.

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Poemas!


Decifrando uma mulher

Cheia de candura e doçura
Simplicidade e muita beleza
Quem a olha vê com certeza
Toda sua maestria e destreza.

Suas qualidades se sobressaem
Onde quer que vá olhares atrai
Cheia de muito encanto e afeto
Caráter forte e sempre correto.

Mulher com profundos sonhos
Vive a beleza de sempre estar
Procurando as palavras corretas
Para seus sentimentos expressar.

Decifrar uma mulher nem sempre é
Mesmo tão fácil, é sim pouco provável.
Ela tem em seu interior o indecifrável
E só se faz conhecer diante do inevitável...

Lete Dias


Poema dedicado à querida
Amiga e poetisa Marta Peres.
(27/11/08)



Arrebol

Pela manhã bem cedo,
sol estala sobre a serra,
raios de sol chegam beijando
minha cidade que acorda,
aquece, sorri para o novo dia
inundada da calor.

Sobre as campinas
bate o raio de sol,
e onde o capim medra
ele estronda
num doce bamboleio,
leve meneio
com o estertor.

O raio de sol vem rasgando
o breu, a treva se vai levando
a tristeza nas bênçãos
da luz do arrebol.

É tudo de mais belo que existe
no emaranhado da vida,
neste complicado aranhol
onde travamos nossas lutas diárias,
ora alegre, ora triste,
mas ninguém resiste às belezas
da vermelhidão do nascer do sol
em minha cidade!

Marta Peres



Deus, Princípio, Meio e Fim

Antes, só Deus.
Abismos sumiam
de vista,
com Deus
a existência despontou!

Lentamente fez-se luz,
abismos transformados,
vida nascendo!
Mistérios ainda intransponíveis,
mas antes de tudo, só Deus!...

Deus, do Seu amor eu venho,
de Si, eu sou.
Deus, razão de minha vida!

Só Tu, Deus, explica
o princípio,
o Meio e o Fim,
o passado e o porvir!

Minha vida a Ti pertence,
só Tu, leva-me
ao verdadeiro fim.

Mas no princípio era Deus,
e depois,
só Tu Meu Deus!

E na visão do Universo Deus,
só Deus que criou o Céu e a Terra
e tudo o que sobre ela existe,
tudo é Teu, meu Senhor!

Marta Peres



Embarcação

Um novo poema bate na porta
entrando pelas veias do coração,
caminhando ruas das quimeras
sai solto, voa pela contra-mão.

No balanço das ondas em mar bravio
segue navegando rumo ao horizonte,
remando cadenciado nas brumas da ilusão
chora, ri, com olhar carregado de emoção.

Vai, marinheiro, segura firme embarcação,
conta sílabas no leme, no leme do coração.

Estanca feridas que abrem
afasta dor e tempestade
lava com água do mar
doce e pura sensibilidade.

E no balanço das ondas solta sonetos,
solta poemas, solta versos de arribação,
vem lento aproximando sua embarcação,
subindo ao alto, misturando-se a sonetos.

Marta Peres



Seresta

Passos...
Uivo de cães
na alta noite.
Sombras na rua...
A lua esconde-se medrosa...
Alguém observa
por detrás das cortinas.
De repente som de uma canção.
Iniciou-se a seresta.

Marta Peres


Seu Adeus Calou a Poesia

Ah, se lesse minha alma!
Veria escrito a poesia,
ansiosa por sair à tona...
Abro meu coração,
deixo aflorar o pensamento
em lamento ou dor, sentimentos
muitos tomam conta...
Depois de ouvir seu adeus,
sangrou o coração,
hoje nada posso dizer.

Marta Peres



Querida, Paula... 1

A vida é o nosso maior presente,
por isso é preciso saber viver.
É preciso encarar a vida
de peito aberto, sempre.
É preciso saber entender seus
meandros, driblar seus desafios,
puxar fio por fio até desatar nós...
É preciso querer entrar neste palco
onde você é protagonista da peça,
sem ensaio prévio e é por isso
que deve saber interpretar, cantar,
dançar, rir, chorar, tudo de uma vez,
antes que o pano caia.
Não tenha medo da vida Paula.
Viva-a.
Ame-a.
Sempre existirá decepões.
Sempre existirá amargura.
Sempre existirá dor.
Mas também muitas alegrias baterão
à sua porta, basta descobrir beleza
nas coisas, nas pessoas, no que a cerca.
Persista para triunfar.
Sinta mais, seja mais terna e bondosa,
assim, extirpará a violência do convívio.
Abrace a vida com paixão e ousadia,
converse com as estrelas, admire
o pôr-do-sol, o sorriso de uma criança,
dê atenção e carinho aos idosos,
não tema o futuro.

