.

domingo, 14 de setembro de 2008

Amor Vem, Amor Vai


Amor Vem, Amor Vai

Virou-me as costas, acreditou
em tudo sem perguntar, questionar,
buscar o outro lado da face. Nem tudo foi
colocado sobre a mesa, livros não foram

abertos! Virou-se de lado quando passei,
recriminou sem procuar outras palavras
para entender. É fácil jogar lama, varrer
algo que incomoda, palavras jogadas aqui

e acolá foram detectadas. Não importa mais,
já ando esquecida do seu olhar, a alma continuará
firme, irá por outros caminhos, andará como se
nunca o tivesse visto. Amor vem, amor vai,

a lembrança tomará conta de esquecer,
pálido amor sentia, nada procurou para
comparar, duas punhaladas no tempo,
já não mais quero que volte! Cansei!

Marta Peres

1 Comentários:

  • Marta amiga querida obrigada!
    Mais uma vez você me surpreende amiga eu não mereço ,como você, sabe, sou um simples aprendiz caminhando engatinhado!!! muito lindo se blog e você uma, grande poetisa que admiro muito beijos amiga!obrigada! linda poesia!
    sua amiga de sempre Marina Nunes,

    Por Blogger Eterno Amor, às 15 de setembro de 2008 18:52  

Postar um comentário

<< Home