
    PARABÉNS PELA PAZ QUE COMPARTILHASTES CONOSCO....
    FICA EM PAZ, AMIGA!
    BEIJOS POÉTICOS!

    Por Blogger Stella Vives, às 6 de junho de 2009 21:12  

Postar um comentário

<< Home