.

domingo, 25 de março de 2012

Asas



















Asas


Quando um rio de lágrimas brota nos olhos,
Quando ondas arrebentam no peito
derrubando toda esperança da vida...


Deito minhas asas nas lágrimas
e percebo que elas não ficam pesadas
apenas deixam gotas caírem ao chão
quando me levam ao límpido azul do céu!


"Posso chorar abundantemente,
mas nada me impede de voar!"




Mando Mago Poeta

Marcadores:

1 Comentários:

  • Muito obrigado, amiga querida!
    Estar nesse espaço iluminado de poesias, é estar no firmamento de mãos dadas com o Sol e a Lua.

    Que muitas luzes de bênçãos lhe caiam sobre a alma. Sou-lhe amigo e admirador de seu talento e esforço em prol da cultura.

    Abraços!

    Por Blogger Mando Mago Poeta, às 26 de março de 2012 03:53  

Postar um comentário

<< Home