.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Tem Dias


Tem Dias

Tem dias que o peso do mundo
cai sobre os ombros, é jugo cruel,
sem saber o que fazer, desanimada
continuo ali, olhando o nada.

Mesmo a natureza humildemente
oferecendo toda sua beleza
um abatimento toma conta,
tem dias assim, nada traduz.

Sentia perder as forças por nada,
sem causa, sem conseguir animar
com o belo à minha frente. Peso
imenso sobre mim, de onde vem?

Perguntas sem respostas, quanto
tempo vai durar essa tortura?
Incógnita a ser estudada, sem
forças não conseguia, não importava.

Tem dias assim, nada se sabe,
nada se quer, somente o peso
que o mundo deixa nos ombros,
um desalento invade a alma.

Marta Peres

Marcadores:

1 Comentários:

  • MINHA LINDA GRANDE POETA MARTA PERES!"TEM DIAS",li,reli e me encantei pois há dias em que visto essa roupa.Muito reflexivo!O bom é que existe o amanhã.te adoro!Beijos meus!

    Por Blogger Marisa, às 23 de março de 2010 15:25  

Postar um comentário

<< Home