Marta Peres



Querida Paula... 2

Pode entrar!
A porta do meu coração está
aberta, entra.
Se acomode num canto qualquer
e diga da amargura de sua alma,
mas Paula, viva, sê feliz.
Veja a vida assim como
ela se apresenta,
como realmente é.
Depois, querendo modificar
coloque vontade no pensamento,
trabalhe a favor.
Tente ser feliz...
Se não der, não lamente.
Lamento só faz mal
e vem carregado de atraso.
Não fale do que passou, passou, vive
no passado, não retorna,
não muda nada em sua vida.
Já viu algum rio retornar suas águas?
Deixa águas passadas
passarem, firme o pé vivendo
o presente, plantando sementes novas
para novas colheitas.
Paula, deixa o trem da despedida partir,
não se machuque com lembranças.
Estou aqui para lhe dar colo.
Tudo passa.
Passam alegrias, tristezas,
algumas mais lentamente, outras,
como chuva de verão.
Limpe do pensamento coisas que
só nós fazem sofrer, acalma o
coração junto ao meu.
Acalme-se, verá que toda dor passa...

Marta Peres



Querida Carla...

Carla, persista no seu caminho
principalmente quando tudo lhe
parecer escuro, quando o que
deseja parece escorregar de suas
mãos, fugir de seus domínios.
Não se esqueça nunca de orar,
incansávelmente a favor, pensar
positivamente afastando da mente
qualquer pensamento menor.
A oração fervorosa e sua vontade,
Carla, é sua arma, também os bons
pensamentos, o desejar o bem
do outro, assim, como deseja
o seu próprio.
Sorria, mesmo se o coração sangra,
sorria para os amigos, para os infelizes,
para os inimigos...
E ame, ame indistintamente, assim,
Carla, será feliz, sempre!

Marta Peres



Querida, Élida...

A vida é um valor precioso...
É preciso encarar a vida...
estarmos abertos a mudanças
avaliando, reparando, progredindo,
encarando a vida sempre.
Enfrentar desafios, ver, agir, rever...
E saber...
Conhecer...
Então, amar a vida
conforme ela se apresenta,
pois, Élida, nem sempre
é o que sonhamos.
Depois, você descarta
o que for menos bom
ou o que menos agradar.
Élida...
Sempre haverá o desgaste
em uma relação,
qualquer que seja.
Sempre o tempo passará...
Sempre...
O amor...
Não.
O tempo
não espera.

Marta Peres


Quando o Amor Chega ao Fim

Era doce e perdeu
o encanto, de vidro se quebrou,
acabou, caiu, se perdeu, partiu.
Nem percebi, não sei quando
foi o início do fim!
Talvez tenha sido pouco a pouco,
o belo foi tornando-se feio,
já existiam frustrações,
o amor decadente chegou ao fim.
Mas era lindo!
Foi bom enquanto durou, depois,
carinhos não mais existiam,
rotina do dia a dia perfeita
para cruel agonia.
Calou a voz da esperança,
calou o riso,
nada mais existia de belo
e a agonia da presença
se instalava,
repulsa no toque,
tesão esfriando,
ansiedade,
sufocamento.
As luzes se apagarm lentamente,
quando dei por mim...
O amor chegou ao fim!

Marta Peres



Mas você não está

Á noite, no quarto, você não está, não.
Ando de um lado para o outro, nada
de você voltar. Desejo arde e a cada
minuto sem você, é desatino e solidão.

O vejo em pensamento e o amor invade
meu corpo trêmulo de anseio e apetite.
Vou até a janela, espio, nada, palpite
acelera o pensamento cheio de saudade.

Aos poucos, loucura toma conta da fera
que mora em mim, procuro disfarçar,
fogo queima porque você não está, era
vulcão em erupção, como disfarçar?

