.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

AS PÉROLAS E A SOLIDÃO


AS PÉROLAS E A SOLIDÃO

Choveu pérolas
No pranto dos meus olhos
Onde tentou recolher
Com o perfume
Dos teus lábios

Já sem tempo...

Lágrimas desdobradas
Pelas ranhuras da solidão
Que angustiante teima
Em fazer morada
No silêncio da memória

E onde sombras
Concentram-se na penumbra
De flores que não se abriram.

A solidão ficou...
As pérolas... De tão só...
Nas asas do pássaro sem rumo...
Esvaíram!

Rô Lopes

13 Comentários:

  • Marta amada poetisa...
    Sempre me encanta com sua alma poética e benevolente, dando oportunidade a nós que estamos no inicio da caminhada o prazer de encontrar com grandes nomes da poesia.
    Seu espaço sempre lindo, colorido e perfumado com alfazema.
    Obrigada poetisa pela oportunidade de pode mais uma vez deleitar com lindas escolhas que faz.
    Beijos em sua alma que amo

    Rô Lopes

    Por Blogger Rô Lopes, às 26 de fevereiro de 2009 19:41  

  • Grande Poetisa amiga Rô Lopes!
    O seu poema AS PÉROLAS E A SOLIDÃO,é encantador como tudo que vc escreve.Parabéns e obrigada por presentear a todos nós com sua inspiração mágica.
    Vc é gente que brilha!
    Beijos no coração!
    Carinhosamente,a amiga e fã,
    Marisa de Medeiros

    Por Blogger Marisa, às 26 de fevereiro de 2009 19:58  

  • Olá Rô!

    "As pérolas e a solidão" está maravilhoso. Vc está de parabéns não só por este, mais, por vários poemas escrito por vc que já tive o privilégio de ler.
    Deus te ilumine sempre.
    Bjos.

    Por Blogger Lucia, às 26 de fevereiro de 2009 20:22  

  • Este comentário foi removido pelo autor.

    Por Blogger cerejeira, às 26 de fevereiro de 2009 20:24  

  • Obrigado Amiga Poeta Rô, por me tirar do silêncio para vir aqui ler seu maravilhoso poema, mesmo antes de sermos amigas eu já amava te ler, vc escreve maravilhosamente lindo...te amo

    Por Blogger Glorinha, às 26 de fevereiro de 2009 20:26  

  • Intenso cada momento, cada sentimento. grandes poetas trazem a marca da emoção na alma e derramam esses sentimentos com naturalidade transformando, emocionando...

    admirar-te? tenho medo de não descrever o suficiente! Simplesmente adoro-te! E bem sabes, que não sou de fingir, dou-te meus sentimentos verdadeiros.Parabéns!

    Por Blogger Mando, às 26 de fevereiro de 2009 21:38  

  • Rô...Querida Amiga
    Que coisa gratificante depois de um dia cansado receber um convite na madrugada para ler um poema.
    É mesma coisa que banhar a alma e ter uma noite suave e tranquila com belos sonhos....
    Me deleitei com sua poesia e agradeço muito por esse previlégio que está me dando...Resumindo..
    LINDA DE VIVERRRRRRRR!!!!rsrsr
    Que DEUS te converse nessa inspiração que quem ganha somos nós!
    Te admiro muito.
    Beijos muitos.
    Adriana Folch

    Por Blogger adriana, às 26 de fevereiro de 2009 21:58  

  • Querida Rô Lopes
    Estou aqui como sua fã e amiga, sabes bem o quanto sou.
    Mas sabes também o quanto amo poesia.
    E lendo "AS PÉROLAS E A SOLIDÃO", não consegui ler como sua fã, e sim como apaixonada que sou pela poesia. Portanto, digo com a mesma sinceridade com que sempre nos tratamos: Ameeeiii! De uma sensibilidade tocante, profunda...
    Sou leiga, não sou poeta; você sabe que falo o que meu coração sente...
    Beijos minha linda, parabéns e mais sucesso ainda porque você merece!!!
    Torcendo sempre por você...
    Mil beijos da Nil

    Por Blogger nilza, às 27 de fevereiro de 2009 03:12  

  • Querida Rô Lopes
    Estou aqui como sua fã e amiga, sabes bem o quanto sou.
    Mas sabes também o quanto amo poesia.
    E lendo "AS PÉROLAS E A SOLIDÃO", não consegui ler como sua fã, e sim como apaixonada que sou pela poesia. Portanto, digo com a mesma sinceridade com que sempre nos tratamos: Ameeeiii! De uma sensibilidade tocante, profunda...
    Sou leiga, não sou poeta; você sabe que falo o que meu coração sente...
    Beijos minha linda, parabéns e mais sucesso ainda porque você merece!!!
    Torcendo sempre por você...
    Mil beijos da Nil

    Por Blogger Nil, às 27 de fevereiro de 2009 03:23  

  • Rô ,poema lindo As Perolas e a Solidao....lindas palavras,nos tras mt emoçao...bjus

    Por Blogger Nolivia, às 27 de fevereiro de 2009 07:07  

  • Muito lindo o seu poema minha adorável poeta RÔ!
    Você encanta com a sua sensibilidade.
    Parabéns!
    Sou seu fã
    beijos

    Por Blogger elcio, às 27 de fevereiro de 2009 08:23  

  • Querida amiga Rô, o seu poema"As pérolas e a solidão" é lindo
    e repleto de emoção.É cheio de
    encanto e nos convida a ler e
    reflitir.Amo ler seus escritos.
    Parabéns!
    Beijos querida!!

    Por Blogger hortencialopes, às 27 de fevereiro de 2009 10:34  

  • ......Minha linda,....te adoro muito. e sei exatamente onde as perolas, e como fugir da solidao..rsrsrrs...tendeu?...rsrrss
    bjos....
    _parabens, vc nos encanta di verdd!...
    ----

    Por Blogger Enemércio de Moura, às 28 de fevereiro de 2009 02:36  

Postar um comentário

<< Home