Mais e mais pensava em você, sua mão
percorrendo meu corpo era nítida, prazer
no toque, aos poucos, deixo-me abater,
procuro sem saber encontrar, perco ação.

Mas você não está, eu, sem suas carícias
vou acalmando a fera de mim, primícias
já nascidas mortas. No seu travesseiro
deito-me, embriago-me com seu cheiro.

Marta Peres


Do Amor

Esta vista cá da montanha,
deixa-me dolorida, imensidão
terrivelmente solitária.
Procuro bálsamo para o coração,
talvez o sol aquecendo,
a lua prazeirosamente banhanhando
com seu olhar.
Ah, natureza, bela arte de Deus!
Meu olhar vai longe a procura
do amor!

Marta Peres



Amizade

Amizade,
jóia preciosa,
se conseguimos
precisamos manter,
por ela vale qualquer sacrifício.

É bom ter amigo!
É tão bom ser amigo!

Apoio,
ombro para chorar mágoas,
alegrias compartilhar,
sonhar juntos,
amar.

Amigo,
com ele poder contar
momentos surpreendentes
também chorar.

Marta Peres



Mulher Dama

Agora repousa sobre o leito do espetáculo
incansável mulher dama, descansa
ouvindo suave canção. No silêncio da alcova
recolha pétalas da tua rosa profanada.

Quantos homens deitaram ao teu lado?
Quantos te conheceram e profanaram?
Nem mesmo tu sabes ao certo.

Deixa as lágrimas limparem teu corpo,
purificarem tua alma, acalmarem desilusões.

Como entraste neste mundo de perdições?
Ah, vida, foi praga que a ti rogaram.
O mundo perdeu o encanto, ficou triste
e feio, inutil tentar tirar-te do lodo.

Marta Peres



Melhora Íntima

Quanta angústia sofre a alma atribulada
caminhando por campos do espaço sem fim,
quanta vida viveu, quanta vida vai viver!
Presa a laços do passado se tranca e cala.

Tenta trabalhar em prol de si mesma exalando
perfume do pensamento positivo, sorrindo
e fortalecendo bondade fraterna, prova para si,
corrija equívocos da alma nas experiências.

Leva para sua vida paz e alegria, tira o escuro
desta existência cortada por dores e abismos,
sem queixas, com vontade de aprender, crescer.
Segura sua cruz e caminha de cabeça erguida.

Abra os olhos da alma para ver infinita luz
colorida que se forma, ao atirar flores,
dentro da caridade e amor ao próximo.

Marta Peres

Marcadores:

3 Comentários:

  • Minha linda Grande Poeta'miga MARTA PERES !"POEMAS" !PARABÉNS !
    MUITO BRILHO ! PURA LUZ !Você encanta e perfuma o mundo no
    mais belo colorido primaveril...ouso em MEU NOME E DE TODOS OS POETAS DEIXAR AQUI O NOSSO MUITO OBRIGADA CARREGADO DE
    CARINHO E ADMIRAÇÃO FLORES E AMOR DO TAMANHO DO NOSSO CORAÇÃO...E SÃO MUITOS,RSRS.TE AMAMOS ! BEIJOS MIL !

    Por Blogger Marisa, às 2 de outubro de 2010 21:16  

  • Minha linda Grande Poeta'miga MARTA PERES !Ler "POEMAS !"É apoderar-se de um Universo maravilhoso, tão peculiar de você.Uma bagagem de beleza e valores, muitos deles tão esquecidos nesse nosso mundo.
    PARABÉNS!Adoro o teu lado poético e humano...únicos.Obrigada por vc existir e nos ensinar tanta coisa boa,no mais amplo sentido do amor e valor que vc ricamente transmite numa simplicidade ímpar.Te adoro! Beijos na alma!

    Por Blogger Marisa, às 2 de outubro de 2010 21:44  

  • "EMBARCAÇÂO"
    QUANTA SENSIBILIDADE E EMOÇÂO!
    NESSA LINDA EMBARCAÇÂO!
    PARABÉNS GRANDE POETISA MARTA PERES!!
    VÁ AVANTE! DEUS É CONTIGO!

    BEIJOS CARINHOSO!

    Por Blogger hortencialopes, às 25 de novembro de 2010 03:05  

Postar um comentário

<< Home